APRESENTAÇÃO

A Universidade Estadual de Montes Claros implementa um projeto permanente de consolidação, focada nas atividades de ensino, pesquisa, extensão e de prestação de serviços.   A Unimontes manteve o seu   processo de expansão em 2016, com a construção de  obras de estrutura física, implantação de novos cursos de mestrado e doutorado e a posse dos aprovados no Concurso Público para Professor, entre outras ações de destaque.

Apresentação

A Unimontes  resulta da transformação da Fundação Norte Mineira de Ensino Superior –FUNM – , criada em 24 de maio de 1962. É uma autarquia de regime especial do estado de Minas Gerais, na forma do parágrafo 3º do art. 82 do Ato das Disposições Transitórias da Constituição do Estado de Minas Gerais, promulgada em 21 de setembro 1989.

A  Universidade atua, prioritariamente, numa  região que abrange  área superior a 196.000 km², correspondente a 40% da área total do Estado de Minas Gerais, incluindo as regiões Norte e Noroeste de Minas e os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri. Alcança 342 municípios e atende potencialmente uma população que ultrapassa a dois milhões de habitantes.

Referência na produção do conhecimento nas áreas de saúde, educação, ciências sociais aplicadas, ciências humanas e ciências exatas e tecnológicas, a instituição reforça suas atividades no  campus-sede de Montes Claros e nos campi de Almenara, Bocaiúva, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Paracatu/Unaí, Pirapora, Salinas e São Francisco. As ações também são incrementadas nos núcleos de Joaíma e Pompéu.

Comunidade Discente

A comunidade discente é formada, atualmente, por 11.824  alunos, com a seguinte divisão: cursos  de graduação (7.879), técnico-profissionalizantes – presenciais e a distância (1.649),  pós-graduação Lato sensu (752)) e Stricto sensu  – mestrados e doutorados (514). A Unimontes atingiu a marca de 51.961 profissionais graduados em seus diversos cursos, de dezembro de 1966 a dezembro de 2016.

Um dos destaques da atuação da atuação da Unimontes, a educação a distância é fortalecida por intermédio do  programa da Universidade Aberta do Brasil (UAB),  desenvolvido em parceria com o Ministério da Educação.  No sistema a distância, foram ministrados em 2016  os cursos de graduação de Ciências da Religião, Ciências Sociais, Educação Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português e Pedagogia,  com 1.030 alunos matriculados..

Nos cursos de graduação da Unimontes, são oferecidas anualmente 2.698 vagas. Desde  2015, a Universidade aderiu ao Sistema de Seleção Unificada (Sisu), do Ministério da Educação. A instituição mantém o Programa de Avaliação Seriada para o Acesso ao Ensino Superior (PAES), que teve 13.296 candidatos inscritos.

O PAES é coordenado pela Comissão Técnica de Concursos (Cotec), que também promove concursos para outros órgãos e instituições públicas. Em 2016, a Cotec deu continuidade à aplicação de provas do Concurso Público Unificado das Prefeituras do Norte de Minas,  iniciativa pioneira no país, viabilizada a partir de parceria com o Ministério Publico de Minas Gerais (MPMG) e a Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (Amams).

Reserva de Vagas

A Unimontes adota a reserva de vagas, instituída pela Lei Estadual nº 15.259/2004, contemplando afrodescendentes (20%) e egressos de escolas públicas comprovadamente carentes (20%), além de portadores de deficiências e indígenas (5%).

Centros de Ensino

Os cursos regulares de graduação da universidade estão distribuídos em quatro centros, das áreas de ciências humanas, ciências biológicas e da saúde, ciências exatas e tecnológicas e sociais aplicadas.

CCBS

No Centro de Ciências Biológicas e da Saúde – CCBS – são oferecidos os cursos de Ciências Biológicas – licenciatura e bacharelado -, Educação Física – bacharelado e licenciatura -, Enfermagem, Medicina e Odontologia.

CCET

No Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas – CCET – são ministrados os cursos de Agronomia, Engenharia Civil, Engenharia de Sistemas, Física, Matemática, Química, Sistemas de Informação e Zootecnia.

CCH

No Centro de Ciências Humanas – CCH – são oferecidos os cursos de Artes Música, Artes Visuais, Artes Teatro, Ciências da Religião, Filosofia, Geografia, História, Letras/Português, Letras/Inglês, Letras/Espanhol e Pedagogia.

CCSA

No Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA – são ministrados os cursos de Administração, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito e Serviço Social.

CEAD

No Centro de Educação a Distância – CEAD – são ministrados os cursos de graduação de Ciências da Religião, Ciências Sociais, Educação Física, Geografia, História, Letras/Espanhol, Letras/Inglês, Letras/Português e Pedagogia. A educação a distância constitui um dos pilares da atuação da Unimontes, perfeitamente sintonizada com as mudanças e inovações tecnológicas.

Além dos cursos de graduação do campus-sede, a Unimontes ministra no campus de Janaúba os cursos de Agronomia, Pedagogia e Zootecnia. Em Bocaiuva são mantidos os curso de Física e Química.  Os cursos regulares de graduação oferecidos nos demais campi são: Almenara: Letras/Português e Pedagogia; Brasília de Minas: Administração e Pedagogia; Espinosa: Pedagogia e Letras/Português;  Januária: Educação Física –  Licenciatura, Letras/Português, Letras/Inglês e Pedagogia; Campus Noroeste: Paracatu (Pedagogia e Tecnologia do Agronegócio) e Unaí (Letras/Português, Letras/Inglês e Ciências Biológicas/Licenciatura); Pirapora: Geografia e Pedagogia;  Salinas: Ciências Contábeis; São Francisco: História e Matemática;  Núcleo de Joaíma(Matemática) e Núcleo de Pompéu (Tecnologia em Gestão Publica).

A capacitação docente é uma das marcas dos avanços da universidade, que, no final de 2016, atingiu o percentual de 71,69% dos seus professores com títulos de mestre ou doutor. De um total de 1.120 docentes, 803 contam com titulação Stricto sensu.

Pós-Graduação Strictu Sensu

A  ampliação dos cursos de pós-graduação Stricto sensu é priorizada pela instituição, que  conta com 16 cursos de mestrado e três doutorados próprios, somando 514 alunos matriculados. . São oferecidos os mestrados :  Biotecnologia,  Cuidado Primário da Saúde, Letras- Estudos Linguísticos (ProfLetras), Modelagem Computacional e Sistemas, Sociedade , Ambiente e Território ( parceria com a UFMG);  Mestrado Profissional em Desenvolvimento Econômico e Estratégia Empresarial, Mestrado Profissional em Saúde Coletiva e Saúde da Família/Medicina Comunitária e Mestrado Profissional em Filosofia; oito mestrados acadêmicos: em Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Desenvolvimento Social, História, Letras (Estudos Literários), Produção Vegetal no Semiárido,  Zootecnia e  Geografia, além dos doutorados em Ciências da Saúde Produção Vegetal no Semiárido e Desenvolvimento Social.

A Unimontes  conta com os doutorados interinstitucionais  em Administração, em parceria com a Universidade de Brasília (UnB), com recursos financeiros da Fapemig e da Capes/MEC; em  Ciências Sociais, em parceria com a Universidade Estadual do Rio de Janeiro (UERJ); Ciências da Religião, juntamente com a Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC/SP) o Doutorado Insterinstitucional em Geografia, em parceria com a Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PUC/Minas).

Centro de Educação Profissional e Tecnologia

Através do  Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT),  são oferecidos cursos de nível técnico-profissionalizante. Esses cursos  possibilitam aos seus alunos a oportunidade de inserção no mercado de trabalho de maneira mais preparada, tornando-os mais competitivos diante dos desafios do mercado. O CEPT é referência no oferecimento de cursos de nível médio na área de saúde, sendo responsável pela Escola Técnica de Saúde (ETS), vinculada à Rede de Escolas Técnicas do SUS. A unidade também é responsável pelos cursos de Tecnologia em Gestão Pública (Montes Claros e Pompéu) e em Agronegócio (Paracatu).

CEAD

A educação a distância constitui um dos pilares da atuação da Unimontes, perfeitamente sintonizada com as mudanças e inovações tecnológicas.Os cursos desse modelo são ministrados por intermédio do Centro de Educação a Distância (CEAD), que conta com diversos pólos nas regiões onde a Universidade está inserida.

A Pesquisa

As ações da pesquisa são incrementadas, com estímulo permanente à iniciação científica e à integração com o ensino de graduação. São desenvolvidos projetos de pesquisa de interesse regional, buscando as soluções para os problemas e a melhoria da qualidade de vida. A instituição conta 53 grupos de pesquisa, 197 linhas de pesquisa e 246  projetos de pesquisa em andamento. Durante o ano de 2016, foram aplicados R$ 4.072.186,29 em projetos de investigação científica e tecnológica e R$ 4.295.672,95 na pós-graduação, totalizando investimentos da ordem de R$ 8.688.624,44 nos dois setores. Os investimentos são reforçados graças ao apoio de órgãos de fomento à pesquisa, especialmente a Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig) e o Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).

Além disso, é incentivada a investigação científica e tecnológica por parte dos acadêmicos dos diversos de graduação, por intermédio das bolsas de iniciação científica. Em 2016, a universidade totalizou 559 bolsas de iniciação científica, concedidas com recursos próprios e com o apoio dos órgãos de fomento.

Extensão Universitária

A extensão universitária também é priorizada, objetivando a inserção na comunidade e a melhoria da qualidade de vida da população. Através das ações extensionistas, foram atendidas 458.850 pessoas em 140 projetos e programas, sendo realizados 315 cursos e 811 eventos, além de 1.450 prestações de serviços. Os atendimentos foram feitos nas áreas de extensão comunitária e cultural e de apoio ao estudante.

São desenvolvidos programas, projetos, cursos e eventos tais como o projeto “Unimontes Solidária” (15.356 atendimentos em 2016).   O Programa Poupança Jovem, implementado em parceria com o Governo do Estado,  beneficia 7.797 estudantes de escolas públicas estaduais.  Outra ação de destaque é a Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep), que teve 298.867 participantes na região geográfica coordenada pela Unimontes.

Prestação de Serviços na Saúde

A prestação de serviços na área de saúde é ampliada por intermédio do  Hospital Universitário Clemente de Faria – HUCF -, o único genuinamente público em Montes Claros e em vasta região geográfica do Estado,  com atendimento exclusivo pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Contando com títulos de reconhecimento nacional e internacional, como Hospital Amigo da Criança, Maternidade Segura e o Prêmio Galba de Araújo, oferece atendimento de qualidade comprovada e realiza, anualmente, em média, mais de 450 mil procedimentos médico-hospitalares e alcança um grau de satisfação dos usuários acima de 76%.

O Hospital Universitário possui 171 leitos e dispõe de outros 10 leitos do Serviço de Internação Domiciliar – HU em Casa -, pioneiro na região. Nas áreas de urgência e emergência conta com UTI Neonatal e Pediátrica, uma Unidade de Cuidados Intensivos para Adulto e Pronto Socorro de 24 horas. Nas áreas de ensino e pesquisa dispõe de um Centro de Ensino Multiprofissional com toda infraestrutura necessária para atendimento aos alunos de mestrados e doutorado, além de oferecer Residências Médicas em Anestesiologia, Cirurgia, Geriatria, Ginecologia/Obstetrícia, Otorrinolaringologia, Pediatria, Psiquiatria e Saúde Coletiva e Multiprofissional (enfermeiro, médico e cirurgião-dentista).

A unidade é referência  no atendimento ambulatorial em pré-natal de alto risco,  portadores do vírus HIV, tuberculose e de outras doenças infecto-contagiosas, especialmente as hepatites. Atende vítimas de acidentes causados por animais peçonhentos, além de ser referência na prevenção da raiva humana.

Conta com Centro de Referência em Assistência à Saúde do Idoso Eny Faria de Oliveira – onde são atendidos os idosos frágeis, integrante do “Mais Vida”, programa do Governo do Estado. O atendimento é oferecido por  equipe multidisciplinar, com profissionais das áreas de geriatria, enfermagem, odontologia, assistência social, fonoaudiologia, psicologia, fisioterapia e educação física. A unidade prestou 90.016 atendimentos em 2016.

O Centro Ambulatorial de Especialidades Tancredo Neves – CAETAN – integra o Hospital Universitário Clemente de Faria, prestando atendimento nas diversas especialidades médicas, além de pequenas cirurgias.retaria Municipal de Saúde. O centro ambulatorial está adequado também para atendimento especializado nas áreas de oftalmologia, otorrinolaringologia e traumo-ortopedia, além de contar de serviço ambulatorial de correção de deformidades craniomaxilofaciais – congênitas ou adquiridas -. Em 2016, o CAETAN realizou 35.156 consultas, exames e pequenas cirurgias.

Bibliotecas

A universidade  provém suas bibliotecas de recursos necessários à manutenção de seu acervo com a compra de livros, periódicos e com a informatização. Juntas,  as bibliotecas contam com 59.647 títulos e 148.269 exemplares, somando 14.074 usuários cadastrados.

Através das ações e números apresentados, a Unimontes busca a interlocução com a comunidade ao seu entorno. Desta forma, a Universidade melhora a qualidade de vida nas regiões onde está inserida, contribuindo com o progresso  de Minas Gerais e do pais.

A UNIMONTES

Histórico da Universidade Estadual de Montes Claros

HISTÓRIA

A Universidade Estadual de Montes Claros – UNIMONTES – resultou da transformação da Fundação Norte Mineira de Ensino Superior – FUNM, de acordo com o artigo 82, parágrafo 3º, do “Ato das Disposições Constitucionais Transitórias”, da Constituição Mineira de 21/09/89. A FUNM, atual UNIMONTES, foi criada pela Lei Estadual nº 2.615, de 24 de maio de 1962, de autoria do ex-deputado Cícero Dumont. Em 1963, surgiu a primeira unidade de ensino superior do Norte de Minas, a então Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras – FAFIL, tendo como mantenedora a Fundação Educacional Luiz de Paula – FELP -. No dia 13/04/63, foram iniciadas atividades dos cursos de Geografia, História, Letras e Pedagogia nas instalações do Colégio Imaculada Conceição.
Fachada do Casarão da Fafil antes da reforma
Em 1965, os cursos foram transferidos para o casarão centenário da FUNM, localizado na rua Coronel Celestino, 75, em Montes Claros. A primeira unidade de ensino superior da FUNM, a Faculdade de Direito – FADIR -, foi implantada em 1965. Em 1966, a FAFIL desliga-se da FELP e passa a integrar a FUNM.
Fachada do Centro de Ensino Médio e Fundamental, na rua Coronel Celestino, 75
Em 1968, começaram a funcionar na FAFIL os cursos de Matemática, Ciências Sociais e Filosofia. Depois, foram criadas unidades da FUNM: a Faculdade de Medicina (FAMED), em 1969; a Faculdade de Administração e Finanças – FADEC, com os cursos de Administração, Ciências Contábeis e Ciências Econômicas, em 1972; e a Faculdade de Educação Artística – FACEART – em 1987. Através da Constituição Estadual de 1989, a FUNM foi transformada na Universidade Estadual de Montes Claros, instituída através do Decreto Estadual nº 30.971, de 09/03/1990. A efetiva integração da UNIMONTES como ente público (autarquia) ocorreu, no entanto, a partir de 01/08/1990, quando os servidores da extinta FUNM passaram a ser incorporados ao quadro pessoal do Estado. O primeiro estatuto da Universidade foi aprovado através do Decreto Estadual nº 31.840, de 24/09/1990.
Antiga fachada do Campus-sede em Montes Claros
A Lei Estadual nº 11.517, de 13 de julho de 1994, reorganizou a Instituição do ponto de vista administrativo-funcional, sendo extintas as faculdades e criados os Centros de Ensino: Centro de Ciências Humanas (CCH), Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS), Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) e Centro do Ensino Médio e Fundamental (CEMF), depois, substituído pelo Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT). Através do mesmo instrumento legal, o antigo Hospital Regional Clemente de Faria, da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) foi incorporado definitivamente à Unimontes com a denominação de Hospital Universitário Clemente de Faria.
Construção do Centro de Ciências Humanas – CCH
 
Inauguração do Centro de Ciências Humanas
 
Antiga fachada do CCBS – Centro de Ciências Biológicas e da Saúde
 
Antiga fachada do CCH – Centro de Ciências Humanas
Em 21/07/1994, através da Portaria nº 1.116, foi homologada pelo Ministério da Educação o reconhecimento da UNIMONTES como universidade, em face do Parecer nº 232/94, do Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais.
Imagens aéreas do Campus-sede
 
Campus-sede em Montes Claros
 
O Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas – CCET – foi criado através da Lei nº 11.660, de 02/12/1994. A partir de 1995, a UNIMONTES começou a implantar cursos regulares de graduação fora da sede, primeiramente na cidade de Januária, com os cursos de Letras e Pedagogia. Em 6 de setembro de 1995, através da Lei Estadual nº 11.903, a UNIMONTES passou a integrar a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, atual Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sectes).
Antiga Fachada do Prédio CCET
Em 21/05/1996, foi promulgada a Lei Estadual nº 12.154, que “dá nova redação ao artigo 11 da Lei nº 11.517, de 13/07/1994”, disciplinando as eleições para Reitor e Vice-Reitor. A partir do segundo semestre letivo de 1996, começaram a funcionar, na cidade de Janaúba, o curso de Agronomia e, em Pirapora, os cursos de Geografia e Pedagogia. Passaram a ser oferecidos, em Montes Claros, os cursos de Sistemas de Informação (inicialmente denominado Ciência da Computação), Educação Física e Enfermagem.
Antiga fachada do Campi de Janaúba
 
Construção do CEU – Centro Esportivo Universitário
Em 1997, o curso de Ciências do Primeiro Grau foi extinto, sendo criados os cursos de Biologia – Licenciatura Plena e Bacharelado, Matemática. No mesmo ano, o curso de Letras foi reestruturado, passando a ser oferecidas as licenciaturas únicas em Espanhol, Inglês e Português. Foi implantado ainda o curso de Odontologia. Através do Decreto Estadual nº 39.820, de 19/08/1998, foi aprovado o novo Estatuto da Universidade. Em setembro de 1998, foram realizadas as primeiras eleições para Reitor e Vice-Reitor da UNIMONTES, tendo sido eleitos e, de acordo com a legislação, nomeados pelo Governador do Estado, os professores José Geraldo de Freitas Drumond (Reitor) e Paulo César Gonçalves de Almeida (Vice-Reitor), empossados em dezembro daquele ano. O Conselho Universitário aprovou, em 20/12/1999, o Regimento Geral da UNIMONTES. Através do Decreto Estadual nº 41.434, de 15 de dezembro de 2000, foi criado o Campus de Almenara, sendo autorizado também o Curso Normal Superior, cujas atividades foram iniciadas em março de 2001. Em julho de 2002, começou a funcionar o curso de Zootecnia em Salinas. Em dezembro do mesmo ano, foram criados os campi de Espinosa (Normal Superior), Brasília de Minas (Normal Superior) e São Francisco (História e Matemática). Em outubro de 2002, foram realizadas novas eleições para Reitor e Vice-Reitor da UNIMONTES, tendo sido eleitos e nomeados, em 13/11/2002, pelo Governador do Estado, os professores Paulo César Gonçalves de Almeida (Reitor) e Tânia Marta Fialho (Vice-Reitora), que foram empossados em 4/12/2002. Em 29/01/2003, foi editada a Lei Delegada nº 90, dispondo sobre a estrutura básica da UNIMONTES. Em 15/09/2003, foi editado o Decreto nº 43.586, dispondo sobre as competências das unidades administrativas e a identificação dos cargos de provimento em comissão.
Servidores da Unimontes
Em fevereiro de 2003, começou a funcionar no campus-sede, em Montes Claros, o curso de Serviço Social. No mesmo período, foram criados os campi de Unaí e Paracatu no Noroeste de Minas. Em 21/08/2006, através da Resolução 18/2006, do Conselho Universitário, foi criado o curso regular de graduação em Ciências da Religião, que começou a funcionar em fevereiro de 2007 no Campus Universitário Professor Darcy Ribeiro. No segundo semestre de 2008, a Unimontes iniciou as atividades dos cursos de educação a distância, dentro do sistema Universidade Abertas do Brasil (UAB), em convênio com o Ministério da Educação. Em 31/7/2006, foram realizadas novas eleições para Reitor e Vice-Reitor da Unimontes, tendo sido eleitos e nomeados, em 17/11/2006, pelo Governador do Estado, os professores Paulo César Gonçalves de Almeida (Reitor) e João dos Reis Canela (Vice-Reitor), empossados em 04/12/2006, para a gestão dez -2006/dez -2010 Em 26/01/2007, foi editada a Lei Delegada nº 142, alterando a Lei Delegada nº 90, que dispõe sobre a estrutura orgânica básica da UNIMONTES.
Fachada da Unimontes atualmente
 
Em 13/12/2008, ocorreu a inauguração do Campus de Bocaiúva, onde foram implantados os cursos de Química (2009) e Física (2010). Em 04/11/2010, foram realizadas novas eleições para Reitor e Vice-Reitor da Unimontes, tendo sido eleitos e nomeados, em 24/11/2010, pelo governador do Estado, os professores João dos Reis Canela (Reitor) e Maria Ivete Soares de Almeida (Vice-Reitora), empossados em 06/12/2010 para a gestão dez-2010/dez -2014. Em fevereiro de 2011, foram iniciadas as atividades do curso de Engenharia de Sistemas, vinculado ao Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas (CCET). Em 2012, o mesmo centro passou a oferecer o curso de Engenharia Civil. Em julho de 2014, foram iniciadas as atividades dos cursos de Matemática, em Joaíma; e de Tecnólogo em Gestão Pública, em Pompéu. Em outubro de 2014, foi inaugurado o Museu Regional do Norte de Minas, instalado no antigo Casarão da Fafil, na rua Coronel Celestino. Em 06/11/2014, foram realizadas novas eleições para Reitor e Vice-Reitor da Unimontes, tendo sido eleitos e nomeados, em 02/12/2014, pelo governador do Estado os professores João dos Reis Canela (Reitor) e Antonio Alvimar Souza (Vice-Reitor), empossados em 06/12/2014 para a gestão dez-2014/dez-2018.
Reitor Prof. João dos Reis Canela na Colação de Grau Dezembro – 2015

UNIDADES COLEGIADAS DE DELIBERAÇÃO SUPERIOR

Conselho Curador

O Conselho de Curadores integrante da administração superior é o órgão de fiscalização orçamentária e econômico-financeira da UNIMONTES. Compete ao Conselho de Curadores, no prazo legal, pronunciar-se sobre proposta orçamentária, balanços e prestação de contas da Universidade; pronunciar-se sobre gravame, permuta e alienação de bens imóveis ou de valor relevante; examinar os livros e documentação de escrituração contábeis da UNIMONTES; examinar o estado do caixa e os valores em depósito, devendo, o Reitor, fornecer-lhe as informações que lhe forem solicitadas; lavrar em livro de atas e pareceres do Conselho de Curadores, os resultados dos exames a que proceder; emitir parecer conclusivo sobre as atividades econômicas e financeiras da UNIMONTES a cada exercício, tomando por base o inventário, o balanço e as contas apresentadas pelo Reitor; apontar erros e omissões e denunciar fraudes que constituem crimes contra o patrimônio público, previsto em lei.

Conselho Universitário

O Conselho Universitário é o órgão máximo de deliberação da Universidade, incumbindo-se da definição da política geral da Autarquia nos planos acadêmico, administrativo, financeiro, patrimonial e disciplinar e funciona como instância de recurso. Compete ao Conselho Universitário, por exemplo, estabelecer a política geral da Universidade; aprovar ou alterar o Estatuto e o Regimento Geral, bem como baixar Resoluções Complementares; decidir sobre recursos nos termos do Regimento Geral e avocar qualquer matéria de interesse da Universidade; aprovar a criação, reorganização ou extinção de Departamentos, Unidades Universitárias, Unidades Administrativas de Apoio ou outros órgãos; decidir sobre a suspensão temporária, total ou parcial de atividades universitárias, entre outros.

Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão

O Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão é o órgão técnico superior de deliberação e supervisão em matéria de ensino, pesquisa e extensão, cabendo, de suas decisões, recurso para o Conselho Universitário da UNIMONTES. Compete ao Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão, por exemplo, fixar normas complementares ao Regimento Geral, além de outras que se incluam no âmbito de sua competência; aprovar os planos de novos cursos de graduação e pós-graduação, após audiência do(s) Departamento(s) envolvido(s); aprovar o início, recesso e término do calendário universitário, no mês de setembro do ano antecedente à vigência, em cujos limites os Conselhos Departamentais deverão elaborar e aprovar os calendários dos Centros; decidir sobre propostas, indicações ou representações de interesse da Universidade em assunto de sua própria competência; propor normas e critérios para concessão de bolsas especiais de iniciação científica; aprovar projetos de pesquisa e extensão, ouvidos os respectivos Departamentos e as Câmaras competentes; entre outros.

UNIDADE DE DIREÇÃO SUPERIOR – REITORIA

A Reitoria é a Unidade de Direção Superior, que coordena e supervisiona todas as atividades universitárias. A Reitoria é composta pelo Reitor e pelo Vice-Reitor. O Reitor é substituído em suas faltas ou impedimentos pelo Vice-Reitor que o sucede em caso de vacância. Compete ao Reitor: representar a Universidade ou promover-lhe a representação, ativa e passivamente, em juízo ou fora dele; convocar e presidir as reuniões dos Conselhos de que fizer parte; coordenar e controlar a execução do plano anual da Universidade e avaliar os resultados; promover o intercâmbio da Universidade com a comunidade e com instituições congêneres; coordenar, fiscalizar e superintender todas as atividades da Universidade; promulgar resoluções dos Conselhos e baixar portarias, editais, ordens de serviços e atos inerentes à administração da Universidade; cumprir e fazer cumprir as decisões dos órgãos colegiados superiores, bem como executar os planos e orçamento aprovados; presidir todos os atos da Universidade a que estiver presente; assinar acordos, convênios e contratos, observado o disposto na legislação em vigor, no Estatuto e neste Regimento; designar, nomear e empossar os dirigentes Universitários; conferir graus e títulos acadêmicos; tomar decisões, “ad referendum” do Colegiado Superior competente, submetendo-as à apreciação do mesmo, no prazo de 15 (quinze) dias; pronunciar-se, privativamente, em nome da Universidade; desempenhar quaisquer outras atribuições inerentes à função de Reitor, previstas em Lei, no Estatuto e neste Regimento Geral.

UNIDADES ADMINISTRATIVAS DE ASSESSORAMENTO SUPERIOR

São unidades administrativas de assessoramento superior da UNIMONTES: Auditoria, Gabinete, Assessoria Jurídica, Assessoria de Comunicação, Escritório de Representação da Unimontes em Belo Horizonte e Secretaria Geral. Os titulares das unidades de assessoramento superior da UNIMONTES são escolhidos, nomeados e demissíveis “ad nutum” pelo Reitor.

Compete à Auditoria

Supervisionar trabalhos de gabinete em primeiro nível da organização, tendo em vista a realização de atividades executivas, assistindo diretamente ao Reitor; programar e desempenhar atividades de coordenação político-administrativa e de representação social, relacionadas com a Reitoria e com o seu titular; planejar, organizar, coordenar e controlar as atividades e os trabalhos pertinentes ao setor.

Compete ao Gabinete

Exercer atividade técnica, no campo da auditoria; realizar e orientar auditorias financeiras, patrimoniais, orçamentárias e administrativas nas áreas da UNIMONTES quanto à aplicação de recursos, à eficácia dos sistemas adotados, ao correto cumprimento das disposições legais pertinentes à normalidade e essencialidade de custos e despesas e à regularidade administrativa; efetuar inspeções setoriais e globais; emitir pareceres, laudos e elaborar relatórios na forma da lei, bem como torná-los públicos e acessíveis à comunidade.

Compete à Assessoria Jurídica

Exercer atividade profissional no campo do Direito; representar a UNIMONTES, em juízo ou fora dele, mediante mandato, prestando quaisquer serviços de natureza jurídica; examinar e estudar questões jurídicas ou documentos relativos a direitos e obrigações de que a UNIMONTES seja titular ou interessada; emitir pareceres circunstanciados sobre assuntos jurídicos, submetidos pela Reitoria.

Compete à Assessoria de Comunicação

Exercer atividade profissional no campo da comunicação social, interna e externamente; preparar e redigir artigos, editoriais, comentários e noticiário variado de interesse da UNIMONTES, a serem divulgados por veículos de comunicação de massa; realizar entrevistas e reportagens; redigir boletins, mensagens, relatórios e documentos oficiais; planejar e executar pesquisas e campanhas de relações públicas.

Compete ao Escritório de Representação da UNIMONTES em Belo Horizonte

Executar trabalhos de assessoramento e de Representação; manter contatos com órgãos da Administração Direta e Indireta dos Governos Federal, Estadual e Municipal, com órgãos de ensino e pesquisa, órgãos universitários e congêneres; elaborar pareceres e relatórios de suas atividades.

Compete à Secretaria Geral

Realizar trabalhos de atendimento, comunicação e redação, no campo de secretariado; secretariar reuniões dos Colegiados Superiores elaborando súmulas, atas e resumos; programar, orientar e controlar atividades de auxiliares; expedir certidões e históricos escolares, relacionados com a vida acadêmica; superintender todas as atividades relacionadas com o controle acadêmico.

UNIDADES ADMINISTRATIVAS DE PLANEJAMENTO, COORDENAÇÃO E EXECUÇÃO

São unidades administrativas de planejamento, coordenação e execução da UNIMONTES: Pró-Reitoria de Planejamento, Administração e Finanças, Pró-Reitoria de Ensino, Pró-Reitoria de Pesquisa e Pró-Reitoria de Extensão. Cumprem às Pró-Reitorias, de modo geral, as seguintes atribuições: Participar da definição da política administrativa de sua área de atuação, inclusive com proposição de normas e diretrizes; planejar, organizar, coordenar e controlar o desempenho das Coordenadorias e das Divisões que lhes são subordinadas; estudar e aprovar a adoção de novos métodos e processos operativos; decidir, determinar providências e estabelecer contatos sobre assuntos da respectiva área de atuação; baixar instruções gerais e zelar pelo cumprimento de diretrizes, normas e programas estabelecidos.

Compete, especificamente, à Pró-Reitoria de Planejamento, Administração e Finanças

Coordenar, executar, avaliar e assessorar as atividades de formulação de política de gestão patrimonial, gestão financeira, gestão de suprimentos, administração de serviços e de pessoal; assegurar a plena execução das atividades necessárias a formulação de políticas, avaliação e gestão orçamentária, manutenção e desenvolvimento da infra-estrutura computacional, física e institucional, objetivando o aprimoramento das atividades de ensino, pesquisa e extensão da UNIMONTES.

Compete, especificamente, à Pró-Reitoria de Ensino

Assegurar a plena execução das atividades necessárias ao desenvolvimento do ensino de graduação, pós-graduação, fundamental e médio; estabelecer diretrizes básicas e globais observada uma política de desenvolvimento do ensino, em todos os seus níveis, com o propósito de atender as demandas e potencialidades regionais e de promover o desenvolvimento científico, tecnológico, cultural e artístico na região de influência daUNIMONTES.

Compete, especificamente, à Pró-Reitoria de Pesquisa

Coordenar o planejamento para avaliação, acompanhamento e execução de projetos de pesquisa técnico-científica; desenvolver ações tendo em vista a captação de recursos necessários à realização de pesquisa e intercâmbio técnico-científico; coordenar programas de divulgação da produção científica.

Compete, especificamente, à Pró-Reitoria de Extensão

Planejar e coordenar o desenvolvimento e a realização de atividades de extensão junto à comunidade regional, entidades públicas e privadas; coordenar o planejamento da difusão cultural, esportiva e de lazer, valorizando os aspectos regionais.

UNIDADES ACADÊMICAS DE DELIBERAÇÃO E EXECUÇÃO – OS CENTROS

Os Centros são unidades acadêmicas de deliberação e execução, aos quais incumbe coordenar, entre outras, as atividades ligadas à oferta de cursos pela Universidade. Compete aos Centros a atuação nos campos do conhecimento fundamental e aplicado, incumbindo-lhes, especificamente, a execução das atividades de ensino, pesquisa e extensão nas respectivas áreas de conhecimento. A Administração dos Centros é exercida pelo Conselho Departamental como órgão deliberativo e pela Diretoria, como órgão executivo. Cada Centro tem um Conselho Departamental, órgão máximo de deliberação do Centro, encarregado de estabelecer sua política geral em consonância com as disposições do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão e do Conselho Universitário e funciona como instância recursal. A Diretoria, órgão executivo do Centro, é exercida pelo Diretor, escolhido por colégio eleitoral, em eleição direta, por escrutínio secreto, entre professores efetivos que integrem o Centro por mais de 05 (cinco) anos e é nomeado pelo Reitor, a partir de lista tríplice composta pelos nomes dos candidatos mais votados para o cargo; A Unimontes é composta pelos centros: Centro de Ciências Humanas – CCH, Centro de Ciências Sociais Aplicadas – CCSA, Centro de Ciências Biológicas e da Saúde – CCBS, Centro de Ciências Exatas e Tecnológicas – CCET, Centro de Educação Profissional e Tecnológica – CEPT e Centro de Educação à Distância – CEAD.

UNIDADES ADMINISTRATIVAS DE APOIO

As Unidades Administrativas de Apoio auxiliam as demais unidades da estrutura orgânica da Universidade na realização das atividades de ensino, pesquisa e extensão. São as seguintes as Unidades Administrativas de Apoio, cujos titulares são escolhidos, nomeados e demissíveis “ad nutum” pelo Reitor: Imprensa Universitária, Biblioteca Universitária, Diretoria de Documentação e Informações e Diretoria de Tecnologia da Informação

Compete à Diretoria de Documentação e Informações

Participar da definição da política administrativa nas áreas de Documentação e Informações, inclusive com proposição de normas e diretrizes; planejar, organizar, coordenar e controlar o desempenho da Biblioteca, do Museu Histórico Regional da Universidade e das Divisões e Serviços subordinados; estudar e aprovar a adoção de novos métodos e processos na área de documentação e informações; decidir, determinar providências e estabelecer contatos sobre assuntos da respectiva área de atuação; baixar instruções gerais e zelar pelo cumprimento de diretrizes, normas e programas estabelecidos.

Compete à Imprensa Universitária

Realizar trabalhos de impressão gráfica de textos, gravuras, audiovisuais e outras matérias de interesse da UNIMONTES; controlar a uniformidade das impressões gráficas dos trabalhos técnicos, científicos e didáticopedagógicos produzidos na UNIMONTES; incumbir-se da publicação da produção científica, bem como de trabalhos de pesquisas, monografias e teses, desde que aprovados pelos órgãos competentes; imprimir formulários utilizados nos trabalhos da UNIMONTES.

Atividades Institucionais

Durante o ano de 2016, a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) realizou uma série de atividades voltadas para o crescimento da Instituição, reforçando as parcerias com outros entes públicos e entidades da sociedade civil. Essas ações possibilitaram a captação de recursos e o incremento das ações nas áreas do ensino, pesquisa, extensão e da prestação de serviços.

Janeiro

Assinatura de convênio com Prefeitura de Taiobeiras para Residência Multiprofissional no município;

Assinatura de convênio com Prefeitura de Taiobeiras para Residência Multiprofissional no município;

  • Edição do Projeto Unimontes Solidária, com ações em Ibiaí e Mirabela;
  • Concessão ao curso de Direito da Unimontes do Selo de Qualidade do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB);
  • Assinatura de convênio com Prefeitura de Taiobeiras para Residência Multiprofissional no município;
  • Divulgação do Resultado do Programa de Avaliação Seriada para o Acesso ao Ensino Superior (PAES)
  • Solenidade de outorga de grau unificada com a diplomação de 102 profissionais, completando 647 novos profissionais graduados no segundo semestre de 2015;

Fevereiro

  • Abertura das inscrições para o Concurso Publico para Médico Universitário do Hospital Universitário Clemente de Faria: 100 vagas;
  • Assinatura de termo de cooperação com o Ministério Público de Minas Gerais (MPMG) para acompanhamento de obras em municípios;
  • Visita de missão do Rotary Internacional para apresentação de projeto de atendimento a vítimas de AVC no Norte de Minas;
  • Inauguração do novo Serviço de Nutrição e Dietética (SND) do Hospital Universitário Clemente de Faria;
Divulgação do Resultado do Programa de Avaliação Seriada para o Acesso ao Ensino Superior (PAES);

Divulgação do Resultado do Programa de Avaliação Seriada para o Acesso ao Ensino Superior (PAES);

Março

Abertura da 1ª Unicalourada 2016, com palestra sobre “Humanização”, proferida pelo vice-reitor Antônio Alvimar Souza;

  • Seminário “O Papel da Mulher no Contexto da Economia Solidária no Norte de Minas”;
  • Seminário de Abertura das Atividades Acadêmicas 2016, iniciativa da Pró-Reitoria de Pós-Graduação;
  • Abertura da 1ª Unicalourada 2016, com palestra sobre “Humanização”, proferida pelo vice-reitor Antônio Alvimar Souza;
  • Lançamento oficial da 3ª Edição do Festival de Inverno – Circuito Lago de Irapé
  • Início das atividades do Mestrado Profissional em Desenvolvimento Econômico Estratégia Empresarial, do Departamento de Economia;

Abril

  • Outorga à Maternidade Maria Barbosa, do Hospital Universitário Clemente de Faria, do Prêmio de Direitos Humanos/2016, pela Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República;
  • 47º Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Ensino Superior – Região Sudeste, sediado na Unimontes;
  • Lançamento pela Editora Unimontes do livro “Cidade: Imprensa e História Oral: Pensando o Bairro Santos Reis e o Centro de Montes Claros”.
  • 2º Encontro “Educação e Sociedade da Informação, promoção da coordenação do curso de Pedagogia do Campus de Januária;

47º Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Publicas de Ensino Superior – Região Sudeste, sediado na Unimontes;

Maio

Seminário “Mulheres no mundo do trabalho e da construção de sua autonomia”, iniciativa da Pró-Reitoria de Extensão;

  • Assinatura de acordo com o Centro de Cooperação e Desenvolvimento do Instituto Federal Suíço de Tecnologia de Lausanne (EPFL). A solenidade contou com a presença do professor Jean Claude Bolay, da Cátedra da Organização das Nações Unidas para a Educação, Artes e a Cultura (Unesco);
  • Seminário “Mulheres no mundo do trabalho e da construção de sua autonomia”, iniciativa da Pró-Reitoria de Extensão;
  • Assinatura de protocolo de intenções com a Prefeitura de Sete Lagoas, para a oferta do curso de Pós-Graduação para profissionais da rede pública de ensino do município;
  • I Seminário Norte Mineiro para Formação de Professores de Ensino Religioso, iniciativa da Coordenação do Curso de Ciências da Religião;
  • Assinatura de Termo de Cooperação com a Universidade Católica Portuguesa, da cidade do Porto, no âmbito do Mestrado em Biotecnologia;

Julho

3º Festival de Inverno – Circuito Lago de Irapé, em Grão Mogol. Evento organizado pela Unimontes em parceria com a Prefeitura de Grão Mogol;

  • 1ª Semana de Integração Pedagogia e Tecnologia em Agronegócio – Campus de Paracatu;
  • I Workshop em Cromatografia, promovido pelo Departamento de Ciências Agrárias, no Campus de Janaúba;
  • 3º Festival de Inverno – Circuito Lago de Irapé, em Grão Mogol. Evento organizado pela Unimontes em parceria com a Prefeitura de Grão Mogol;
  • Solenidade Unificada de Outorga de Grau dos Cursos de Graduação do Campus Sede: 128 profissionais graduados em oito cursos.

Junho

  • X Seminário de Literatura Brasileira, com o tema “Literatura, Memória e Esquecimento”, promoção do Departamento de Comunicação e Letras e do Mestrado em Letras/Estudos Literários;
  • I Conferência de Assistência Estudantil, organizada pela Pró-Reitoria de Extensão em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE);
  • I Mostra “O Profissional Biólogo”, iniciativa do Curso de Ciências Biológicas do Campus de Unaí;
  • V Congresso em Desenvolvimento Social, com o tema “Estado, Meio Ambiente e Desenvolvimento”, organizado pela coordenação do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento Social;

I Conferência de Assistência Estudantil, organizada pela Pró-Reitoria de Extensão em parceria com o Diretório Central dos Estudantes (DCE);

Agosto

  • Evento “Agosto na Unimontes” – 5ª edição -, promovido no Museu Regional do Norte de Minas;
  • X Encontro das Águas, evento realizado com a parceria do Departamento de Geociências da Unimontes;
  • IV Colóquio Internacional de Povos e Comunidades Tradicionais, com o tema: “Estado, capital e territórios tradicionais: dinâmicas e territórios em disputa”;

Evento “Agosto na Unimontes” – 5ª edição -, promovido no Museu Regional do Norte de Minas;

Setembro

Assinatura do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (Coapes) para a oferta do primeiro programa de residência – Medicina Geral de Família e Comunidade – por meio da parceria entre a Unimontes, outras instituições de ensino superior e municípios e Governo de Minas Gerais.

  • Visita do subsecretário de Ensino Superior da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes), Márcio Rosa Portes, e do assessor de Relações Sindicais da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Carlos Calazans, à Unimontes;
  • 13º Fórum Biotemas na Educação Básica, iniciativa do Departamento de Estágios e Práticas Escolares;
  • Assinatura do Contrato Organizativo de Ação Pública Ensino-Saúde (Coapes) para a oferta do primeiro programa de residência – Medicina Geral de Família e Comunidade – por meio da parceria entre a Unimontes, outras instituições de ensino superior, municípios e Governo de Minas Gerais.
  • Recredenciamento UAB: Portaria n° 1.045 de 9 de setembro de 2016, publicada no diário oficial da união de 175, seção 1, realizou o recredenciamento da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) para oferta de cursos de superiores na modalidade a distância no âmbito da Universidade Aberta do Brasil (UAB) pelos próximos dez anos.

Outubro

  • Lançamento da campanha “Outubro Rosa”, de prevenção e combate ao câncer de mama, em parceria com o Projeto Presente;
  • XI Mostra Científica de Enfermagem, organizada pelo Departamento de Enfermagem;
  • 3º Encontro Internacional de Pesquisadores: Esporte, Saúde, Psicologia e Bem-Estar (Eipse);
  • Assinatura de Termo de Cooperação Acadêmica, Técnico-científica e Tecnológica com a Somai Nordeste S/A, parceria viabilizada por intermédio da Fundação de Desenvolvimento Científico e Tecnológico da Agropecuária Norte-Mineira (Fundetec).
  • Resolução Nº. 158 – CEPEx/2016: É facultada ao Colegiado dos cursos de graduação da Unimontes a inclusão no Projeto Político Pedagógico de disciplinas que contemplem atividades didáticas, módulos ou unidades de ensino aprendizagem de educação a distância, com carga horária máxima de 20% total do curso.

Lançamento da campanha “Outubro Rosa”, de prevenção e combate ao câncer de mama, em parceria com o Projeto Presente;

Novembro

Lançamento da campanha “Novembro Azul”, de prevenção e combate ao câncer de próstata, desenvolvida por meio da Coordenação de Apoio ao Estudante -CAE/ Pró-Reitoria de Extensão, em parceria com outras instituições;

  • Lançamento da campanha “Novembro Azul”, de prevenção e combate ao câncer de próstata, desenvolvida por meio da Coordenação de Apoio ao Estudante -CAE/ Pro-Reitoria de Extensão, em parceria com outras instituições;
  • XI Mostra Científica de Administração e Áreas Afins, promoção do Departamento de Ciências da Administração;
  • I Encontro de Libras e Literatura: “Caminhos para a Cidadania”, realizado no Campus de Almenara;
  • Fórum Técnico Startups em Minas – “A construção da nova política publica”;

Dezembro

  • XVI Jornada Científica de Odontologia, iniciativa do Departamento de Odontologia;
  • Visita ao reitor do prefeito eleito de Buritizeiro, Anderson Braga;
  • Visita ao reitor do prefeito eleito de Januária, Marcelo Félix Alves de Araújo;
  • Entrega ao vice-reitor Antonio Alvimar Souza da Medalha Matias Cardoso, conferida pelo Governo do Estado de Minas Gerais;
  • X Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão, com o tema “Responsabilidade Social: Indissociabilidade Ensino, Pesquisa e Extensão Universitária”. Evento contou com 3,5 mil participantes;
  • Visita da prefeita eleita de Bocaiúva, Marisa de Souza Alves, à universidade. Ela foi recebida em audiência com reitor João dos Reis Canela e com vice-reitor professor Antônio Alvimar Souza. Em pauta: a possibilidade de incrementar as parcerias entre o município e a Unimontes.
  • Solenidade de outorga de grau unificada dos cursos de graduação do campus sede, com a diplomação de 287 profissionais em 16 cursos.

Solenidade de outorga de grau unificada dos cursos de graduação do campus sede, com a diplomação de 287 profissionais em 16 cursos.

HINO

A Unimontes se consolida, cada vez mais, fortalecendo as atividades de ensino, pesquisa, extensão e de prestação de serviços. 
A instituição atua, prioritariamente, numa vasta região que abrange, atualmente, uma área superior a 196.000 km², correspondente a 40% da área total do Estado, incluindo as regiões Norte e Noroeste de Minas e os Vales do Jequitinhonha, do Mucuri e do Urucuia. Alcança 342 municípios e atende potencialmente uma população que ultrapassa a dois milhões de habitantes.

Veja mais

    Area de atuação

    Ensino

     Cursos de Graduação   
87

     Cursos Técnico-Profissionalizantes   
9

           Bolsas do PIBID         
(PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSAS DE INCENTIVO À DOCÊNCIA)
1.958

           Cursos de Graduação         
Alunos Matriculados
11.824

    Pesquisa

       Bolsas de Iniciação Científica      
(PIBIC/FAPEMIG/CNPQ, PIBIT BIC/UNI, PIBIC-EM, BIC-JÚNIOR,
BOLSAS ACOPLADA A PROJETOS DE PESQUISAS, BIC/CAMPI,
CIÊNCIA SEM FRONTEIRAS E PETROBRAS)
559

Bolsas de Produtividade em Pesquisa
       para Docentes da Unimontes      
(BIPDT/FAPEMIG)
32

                      Investimentos                      
R$ 4.072.186,29

    Extensão

      Atividades desenvolvidas em 2016    
Pessoas Atendidas:
458.850

     Programas/Projetos    
140

  Programas/Projetos em destaque: 

     Pessoas Atendidas:    7.797
     Pessoas Atendidas:    10.146
     Pessoas Atendidas:    19.648
     Pessoas Atendidas:    298.867
     Pessoas Atendidas:    15.356
     Pessoas Atendidas:   
2.185

    Pós-Graduação

Ampliação do Índice de Titulação Docente, atingindo 71,69% do corpo docente
qualificado em pós-graduação Stricto sensu.

   Mestrados Próprios   
16 cursos

   Doutorados Próprios   
3 cursos

   Bolsas de Mestrado e Doutorado   
173

   Mestres e Doutores   
803

   Investimentos em Cursos de Pós-Graduação   
R$ 4.295.672,95

Planejamento, Gestão e Finanças

      Investimentos      
(Construção e reformas)
R$ 13.620.129,52

Concurso Público
       para Professor      
637
vagas

PRINCIPAIS OBRAS EM EXECUÇÃO E CONCLUÍDAS EM 2016

  • Construção do Centro de Pesquisa em Ciências Humanas

  • Auditório da Unimontes (1144 m²)

  • Implantação do Serviço de Nutrição e Dietética_SND/HUCF (680 m²)

  • Construção do Cento Tecnológico – (664,84 m²)

Hopital Universitário Clemente de Faria

  Procedimentos realizados  
457.765

    Dados Gerais

*referência dos dados: janeiro a dezembro/2016

RESULTADOS 2016

Veja os resultados do ano de 2016.

ENSINO

A Pró-Reitoria de Ensino é responsável pelas propostas, acompanhamento e execução das diretrizes e das políticas específicas que visam o desenvolvimento das atividades de ensino no âmbito da Universidade. Compete a esta Pró-Reitoria assegurar a execução das atividades necessárias ao desenvolvimento do Ensino Superior, Profissional e Tecnológico.

Apresentação

A Pró-Reitoria de Ensino é responsável pelas propostas, acompanhamento e execução das diretrizes e das políticas específicas que visam o desenvolvimento das atividades de ensino no âmbito da Universidade. Compete a esta Pró-Reitoria assegurar a execução das atividades necessárias ao desenvolvimento do Ensino Superior, Profissional e Tecnológico, bem como estabelecer as diretrizes básicas e globais, visando a atender às demandas e potencialidades regionais, além de coordenar as ações dos cursos de graduação, observadas as orientações do Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI), do Projeto Político-Pedagógico Institucional (PPPI) e nos Projetos Político-Pedagógicos (PPP) de cada curso.

 

O atendimento desta Pró-Reitoria envolveu em 2016:

  • 53 cursos de Graduação Regulares;
  • 03 Cursos Superiores Tecnólogos;
  • 31 cursos de Graduação a Distância (UAB)
  • 09 cursos Técnicos de Formação Inicial e Continuada – PRONATEC
  • Aproximadamente 11.000 alunos matriculados.

A Unimontes conta com 56 cursos de graduação regulares.

Atividades Administrativas

Entre as principais ações realizadas no ano de 2016, destacam-se:

  • Assessoria e elaboração do processo de adesão da Unimontes ao SISU – Sistema de Seleção Unificada para provimento de vagas nos cursos de graduação presencial a partir do 1º semestre de 2016;
  • Reelaboração e aprovação da proposta que altera os critérios de matrículas nos cursos ofertados pela Universidade Estadual de Montes Claros – Unimontes, prevendo matrículas por disciplinas a partir do primeiro semestre de 2017.
  • Participação na finalização do PDI – Plano de Desenvolvimento Institucional da Unimontes.
  • Realização do 10º Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão (Fepeg);
  • Elaboração do Calendário Escolar da Unimontes para o ano de 2017, incluindo o de reposição.
  • Assessoria à Comissão Técnica de Concursos (Cotec) na elaboração de editais sob sua responsabilidade.
  • Emissão de pareceres referentes às situações didáticas e acadêmicas e de administração de docentes.
  • Acompanhamento do Sistema de Gestão Docente (SGD), GIZ e WEBGIZ.
  • Assessoria às Coordenações Didáticas e aos Departamentos que receberam as Comissões do Conselho Estadual de Educação para reconhecimento/renovação de reconhecimento, referente aos seguintes campi e cursos: Pedagogia – Brasília de Minas, Espinosa, Almenara, Paracatu e Montes Claros; Química – Bocaiúva; Tecnologia em Agronegócio – Paracatu; Letras-Português – Januária e Unaí; Matemática – Montes Claros; Ciências da Religião – Montes Claros; História – Montes Claros; Ciências Sociais – Montes Claros; Letras-Inglês – Januária; Engenharia Civil – Montes Claros; Ciências Biológicas – Unaí; Cursos de Licenciatura em Educação a Distância / Centro de Educação a Distância- CEAD, Montes Claros.
  • Autorização de funcionamento dos cursos: Tecnologia em Agronegócio em Pompéu e em Janaúba.
  • Acompanhamento da elaboração/reestruturação dos PPPs dos Cursos de Graduação.
  • REEDIÇÃO DO PIBID Edital Nº 61/2013 PIBID- Proposta 128297: O Pibid é uma iniciativa para o aperfeiçoamento e a valorização da formação de professores para a educação básica. O programa concede bolsas a alunos de licenciatura participantes de projetos de iniciação à docência desenvolvidos por Instituições de Educação Superior (IES) em parceria com escolas de educação básica da rede pública de ensino.
  • Elaboração dos processos e acompanhamento das Comissões do Conselho Estadual de Educação – CEE/MG, para autorização de funcionamento, reconhecimento ou renovação de reconhecimento.

CURSOS AVALIADOS PELO CEE/MG NO ANO DE 2016 (POR CENTRO)

CURSOLOCAL DE FUNCIONAMENTOCONCEITO
Letras-PortuguêsJanuáriaAguardando parecer
Letras-PortuguêsUnaíAguardando parecer
Ciências da ReligiãoMontes ClarosAguardando parecer
HistóriaMontes ClarosAguardando parecer
Letras InglêsJanuáriaAguardando parecer
PedagogiaBrasília de MinasAguardando parecer
PedagogiaEspinosaAguardando parecer
PedagogiaAlmenaraAguardando parecer
PedagogiaParacatuAguardando parecer
CURSOLOCAL DE FUNCIONAMENTOCONCEITO
PedagogiaMontes ClarosAguardando parecer
Engenharia CivilMontes ClarosAguardando parecer
QuímicaBocaiúvaAguardando parecer
Tecnologia em AgronegócioParacatuAguardando parecer
Tecnologia em AgronegócioPompéuAguardando parecer
Tecnologia em AgronegócioJanaubaAguardando parecer
MatemáticaMontes ClarosAguardando parecer
CURSOLOCAL DE FUNCIONAMENTOCONCEITO
Ciências SociaisMontes ClarosAguardando parecer
CURSOLOCAL DE FUNCIONAMENTOCONCEITO
Ciências BiológicasUnaíAguardando parecer
CURSOLOCAL DE FUNCIONAMENTOCONCEITO
Cursos de Educação a DistânciaMontes ClarosAguardando parecer

OBS.: Aguardando parecer oficial do Conselho Estadual de Educação do Estado de  Minas Gerais – CEE/MG.

Eventos Realizados

10º FEPEG – FÓRUM DE ENSINO, PESQUISA, EXTENSÃO E GESTÃO

Período: 14 a 17/12/2016
5.000 participantes

III Mostra de Salas Temáticas: “Programas e Projetos de Formação Docente: Contribuições da Unimontes para a Educação Básica”

Período: 14 a 17/12/2016
3.000 participantes

VI Seminário Institucional do PIBID/UNIMONTES

Período: 14 a 17/12/2016
3.000 participantes

V Seminário de Formação Continuada de Professores da Educação Básica

Período: 17 a 19/11/2016
3.000 participantes

III Mostra Científica Biotemas na Educação Básica/PIBID

Período: 17 a 19/11/2016
2.000 participantes

Projetos e Programas de Ensino

De Janeiro a Dezembro de 2016, os projetos de Ensino somaram mais de 66.700 atendimentos.

NOME DO PROJETO OBJETIVO PÚBLICO ATENDIDO
Laboratório de Estatística Aplicada Prover a comunidade acadêmica do Campus de Paracatu de um laboratório para o assessoramento de pesquisas estatísticas, bem como o ensino de normas e procedimentos na área. 150 pessoas
Multidisciplinaridade através de Sistemas robóticos Desenvolver o domínio de metodologias de ponta, e, principalmente, contribuir para formação de recursos humanos. 120 pessoas
Geologia nas Escolas Fornecer 50 coleções de minerais e rochas anualmente, para os Cursos de Geografia e Pedagogia da Unimontes no Campus de Montes Claros, Janaúba, Pirapora e Januária e para as escolas Públicas e da rede particular do município de Janaúba. 1.025 pessoas
Viveiro Educador do CRAD-Mata Seca Fornecer, anualmente, mudas para recuperar áreas degradadas superiores a 20 hectares. 2.550 pessoas
Laboratório de Estatística Aplicada-LABEMAT Contribuir para a renovação da prática educativa dos licenciados em Matemática, como forma de reduzir os índices de repetência, bem como difundir a concepção da disciplina como instrumento da cidadania e inserção social. 2.756 pessoas
Núcleo de Sociedade Inclusiva-NUSI Promover estratégias de inserção social nas áreas de educação, aos acadêmicos portadores de necessidades educacionais especiais da Unimontes com o propósito de implantar uma educação inclusiva. 8.576 pessoas
Subprojeto de Geografia Licenciatura Proporcionar aos alunos da licenciatura um contato direto com a realidade escolar e utilizar recursos lúdicos no processo ensino aprendizagem, proporcionando aos alunos da licenciatura o aprender e vivenciar a geografia. 3.058 pessoas
Subprojeto Interdisciplinar: Educação Inclusiva Fortalecer a formação inicial de professores no espaço da escola pública como campo de experiência na construção do conhecimento para docência na educação básica, para o atendimento dos alunos com necessidades educacionais especiais. 1.932 pessoas
Subprojeto de Ciências Biológicas- Carlos Chagas Incentivar a formação de professores para a educação básica; valorizar o magistério, incentivando os estudantes que optam pela carreira docente; elevar a qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciatura das instituições públicas de educação superior; inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública, promovendo a integração entre a educação superior e a educação básica. 414 pessoas
Subprojeto Oficinas do Jogo Intervir, de modo decisivo, na melhoria da formação dos licenciados em Educação Física da Unimontes e, consequentemente, de forma interdisciplinar, na melhoria do ensino dos conteúdos propostos para o ensino fundamental, além de visar a formação de novos pesquisadores intervencionistas com a divulgação deste projeto em congressos, simpósios e outros eventos, buscando a intervenção na comunidade escolar. 1.026 pessoas
Subprojeto Educação Artística Formar profissionais que compreendam os processos de construção, produção, sistematização e seleção dos conhecimentos necessários para a atuação competente, crítica e reflexiva no ensino das artes visuais, propiciando a vivência e a experiência docente, a fim de estimular as habilidades de criação, reflexão e percepção do mundo, bem como qualificar profissionais compromissados com a educação em nosso país. 1.681 pessoas
Subprojeto Alfabetização -Pedagogia Qualificar os licenciados, articular teoria e prática e buscar a intervenção da comunidade acadêmica de modo geral, bem com a intervenção da comunidade de origem das escolas de educação básica, num esforço de discutir, refletir e intervir na realidade diagnosticada em cada escola. 739 pessoas
Subprojeto Interdisciplinar Dança Educação. Oportunizar aos universitários e à comunidade em idade adulta, vivências em dança moderna e contemporânea, desenvolvendo artisticamente intervenções e espetáculos de dança. Entre as metas do projeto estão a divulgação da dança e da arte, produzida no âmbito da Unimontes, a formação de plateia e a complementação da experiência artística em dança para os universitários que interessam por esta manifestação artística. 1.187 pessoas
Subprojeto Espanhol “Língua e “Cidadania: linguagem e ação.” Promover aproximação acadêmico/escola, a fim de proporcionar uma formação acadêmica e profissional de qualidade, além de promover a formação continuada do professor da educação básica, através da aproximação deste professor com a academia, através de palestras, oficinas, minicursos e seminários. 726 pessoas
Subprojeto Matemática 1-PIDMAT Promover maior articulação entre a Unimontes e as escolas públicas da educação básica, que deverão atuar como parceiras e contribuir com a melhoria da qualidade da formação inicial dos futuros professores de matemática. 2.821 pessoas
Subprojeto Ciências Biológicas – Unaí Formar professores qualificados para a atuação no ensino fundamental e médio, propiciando-lhes a aquisição de conhecimentos teóricos e práticos fundamentais, bem como os meios para o exercício da investigação científica e do saber aplicado nestas áreas. Visa, ainda, integrar os alunos à realidade educacional, capacitando-os para enfrentá-la e nela intervir, através de uma formação orientada pelos valores éticos. 1.206 pessoas
Subprojeto Matemática 2-Geometria Dinâmica Estudar e aplicar novas metodologias e também pesquisar novas formas para resgatar e valorizar o ensino da Geometria/Matemática, o que visará criar uma forma híbrida e balanceada em que se combinem a sala de aula com os meios virtuais/interativos de construção de conhecimento. 2.208 pessoas
Subprojeto Ciências em Rede Preparar didático, pedagógica e tecnológicamente os futuros professores do curso de Ciências Biológicas para atuarem em escolas públicas de educação básica, no ensino de ciências, aliando teoria e prática nas modalidades presencial e a distância. Proporciona aos acadêmicos uma formação científica e tecnológica, ampliando seus espaços de atuação profissional e preparando-os para serem professores pesquisadores e capacitados para intervirem na prática pedagógica da escola contemplada no programa, bem como oferecer formação continuada aos docentes da escola envolvida. 2.167 pessoas
Subprojeto Laboratório de Atividades Lúdicas Intervir, de modo decisivo, na melhoria da formação dos licenciados em Educação Física da Unimontes e consequentemente, de forma interdisciplinar, na melhoria do ensino dos conteúdos propostos para o ensino fundamental, além de visar à formação de novos pesquisadores intervencionistas com a divulgação deste projeto em congressos, simpósios e outros eventos, buscando a intervenção na comunidade escolar. 1.174 pessoas
Subprojeto Intervenções Filosóficas e Núcleo de Ensino e Extensão em Filosofia Realizar uma reflexão sobre a atuação do professor frente às mudanças ocorridas no campo cultural nos últimos tempos. 1.053 pessoas
Subprojeto Física- Bocaiúva Possibilitar aos educados com defasagem de aprendizagem em física, do ensino médio da Escola Estadual Zinha Meira, um ensino diferenciado, que privilegiará o ensino da física moderna e suas especificidades, através de monitorias que serão realizadas, periodicamente, pelos acadêmicos, licenciandos do curso de física. 1.159 pessoas
Subprojeto Conversando com a Geografia através de desenhos animados: uma estratégia divertida Introduzir desenhos animados no cotidiano das aulas de geografia, pois os mesmos fazem parte da realidade desses alunos e apresentam uma imensa gama de recursos tecnológicos capazes de tornar a aula mais dinâmica e interessante. 1.029 pessoas
Subprojeto Interdisciplinar: Orientação e educação para a saúde numa abordagem interdisciplinar: Obesidade e Transtornos alimentares na adolescência Melhorar substancialmente as práticas pedagógicas de ensino dos acadêmicos, além de incitar a formação de pesquisadores no âmbito escolar, promovendo a participação em congressos, simpósios, publicação de artigos científicos em revistas; reflexos de uma intervenção na comunidade escolar de maneira efetiva, buscando incessantemente uma formação reflexiva e crítica para o licenciado destes referidos curso. 715 pessoas
Subprojeto Filosofia e Pedagogia: as diversas intervenções e interdisciplinaridade na escola ” Propiciar aos acadêmicos de Pedagogia – Campus Janaúba, uma formação qualificada rica em “ferramentas intelectuais”, contribuindo assim para um profissional mais completo e bem preparado no ingresso do magistério. 2.775 pessoas
Subprojeto Filosofia, Ciências da Religião – MOC Proporcionar uma formação docente para os licenciandos em Filosofia, Ciências da Religião e Pedagogia, que possibilite uma melhora significativa na prática ensino aprendizagem das disciplinas Filosofia e Ciências da Religião na Educação Básica tendo como suporte a área de conhecimento pedagógico que promoverá a interdisciplinaridade. 1.103 pessoas
Subprojeto Interdisciplinar Educação Física e Artes Música Intervir, de modo decisivo, na melhoria da formação dos licenciados em Educação Física e Artes – Música da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) e, consequentemente, de forma interdisciplinar, na melhoria do ensino dos conteúdos propostos para o ensino fundamental, além de visar à formação de novos pesquisadores intervencionistas com a divulgação deste projeto em congressos, simpósios, revistas, dentre outros. Buscando a intervenção na comunidade escolar, valorizando a reflexão, compreensão e a pesquisa durante a prática pedagógica intervencionista. 714 pessoas
Subprojeto Letras Português- Espinosa Contribuir para a formação integral do futuro docente de Língua Portuguesa, a partir de sua inserção na escola pública durante o processo de formação inicial no curso de Licenciatura em Letras Português. 902 pessoas
Subprojeto Letras Português- Januária Contribuir para a formação integral do futuro docente de Língua Portuguesa, a partir de sua inserção na escola pública durante o processo de formação inicial no curso de Licenciatura em Letras Português. 722 pessoas
Subprojeto Tópicos de Informática na Matemática Básica e Vice-Versa – Top InfoMat Incentivar a formação de professores para a educação básica; valorizar o magistério, incentivando os estudantes que optam pela carreira docente; elevar a qualidade das ações acadêmicas voltadas à formação inicial de professores nos cursos de licenciatura das instituições públicas de educação superior; inserir os licenciandos no cotidiano de escolas da rede pública de educação, promovendo a integração entre educação superior e educação básica. 1.062 pessoas
Subprojeto Matemática-São Francisco Oportunizar aos acadêmicos do curso de matemática a orientação dos estudantes da Escola Estadual Jacinto de Magalhães, possibilitando a eles uma experiência de ensino que relacionem os resultados de seus estudos de formação, e uma estratégia política de melhoria da educação básica, fundamentada nos recursos oferecidos pela Prova Brasil e fazendo uso da informática. 548 pessoas
Subprojeto Alfabetização e Letramento- Januária Contribuir com a melhoria na formação inicial dos acadêmicos licenciandos em Pedagogia, possibilitando que estes possam vivenciar a prática pedagógica e, a partir dessa vivência, reflitam e construam uma formação profissional sólida ao futuro professor da educação básica. 737 pessoas
Subprojeto Alfabetização e Letramento –Montes Claros Contribuir com a melhoria na formação inicial dos acadêmicos licenciandos em Pedagogia, possibilitando que estes possam vivenciar a prática pedagógica e, a partir dessa vivência, reflitam e construam  uma formação profissional sólida ao futuro professor da educação básica 519 pessoas
Subprojeto Alfabetização e Letramento-Paracatu Contribuir com a melhoria na formação inicial dos acadêmicos licenciandos em Pedagogia, possibilitando que estes possam vivenciar a prática pedagógica e, a partir dessa vivência, reflitam e construam  uma formação profissional sólida ao futuro professor da educação básica. 1.009 pessoas
Subprojeto PIBIDQUÍMICA Melhorar a aprendizagem da disciplina Química e estreitar laços entre os recursos humanos da Unimontes. 2.748 pessoas
Subprojeto História-Montes Claros Inserir-se de modo significativo e determinante como mais um instrumento pedagógico e teórico-metodológico na formação dos licenciados do curso de História da Unimontes e também como mecanismo facilitador e catalisador na interpretação e compreensão dos conhecimentos históricos trabalhados pelos professores na rede estadual de ensino na cidade de Montes Claros, no nível do ensino fundamental. 934 pessoas
Subprojeto Historia-São Francisco Contribuir com a formação do licenciando em História e com a melhoria do ensino de História nas escolas públicas. 1.216 pessoas
Subprojeto: “Ensino Religioso e Diversidade Religiosa” Propiciar uma formação qualificada para os licenciados em Ciências da Religião da Unimontes e, por extensão, oportunizar intervenções inovadoras a partir do modelo do Ensino Religioso na Educação Fundamental. 1.256 pessoas
Subprojeto Desvendando os Segredos do Texto: a leitura e a produção textual na escola. Contribuir para a formação integral do futuro docente de Língua Portuguesa, a partir de sua inserção na escola pública durante o processo de formação inicial no curso de Licenciatura em Letras Português. 1.553 pessoas
Subprojeto Letras Inglês-Unaí Intervir, de modo decisivo, na melhoria da formação dos licenciados em Letras/Inglês, da Unimontes/Campus Unaí e obter, como resultado, a melhoria do ensino de Inglês no nível básico (fundamental e médio), além de contribuir na formação de novos pesquisadores na área. 1.777 pessoas
Subprojeto Letras/Português –Francisco Sá Contribuir para a formação de professores do curso de licenciatura Letras/Português da Unimontes para atuar na educação básica a partir da aprendizagem através da pesquisa. 2.123 pessoas
Subprojeto Educação Matemática nas Séries Iniciais: Desafios, necessidades e implicações da formação inicial e continuada de professores- Espinosa Contribuir para a melhoria na formação inicial dos acadêmicos licenciandos em Pedagogia, orientando a prática pedagógica dos futuros professores da educação básica. 977 pessoas
Subprojeto Pedagogia- Brasília de Minas Contribuir para a melhoria da formação dos acadêmicos da licenciatura em Pedagogia da Unimontes e, por conseguinte, na melhoria do ensino básico, nos níveis fundamental e médio das escolas públicas, visando melhores índices de aprendizagem de leitura e escrita. 1.540 pessoas
Subprojeto Alfabetização e Letramento- Janaúba Intervir, de forma significativa na melhoria da formação dos licenciados em Pedagogia da Unimontes, futuros professores alfabetizadores, buscando atender a atribuição dada aos cursos superiores de pedagogia pelas Diretrizes Curriculares Nacionais, que assumem a formação de professores atuantes na educação básica, essencialmente em creches, em pré-escolas, nas primeiras quatro séries do ensino fundamental e nos cursos normais de nível médio. 1.416 pessoas
Subprojeto Artes Música-Montes Claros Incentivar a docência e proporcionar aos acadêmicos do curso de música uma oportunidade impar para o contato direto com a sala de aula, materializando os conhecimentos adquiridos na academia e melhorando a formação docente. 1.645 pessoas

Cursos em 2016

A Unimontes conta com um total de 96 cursos regulares, incluindo graduações e cursos técnicos. Ao todo, são mais de 10.700 alunos matriculados.

CENTRO DE CIÊNCIAS HUMANAS – CCH

Artes Música Licenciatura Montes Claros
Artes Teatro Licenciatura Montes Claros
Artes Visuais Licenciatura Montes Claros
Ciências da Religião Licenciatura Montes Claros
Filosofia Licenciatura Montes Claros
Geografia Licenciatura Montes Claros
Pirapora
História Licenciatura Montes Claros
São Francisco
Letras/Espanhol Licenciatura Montes Claros
Letras/Inglês Licenciatura Montes Claros
Januária
Unaí
Letras/Português Licenciatura Almenara
Espinosa
Januária
Montes Claros
Unaí
Pedagogia Licenciatura Almenara
Brasília de Minas
Espinosa
Janaúba
Januária
Montes Claros
Paracatu
Pirapora

CENTRO DE CIÊNCIAS BIOLÓGICAS – CCBS

Ciências Biológicas Bacharelado Montes Claros
Licenciatura Montes Claros
Licenciatura Unaí
Educação Física Licenciatura Januária
Bacharelado Montes Claros
Licenciatura Montes Claros
Enfermagem Bacharelado Montes Claros
Medicina Bacharelado Montes Claros
Odontologia Bacharelado Montes Claros

CENTRO DE CIÊNCIAS SOCIAIS APLICADAS – CCSA

Administração Bacharelado Montes Claros
Brasília de Minas
Ciências Contábeis Bacharelado Montes Claros
Salinas
Ciências Econômicas Bacharelado Montes Claros
Ciências Sociais Bacharelado Montes Claros
Direito Bacharelado Montes Claros
Serviço Social Bacharelado Montes Claros

CENTRO DE CIÊNCIAS EXATAS E TECNOLÓGICAS – CCET

Agronomia Bacharelado Janaúba
Engenharia Civil Bacharelado Montes Claros
Engenharia de Sistemas Bacharelado Montes Claros
Física Licenciatura Bocaiúva
Matemática Licenciatura Joaíma
Montes Claros
São Francisco
Química Licenciatura Bocaiúva
Sistemas de Informação Bacharelado Montes Claros
Zootecnia Bacharelado Janaúba

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA – CEPT

TECNÓLOGOS

Tecnologia em Agronegócios Tecnólogo Paracatu
Tecnologia em Gestão Pública Montes Claros
Tecnologia em Gestão Pública Pompéu

CURSOS TÉCNICOS

CURSO MODALIDADE LOCAL DE FUNCIONAMENTO
Curso de Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Saúde Bucal – TSB Presencial Montes Claros
Educação Profissional Técnica de Nível Médio em Enfermagem Presencial Montes Claros
Curso de Formação Inicial e Continuada em Assistente Administrativo Presencial Montes Claros, Manga, Januária, Mato Verde, Ibirité, Matozinhos, Vespasiano, Mateus Leme, Igarapé, Ribeirão das Neves e Esmeraldas
Curso de Formação Inicial e Continuada em Agente Comunitário de Saúde Presencial Montes Claros, Capitão Enéas, Buenópolis, São João da Ponte e Januária
Curso de Formação Inicial e Continuada em Recepcionista em Serviços de Saúde Presencial Montes Claros,Varzelândia, Lontra, Manga, Mato Verde e São João da Ponte
Curso de Formação Inicial e Continuada em Agente de Combate a Endemias Presencial Montes Claros, Varzelândia, Lontra, Mato Verde, São João da Ponte, Janaúba, Capitão Enéas e Buenópolis
Curso de Formação Inicial e Continuada em Assistente de RH Presencial Montes Claros
Curso de Formação Inicial e Continuada em Balconista de Farmácia Presencial Montes Claros
Curso de Formação Inicial e Continuada em Gerência em Saúde Presencial Montes Claros

CURSOS A DISTÂNCIA

Administração (PNAP) Bacharelado Almenara
Urucuia
Ciências da Religião Licenciatura Janaúba
Pedra Azul
Ciências Sociais Licenciatura Francisco Sá
Itamarandiba
São João da Ponte
Educação Física Licenciatura Cristália
Janaúba
Pedra Azul
Pompéu
Urucuia
Geografia Licenciatura Itamarandiba
Pompéu
História Licenciatura Almenara
Carlos Chagas
Cristália
Urucuia
Letras Espanhol Licenciatura Mantena
Letras Inglês Licenciatura Almenara
Janaúba
Letras Português Licenciatura Buritizeiro
Cristália
Francisco Sá
Itamarandiba
Pedra Azul
Pedagogia Licenciatura Carlos Chagas
Janaúba
Januária
Pedra Azul
Pompéu

TOTAL GERAL DE CURSOS

GRADUAÇÃO REGULAR

 MODALIDADE Nº DE CURSOS
Bacharelado  18
Licenciatura  35
Tecnológico  03
TOTAL DE CURSOS  56

 

GRADUAÇÃO A DISTÂNCIA

MODALIDADE Nº DE CURSOS
Bacharelado  02
Licenciatura 29
TOTAL DE CURSOS 31

 

TÉCNICO PRESENCIAL

MODALIDADE Nº DE CURSOS
Técnicos 09
TOTAL DE CURSOS 09

 

TOTAL GERAL DE CURSOS 96

 

 TOTAL DE ALUNOS MATRICULADOS

CURSOS QUANTIDADE
Graduação – Regulares 7.879
Graduação – A Distância 1.254
Técnicos Regulares 1.649
Total de alunos matriculados Unimontes 10.782

 

METODOLOGIA/MEMÓRIA DE CÁLCULO
Na contagem dos cursos regulares e a distância de graduação consideram-se cada curso oferecido nos Campis/núcleo.

CEAD

A educação a distância constitui um dos pilares da atuação da Unimontes, perfeitamente sintonizada com as mudanças e inovações tecnológicas. Os cursos desse modelo são ministrados por intermédio do Centro de Educação a Distância (CEAD), que conta com diversos pólos nas regiões onde a Universidade está inserida.    

Municípios e Cursos atendidos

Graduações: 9 cursos
Alunos da graduação: 1.030 alunos
Presente em 13 municípios

Cursos por municípios

Centro de Educação a Distância (CEAD)

Os cursos de educação a distância da Unimontes são reconhecidos pelo Ministério da Educação. Através da portaria ministerial nº 1.065, assinada 25 de maio de 2006, pelo então ministro Fernando Haddad, foi formalizado o credenciamento definitivo da Universidade Estadual de Montes Claros para oferta de cursos superiores a distância em todo o Estado de Minas Gerais.

Em 2016, o Centro de Educação a Distância (CEAD) atendeu 1.030 alunos em 09 cursos numa abrangência de 13 municípios. Os cursos foram viabilizados dentro do Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), com recursos financeiros da ordem de R$ 3.351.100,00 liberados pelo Governo Federal.

Durante o ano foram capacitados 120 profissionais para atuarem nos projetos de educação a distância.

Polos atendidos - EAD Unimontes

Alunos

Acadêmicos por curso

PÓS-GRADUAÇÃO

A Pró-reitoria de Pós-graduação da Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes) foi criada pelo Decreto 45.536, da Assembleia Legislativa do Estado de Minas Gerais, em 8 de fevereiro de 2011. Até então, suas ações eram parte integrante da Pró-reitoria de Pesquisa.

Apresentação

A pós-graduação na Unimontes estrutura-se em duas modalidades: pós-graduação Lato sensu (cursos de especialização ou similares direcionados à capacitação profissional ou científica e programas de residências médicas e multiprofissional) e pós-graduação Stricto sensu – mestrado e doutorado, direcionados à formação de recursos humanos altamente qualificados, com vistas ao ensino, à pesquisa e ao desenvolvimento científico, tecnológico e a inovação. Entre os objetivos da Pró-Reitoria estão: promover a qualificação de recursos humanos por meio de cursos de especialização, de mestrado e de doutorado (próprios ou interinstitucionais) e promover o intercâmbio técnico e científico da pós-graduação na Unimontes com outras instituições brasileiras ou internacionais, além de viabilizar condições de fomento, sob a forma de bolsas de estudos no Brasil e no exterior para a capacitação de recursos humanos qualificados nas diversas áreas de atuação da Unimontes.

Atividades Desenvolvidas

Atividades Científicas ou de Extensão ou de Ensino

  • Reunião dos Professores e Coordenadores dos Mestrados e Doutorados da Unimontes.
  • Encontro com Coordenadores e Professores de Cursos Stricto sensu para socialização de experiências.
  •  Solenidade de comemoração da milésima tese/dissertação defendidas.

Principais Atividades Administrativas

  • Aprovação do Mestrado Profissionais em Desenvolvimento Econômico e Estratégia Empresarial;
  • Aprovação do Mestrado Profissionais em Saúde Coletiva e Saúde da Família/Medicina Comunitária;
  • Implementação do Doutorado Interinstitucional / Dinters: Administração com a
  • Acompanhamento da finalização dos três Doutorados Interinstitucionais – Dinters em Ciências da Religião/PUC-SP, Ciências Sociais/UERJ, e Geografia/PUC-MG.
  • Implementação e acompanhamento de Bolsas de Mestrado e Doutorado Individuais.

Eventos Realizados

NOME/TEMA PERÍODO Nº DE PARTICIPANTES
X Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão 15/12/2016 3.000
Seminário da Pós Graduação 17/03/2016 200

Ações Realizadas

Em 2016, a Unimontes ampliou de dezoito para 19 o número de cursos stricto sensu próprios. A instituição conta com 16 mestrados e três doutorados. São oito mestrados profissionais nas áreas de:  Biotecnologia,  Cuidado Primário da Saúde, Letras- Estudos Linguísticos (ProfLetras), Modelagem Computacional, Sistemas, Sociedade, Ambiente e Território (em parceria com a UFMG), Desenvolvimento Econômico e Estratégia Empresarial, Saúde Coletiva e Saúde da Família/Medicina Comunitária e o Mestrado Profissional em Filosofia, o mais recente da Unimontes.

A instituição alcançou oito mestrados acadêmicos: Ciências Biológicas, Ciências da Saúde, Desenvolvimento Social, História, Letras (Estudos Literários), Produção Vegetal no Semiárido,  Zootecnia,  Geografia.  Estão em funcionamento três doutorados: Ciências da Saúde, Produção Vegetal no Semiárido e Desenvolvimento Social.

A Universidade finalizou três processos de Doutorados Interinstitucionais: em Geografia, parceria com a Pontifícia Universidade Católica de Minas (PUC Minas); em Ciências Sociais, por meio de parceria com a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ); e em Ciências da Religião, com a PUC/SP. Foram iniciadas as atividades o Doutorado Interinstitucional em Administração com a UNB, com recursos financeiros advindos da Fapemig e da Capes/MEC.

Foram Implementadas novas turmas de cursos de especialização no município de Sete Lagoas (MG), com oferta de quatro cursos, a saber: 1) Filosofia da educação; 2) Educação Matemática; 3) Libras – Língua Brasileira de Sinais, 4) Alfabetização e letramento.

Foi  Criado e implementado o Curso de Pós-graduação Lato Sensu gratuito em Gestão Pública, com 40 vagas, voltadas para servidores e  instituições públicas estaduais, como Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Secretaria de Saúde, sob coordenação do Departamento de Administração.

Também foi  implementada a Pós-Graduação Lato Sensu gratuita em Lazer, com 35 vagas para profissionais de diversas áreas do conhecimento, de responsabilidade do Departamento de Educação Física.

Foi dada continuidade às atividades do Curso de Pós-Graduação Lato Sensu gratuita em Didática e Metodologia do Ensino Superior, com 3 turmas em andamento.

Cursos de Especialização

Foram oferecidos 27 cursos e atendidos 752 acadêmicos.

Cursos Pós-Graduação Strictu Sensu

Relação de Alunos Matriculados Mestrados/Doutorados da Unimontes em 2016.

Cursos Pós-Graduação Strictu Sensu Interinstitucionais

CURSO CENTRO/DEPARTAMENTO IES PROPONENTE
Dinter em Ciências Sociais CCSA/CIÊNCIAS SOCIAIS UERJ/RJ
Dinter em Ciências da Religião CCH/FILOSOFIA PUC/SP
Dinter em Geografia CCH/GEOCIÊNCIAS PUC/MINAS

Novos Cursos com Matriculas em 2016 e Início das Aulas em 2017

Mestrado Profissional em Filosofia – Prof-filosofia – 14 aprovados

 
Mestrado Profissional em Saúde- Prof-saúde – 8 aprovados

Demonstrativo de Professores por Escolaridade

Titulação do Corpo Docente da Unimontes

Investimento por Modalidade/Instituição

Relação de Defesas Realizadas

Número de defesas realizadas Mestrados/Doutorados até Dezembro de 2016 nos cursos próprios da Unimontes

Bolsas – Mestrados/Doutorado da Unimontes

CENTRO DE EDUCAÇÃO PROFISSIONAL E TECNOLÓGICA (CEPT/UNIMONTES)

A maior escola de educação profissional na área de saúde da região, com mais de 11 mil alunos formados, a instituição oferece tradicionalmente cursos de Técnico em Enfermagem, Saúde Bucal e Vigilância Sanitária, até os cursos mais contemporâneos como de Técnico em Análises Clínicas, Citologia e Gestão em Serviços de Saúde.

Cursos com recursos do Pronatec

O Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC), foi criado em 2011, pela Lei 11513/2011, com o objetivo de expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de educação profissional e tecnológica no país, visando ampliar as oportunidades educacionais e profissionais de jovens, trabalhadores e beneficiários de programas de transferência de renda. Os cursos do PRONATEC são ofertados de forma gratuita.

A Escola Técnica de Saúde, do Centro de Educação Profissional e Tecnológica – ETS/CEPT/Unimontes, tem como parceiros: o Ministério da Educação, através da Secretaria de Educação Profissional e Tecnológica, o Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Secretarias de Estado e Municípios.

  • Cursos técnicos concomitantes: têm por objetivo contribuir para a melhoria da qualidade do ensino médio público, por meio da articulação com a educação profissional. Os 340 alunos matriculados nos cursos técnicos em Enfermagem, Gerência em Saúde e Saúde Bucal são oriundos de escolas públicas, matriculados no 2º ou 3º ano do Ensino Médio. Esse quantitativo foi pactuado para 2015-2016 somente na cidade de Montes Claros.
  • Cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC): têm como finalidade a inserção de jovens, adultos e trabalhadores na vida produtiva e social, buscando atender às demandas do mercado e setores produtivos, em consonância com a realidade local, regional e nacional. Em 2016 foram 1.020 matriculados em diversos cursos de qualificação profissional. A seleção dos alunos foi realizada através do encaminhamento do INSS, bem como ACESSUAS, que também realizaram o cadastramento e a pré-matrícula dos mesmos no Sistema Nacional de Informações da Educação Profissional e Tecnológica – SISTEC.

Atividades administrativas

  • Realização dos processos seletivos simplificados para recrutamento dos professores do Pronatec.
  • Ampliação da oferta dos cursos do Pronatec.
  • Oferta de curso Técnico de Gerência em Saúde e do curso de Formação Inicial e Continuada em Recepcionista em Serviços de Saúde com recurso próprio.
  • Retomada da obra de reforma/ampliação do CEPT.
  • Participação, dos Coordenadores e Supervisores, de visitas às Unidades Remotas onde funcionam os cursos do Pronatec oferecidos pela ETS/CEPT/Unimontes, bem como dos eventos de abertura e encerramento dos cursos.

Atividades realizadas pela direção

  • Envolvimento na continuidade da discussão do Projeto de Lei que regulamenta a relação entre as Instituições Públicas de Ensino, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado e as Fundações de Apoio, no âmbito da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (SEDECTES/MG).
  • Negociação, junto à SEDECTES/MG, para a implementação de 11 cursos técnicos em enfermagem, nos municípios de Ribeirão das Neves, Vespasiano, Lagoa Santa, Mateus Leme, Esmeraldas, Ibirité e Minas Novas, com recursos da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG).
  • Reuniões na SEDECTES/MG e na SEE/MG, em Belo Horizonte, sobre a implementação do Pronatec.
  • Participação de reunião com o Subsecretário de Ensino Superior da SEDECTES/MG, Professor Márcio Portes, no Conselho Estadual de Educação de Minas Gerais.
  • Participação de Reunião Técnica na SETEC/MEC, em Brasília, sobre o Pronatec, juntamente com o Subsecretário de Ensino Superior da SEDECTES/MG, Professor Márcio Portes.
  • Visita, junto ao Diretor do CEAD/Unimontes, Professor Fernando Guilherme Veloso Queiróz, de visita ao Complexo Penitenciário PPP, em Ribeirão das Neves, sobre a possibilidade de oferta de cursos profissionalizantes na Unidade.
  • Participação em reunião para definição dos eixos temáticos das escolas do Programa Brasil Profissionalizado, em Belo Horizonte.
  • Participação de reuniões do Grupo de trabalho em educação profissional, promovidas pela e SEDECTES/MG, SEE/MG e Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, em Belo Horizonte.
  • Participação no Seminário Formação Técnica em Vigilância em Saúde, promovido pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro.
  • Participação em reunião dos Representantes da Comissão Geral de Coordenação da RET-SUS, em Brasília-DF.
  • Participação em rodada de apresentação para os Diretores das Escolas Técnicas do Sudeste, do Observatório Caminhos do Cuidado, em Belo Horizonte.
  • Participação em reunião do Conselho Estadual de Ciência e Tecnologia (CONECIT).

Cursos com recursos próprios

  • Janeiro de 2016 – abertura de edital de processo simplificado para designação de docentes para atuarem nos cursos Técnico de Gerência em Saúde e de Formação Inicial e Continuada (FIC) de Recepcionista em Serviços de Saúde.
  • O processo seletivo de alunos para os dois cursos ocorreu em maio/2016, com 120 alunos matriculados (60 alunos por modalidade).
  • Agosto de 2016 – realização da certificação de 28 alunos do curso FIC de Recepcionista em Serviços de Saúde. No mesmo mês, foi aberto novo edital para 60 vagas para o curso FIC de Recepcionista em Serviços de Saúde.

Relação de cursos realizados – PRONATEC – matriculados em 2015 e formados em 2016

Eventos realizados e/ou participados

  • Fepeg 2016
  • Oficinas Pronatec
  • Fórum Técnico Plano Estadual de Educação
  • Capacitação EducaCenso
  • Rodada de apresentação para os Diretores das Escolas Técnicas do Sudeste, do Observatório Caminhos do Cuidado, em Belo Horizonte.
  • Seminário do Grupo de trabalho em educação profissional, promovido pela e SEDECTES/MG, SEE/MG e Secretaria de Estado de Trabalho e Desenvolvimento Social, em Belo Horizonte.
  • Seminário Formação Técnica em Vigilância em Saúde, promovido pela Escola Politécnica de Saúde Joaquim Venâncio, da Fundação Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro.

Relação de cursos realizados – PRONATEC – matriculados em 2016 e formados em 2016

Eventos dos cursos técnicos e FIC

Novembro/2016 – Encerramento do curso de Agente Combate a Endemias do Campus Unimontes de Brasília de Minas.
Novembro/2016 – O polo de Varzelândia também comemorou a finalização exitosa das atividades do Pronatec/Unimontes na cidade.
Novembro/2016 – Encerramento no campus de São Francisco, com alunos da turma de Agente de Combate às Endemias.
Novembro/2016 – Encerramento do curso Bovinocultor de Corte campus Janaúba.
Novembro/2016 – Curso Bovinocultor de corte, campus Janaúba, realiza visita técnica com o tema confinamento na Fazenda Califórnia – JaíbaMG.
Visita Técnica ao Centro de Tratamento de Esgoto da COPASA realizada pelos alunos do Curso de Agente de Combate às Endemias do Polo de Brasília de Minas.
Outubro/2016 – A turma do Curso FIC de Agente de Combate às Endemias, do polo de Japonvar, realizou no dia 24/10, visita à sede da vigilância Epidemiológica do município.
Outubro/2016 – Encerramento Curso FIC de Assistente Administrativo curso polo de Lontra.
Outubro/2016 – Encerramento Curso FIC de Assistente Administrativo no polo de Manga.
Outubro/16 – Encerramento Curso FIC de Assistente Administrativo do polo de Varzelândia.
Outubro/2016 – Encerramento Curso FIC de Assistente Administrativo do campus de Bocaiúva.
Outubro/2016 – Encerramento Curso FIC de Assistente Administrativo do campus de Brasília de Minas.
Outubro/2016 – ETS/Unimontes fez a abertura de novas turmas dos cursos Cuidador de Idoso, Técnico em Enfermagem, Técnico em Saúde Bucal e Técnico em Gerência em Saúde, pelo PRONATEC. Estiveram presentes duzentos e dez estudantes, professores, apoios, supervisores, orientadores e Coordenação do Programa. Sede Montes Claros.
Setembro/2016 – Seminário com o tema Eutanásia do curso Técnico em Enfermagem – Escola Técnica de Saúde – Sede Montes Claros
Setembro/2016 – Encerramento dos cursos FICs Atendente Judiciário, Recursos Humanos e Cuidador de idoso – Turma Montes Claros
Setembro/2016 – Palestra com a psicóloga Mayara, com o tema Autoestima, para os alunos do curso Técnico em Gerência em Saúde, polo Montes Claros.
Agosto/2016 – Encerramento da Turma do Curso FIC/Pronatec de Agente Comunitário de Saúde na cidade de São João da Ponte-MG
Agosto/2016 –Abertura de Cursos de Formação Inicial e Continuada no Polo São Francisco:
Agosto/2016 –Abertura de Cursos de Formação Inicial e Continuada no Polo Varzelândia:
Agosto/2016 –Abertura de Cursos de Formação Inicial e Continuada no Polo Bocaiúva:
Agosto/2016 –Abertura de Cursos de Formação Inicial e Continuada no Polo Pirapora:
Julho/2016 – Aula inaugural dos Cursos de Formação Inicial e Continuada em Atendente de Judiciário, Assistente Administrativo, Auxiliar de Recursos Humanos e Cuidador de Idoso, reunindo cento e vinte alunos em cada turno (matutino e vespertino) – Sede
Julho/2016 – Polo Buenópolis da turma de Agente Comunitário de Saúde.
Julho/2016 – Término do 1º Módulo do Curso Técnico em Gerência em Saúde – Turma Montes Claros.
Maio/2016 – Encerramento do Curso de Formação Inicial e Continuada no polo de São João da Ponte.
Maio/2016 – Encerramento do Curso de Formação Inicial e Continuada no polo de São João da Ponte.
Maio/2016 – Semana da Enfermagem – Pronatec/Unimontes. Turmas de Montes Claros
Maio/2016 – Semana da Enfermagem – Pronatec/Unimontes. Turmas de Montes Claros
Abril/2016 – Encerramento do Curso de Recepcionista de Serviços de Saúde turma de Montes Claros.
Abril/2016 – Encerramento dos cursos FIC/Varzelandia.
Março/2016 – Ação contra a Dengue na cidade de Buenópolis realizada pelos alunos do curso de Agente comunitário de Saúde.
Março/2016 – Encerramento do curso de Assistente Administrativo
Fevereiro/2016 – Visita ao Centro de Zoonoses – turma Agente de Combate às Endemias – Montes Claros.
Janeiro/2016- Turma de Varzelândia – entrega de Material didático.
Janeiro/2016- Turma de São João da Ponte – encerramento
Janeiro/2016 – Aula inaugural da turma de Técnico em Enfermagem
Janeiro/2016 – Aula inaugural da turma de Técnico em Gerência em Saúde

CURSOS DE GRADUAÇÃO

CURSO MODALIDADE LOCAL DE FUNCIONAMENTO MATRICULADOS FORMADOS
Cursos Superior de Tecnologia em Gestão Pública Presencial CEPT-ETS 156 1 (colação extemporânea)
Cursos Superior de Tecnologia em Gestão Pública Presencial Pompéu 98 25
Curso Superior de Tecnologia em Agronegócio Presencial Paracatu 87

CURSOS TÉCNICOS DE NÍVEL MÉDIO – Com recursos próprios da Unimontes – início em maio de 2016

CURSO MODALIDADE LOCAL DE FUNCIONAMENTO TURMA
Curso Técnico em Gerência em Saúde Presencial CEPT 02 (30 alunos cada) em andamento.

CURSO DE FORMAÇÃO INICIAL E CONTINUADA – Com recursos próprios da Unimontes – 02 turmas com início em maio e 02 turmas em agosto de 2016

CURSO MODALIDADE LOCAL DE FUNCIONAMENTO MATRICULADOS FORMADOS
Curso Recepcionista em Serviços de Saúde Presencial CEPT 02 (30 alunos cada) 28
02 (30 alunos cada) 41
TOTAL 120 69

EXTENSÃO

Como prática acadêmica essencial, a Pró-Reitoria de Extensão articula e garante o vínculo entre as atividades de ensino e pesquisa da Universidade e as demandas sociais, sobretudo aquelas provenientes dos segmentos mais vulneráveis da sociedade. O objetivo dessa integração é o atendimento às demandas da comunidade.

Apresentação

De acordo com a Política Nacional de Extensão a “extensão universitária é o processo educativo, cultural e científico que articula o ensino e a pesquisa de forma indissociável e viabiliza a relação transformadora entre a universidade e a sociedade, através da prática do conhecimento e divulgação científica”. Portanto, as relações entre ensino, pesquisa e extensão universitária enriquecem o processo pedagógico, favorecendo a socialização do saber acadêmico e estabelecendo uma dinâmica que contribui para a participação da comunidade na vida universitária. São implementados programas e projetos institucionais articulados por áreas temáticas (comunicação, cultura, direitos humanos e justiça, educação, meio ambiente, saúde, tecnologia e produção e trabalho). Assim, são oportunizados espaços para o desenvolvimento de atividades interdisciplinares e são fomentadas ações que sensibilizam a comunidade acadêmica a desenvolver atividades de interesse social melhorando as condições de vida das comunidades. Em sua dimensão específica, a extensão ultrapassa os currículos e práticas de ensino e os limites metodológicos dos projetos de pesquisa e suas metodologias resultam do exercício da autonomia da universidade pública, da gestão democrática e socialização do conhecimento. Com a participação efetiva da comunidade acadêmica (373 professores e 2.418 acadêmicos extensionistas), em 2016 a Pró-Reitoria de Extensão manteve os principais indicadores de qualidade e quantidade estabelecidos, desenvolvendo 140 programas e projetos com 2.576 ações. Foram beneficiadas 458.850 pessoas de mais de 140 municípios da área de abrangência da Unimontes (regiões Norte, Noroeste e Centro do Estado e os Vales do Jequitinhonha e do Mucuri). A Unimontes tem superado desafios e obtém avanços importantes, com destaque na expansão das atividades de extensão. Foram Realizados 315 cursos (10.512 pessoas), 811 eventos (72.601 pessoas) e 1.450 prestações de serviços (375.737 pessoas atendidas). As ações desenvolvidas foram disseminadas em 397 publicações e/ou outros produtos acadêmicos.

Principais Ações

Em 2016, a Unimontes, por intermédio da Pró-Reitoria de Extensão, pela primeira vez, sediou o 47º Fórum de Pró-Reitores de Extensão das Instituições Públicas de Educação Superior Brasileira – Região Sudeste (Forproex), com o tema “Os Desafios e Perspectivas para a Extensão Universitária”, realizado no período de 6 a 8 de abril de 2016. Os fazeres, saberes e as experiências múltiplas vivenciadas durante o fórum contribuíram para os avanços que a extensão universitária tem alcançado nos últimos anos.

O fórum foi organizado pela Unimontes, em parceria com o Instituto Federal do Norte de Minas (IFNMG), Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) e o Governo de Minas Gerais, por intermédio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes). Com as presenças do presidente do Forproex Nacional e Pró-Reitor de Extensão da Universidade Federal do Pará (UFPA), professor Fernando Arthur de Freitas Neves e da presidente do Forproex Sudeste e Pró-Reitora de Extensão, Cultura e Assuntos Estudantis da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), Professora Dalva Maria de Oliveira Silva, o evento envolveu representantes de 28 instituições de ensino superior de quatro Estados brasileiros, incluindo algumas das maiores universidades do País como a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a UFMG.

Entre outras ações desenvolvidas pela Pró-Reitoria de Extensão em 2016, destaca-se também o 10º Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão (FEPEG), com o tema “Responsabilidade Social: a interface Ensino, Pesquisa e Extensão”.

A proposta da Política Estadual de Assistência Estudantil da Unimontes foi elaborada e encaminhada ao Governo do Estado de Minas Gerais para a criação do Projeto de Lei do Governo de Minas Gerais junto à Assembleia Legislativa. A proposta foi conduzida pela Pró-Reitoria de Extensão da Unimontes/Diretório Central dos Estudantes (DCE), conforme a Sedectes, serviu como modelo na implantação da Política Estadual de Assistência Estudantil. A Política de Assistência Estudantil beneficiou em 2016 mais de 3 mil acadêmicos (alimentação, bolsas de Iniciação Científica Unimontes – BIC-UNI e bolsas de estágios extracurriculares remunerados – não obrigatórios).

Considerada como grande conquista da universidade, em 2016 a Pró-Reitoria de Extensão obteve a concessão de bolsas de estágios extracurriculares remunerados – não obrigatórios, contemplando 350 acadêmicos de todos os campi. O benefício foi garantido a partir dos entendimentos entre a gestão superior da Universidade e o Governo de Minas Gerais, por intermédios da Sedectes e da Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag).

Pela Unimontes, as negociações envolvem diretamente a Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças, a Pró-Reitoria de Extensão e o DCE estes dois últimos co-responsáveis pela coordenação de todo o processo de seleção. O benefício é coordenado pelo Núcleo de Estágios Extracurriculares da Pró-Reitoria de Extensão e os estagiários são selecionados por meio de editais.

Ainda em destaques da Pró-Reitoria de Extensão as propostas de implantação da Creditação Curricular em Extensão, isto é, registro e inclusão das atividades de extensão nos currículos dos cursos de Graduação e Pós-Graduação da Unimontes nas modalidades presencial e à distância; criação do Núcleo de Estágios Extracurriculares; criação do Núcleo de Informações e Estatísticas da Extensão (NIEEX). Além disso, está sendo desenvolvido um site para a Extensão, com objetivo de organizar um banco de dados sobre os programas/projetos da Extensão que possa elaborar gráficos e dados estatísticos, monitorar, registrar e divulgar todas as ações realizadas; a implantação do Observatório do Empoderamento do Feminino: A Experiência das Mulheres do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha, implementação de ações do Programa Interdisciplinar de Ampliação dos Saberes (Bioeducar) com ações nos municípios de Joaíma, Pedra Azul e Pompéu, nos eixos da educação, meio ambiente, saúde, desenvolvimento social e patrimônio sociocultural imaterial e as ações do Centro Esportivo Universitário (CEU).

O Seminário de Metodologias para as Práticas de Extensão, edição 2016, contou com a presença do ilustre Professor Dr. Etevaldo Almeida Silva – Pró-Reitor de Extensão da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), discutindo a avaliação em extensão universitária. O evento teve participação efetiva da comunidade acadêmica (professores, servidores técnico-administrativos, pesquisadores e acadêmicos), sendo de suma importância na divulgação dos programas e projetos nesta área, sobretudo para que sejam reconhecidos nas ações públicas de fomento, no âmbito curricular da formação profissional e nos financiamentos. Foi abordada a importância da padronização dos indicadores de avaliação da Extensão Universitária, sendo uma condição imprescindível para o reconhecimento oficial dos organismos de governo e para a qualificação dos programas e projetos de extensão.

Em destaque, ainda, o Museu Regional do Norte de Minas (MRNM). Inaugurado e aberto à visitação pública desde 30 de setembro de 2014, o local já recebeu mais de 22 mil visitantes de 26 Estados brasileiros e de 19 países das Américas do Norte, Sul e Central, Europa, Ásia e Oceania. Além das exposições temporárias, o MRNM conta com salas de memória e de acervos. Esses números expressivos ressaltam o interesse da população e a importância do espaço para produção de informações, construção social da memória e oportunidade de lazer.

Em busca de aprimoramento e ampliação das ações extensionistas desenvolvidas pela Unimontes foi realizado um encontro com os coordenadores, professores e servidores da Pró-Reitoria de Extensão, com o objetivo de fomentar as discussões sobre a gestão do conhecimento aplicado à Extensão e, ainda, a proposta de elaboração da política extensionista da universidade. Além da integração da equipe, o encontro serviu para a articulação de idéias e o planejamento das ações.

Coordenadoria de Apoio ao Estudante

Vinculada a Pró-Reitoria de Extensão, presta assistência aos acadêmicos da Unimontes, acolhendo os novos acadêmicos, por meio do evento Unicalourada. Responsável por estabelecer o intercâmbio entre acadêmicos dos diversos cursos da Unimontes e de outras instituições de ensino superior, para fortalecer a troca de experiências. Promove parcerias com instituições públicas e privadas, objetivando o desenvolvimento econômico, político e social do corpo discente. Analisa propostas de estágios extracurriculares, contemplando os acadêmicos com as práticas de estágios com valores, conhecimentos, atitudes e habilidades indispensáveis ao futuro profissional.

Programas/Projetos criados e/ou executados por essa coordenadoria em 2016: 30

Nesta Coordenadoria destacam-se, ainda, as Ligas Acadêmicas, Empresas Juniores, o Projeto de Apoio Psicológico e Orientacional (PAPO) e em especial o Projeto Unimontes Solidária com ações nos municípios de Montes Claros, Francisco Sá, Coração de Jesus, Mirabela, Ibiaí, São Francisco, Salinas e Grão Mogol, com expressivo número de atendimentos à comunidade. O projeto envolve os acadêmicos dos diversos cursos da Unimontes, que, supervisionados por professores, visitam os municípios como voluntários, onde realizam as ações solidárias junto à população. Desta forma, os acadêmicos colocam o conhecimento produzido na sala de aula a serviço da comunidade. As ações voluntárias são realizadas nas áreas de educação, saúde, assistência social, meio ambiente, organização social, desenvolvimento sustentável, cidadania, arte, cultura, entretenimento, esporte e lazer, entre outras, de acordo com as demandas específicas dos municípios. São atendidos moradores da área urbana e da zona rural.

Na seleção das comunidades para o recebimento das equipes do projeto Unimontes Solidária, é dada prioridade aos municípios que apresentam indicadores econômicos e sociais insatisfatórios, como: Produto Interno Bruto (PIB) per capita e Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) baixos. Também são priorizados municípios com índices mais elevados de analfabetismo e de mortalidade infantil.

Coordenadoria de Extensão Comunitária

Vinculada a Pró-Reitoria de Extensão, disponibiliza suporte às ações de extensão executadas pelos departamentos e tem por finalidade estabelecer relações de reciprocidade da Universidade com o meio acadêmico e a sociedade, a fim de colocar o conhecimento que é produzido na Universidade a serviço da sociedade. Para tanto, oferece conhecimentos, técnicas sistematizadas e, ao mesmo tempo, recebe informações e demandas que favorecem o ensino e a pesquisa na academia.

No ano letivo de 2016, a Coordenadoria de Extensão Comunitária desenvolveu um ciclo de reuniões para a revisão dos conceitos operacionais e diferentes formas de atuar na extensão universitária e definir em seu âmbito suas políticas e diretrizes com a participação de todos os servidores do setor. Foi proposta a reformulação dos objetivos e atividades das Coordenadorias de Extensão e respectivas linhas políticas. Em documento, foi destacada a atuação da coordenadoria, como gestora, ativadora e disseminadora do conhecimento produzido e reconhecido.

O ano letivo de 2016 foi concluído com 83 programas/projetos criados ou executados na Coordenadoria de Extensão Comunitária.

Coordenadoria de Extensão Cultural

Vinculada a Pró-Reitoria de Extensão, disponibiliza suporte as ações e projetos oriundos dos departamentos da Universidade, que visem implementação de projetos nas áreas culturais. É uma instância que trabalha como interlocutora entre a comunidade e os departamentos para favorecer o fomento da área supracitada, além de estudar estratégias e formas de recursos para viabilizar a implementação de projetos de arte e cultura, em consonância com os interesses da Universidade.

Programas/Projetos criados e/ou executados por essa coordenadoria em 2016: 21

Estes Programas/Projetos proporcionam a comunidade acadêmica e comunidade em geral uma maior vivência social e cultural. Entre os Programas/Projetos destacam-se o Programa de Extensão Universitária Música, Cultura e Sociedade, Companhia de Danças Parafolclóricas Saruê, Teatro Universitário, Arte na Escola, A Gosto da Unimontes e Revista Intercâmbio.

Destaca-se, ainda, dentro dessa coordenadoria, o Festival de Inverno Circuito Lago de Irapé que é organizado pela Universidade Estadual de Montes Claros, por intermédios da Pró-Reitoria de Extensão, Prefeitura Municipal e Secretaria de Cultura de Grão Mogol com o apoio do Governo de Minas Gerais. Dentro da programação do Festival de Inverno Circuito Lago de Irapé em Grão Mogol (Norte de Minas) foi realizado o Festival da Canção Circuito Lago de Irapé que reuniu artistas de várias partes do Estado, valorizando pessoas e as histórias da região. Esses Festivais já são tradicionais pelo envolvimento do público e pela qualidade das ações e das produções musicais, tendo todas as composições associadas às temáticas regionais do Norte de Minas e do Vale do Jequitinhonha.

Foi publicado mais um volume da  Revista Intercâmbio, classificada com o Qualis B pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Publicação anual da Pró-Reitoria de Extensão da Unimontes,  a cada edição, a revista registra conquistas e novas ações, representando um espaço de divulgação e expansão de conhecimentos múltiplos, através dos quais a comunidade acadêmica fica informada sobre as ações desenvolvidas pela Pró-Reitoria de Extensão. Estas ações representam uma interação dialógica marcada pela troca de saberes, superando-se, assim, o discurso da hegemonia acadêmica e substituindo-o pela ideia de aliança com movimentos, setores e organizações sociais.

Programas e Projetos de Extensão

Página 1 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
Empresa Júnior de Estudos e Pesquisas Sociais – EJEPS: 425
Cia de Danças Parafolclóricas Saruê: 19.648
Ampliação e Consolidação do Viveiro de Mudas Frutíferas da Unimontes: 25
Programa de Ginástica da Unimontes – PGU: 600
Unimontes Solidária: 15.356
Alegria e Cia – Doutores do Riso:
Projeto de Apoio Psicológico e Orientacional – PAPO: 332
Programa de Integração da Universidade ao Campo – PROIN: 18
Curso de Capacitação em Atenção Integrada às Doenças Prevalentes na Infância
– AIDPI para alunos da graduação em Enfermagem:
270
Pedagogia Hospitalar – Ciranda da Vida: 971
Geometria Dinâmica: 271
Apoio à Matemática – São Francisco: 15
Apoio à Realização da OBMEP – Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas – na região Norte de Minas: 298.867
Núcleo de História e Cultura Regional: 1.354
Revista Cerrados:
Filosofia na Sala de Aula:
 Instalação e Manutenção da Horta de Ensino e Extensão no Campus de Janaúba  56
 Revista Economia Terceira Margem
 Mostra Científica de Enfermagem da Unimontes 9
 Centro de Atendimento e Apoio à Comunidade – CEAAC  –
 Revista Fronteiras do Sertão

Página 2 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
Núcleo de Atividades para Promoção da Cidadania: 924
Fórum Biotemas na Educação Básica: 10.146
Implantação de Incubadora Tecnológica de
Cooperativas Populares na Universidade Estadual de Montes Claros:
1.226
Finanças na ponta do Lápis: 438
Teatro Universitário – Laboratório de Pesquisa, Prática e Performances Cênicas: 305
Empresa Júnior Economontes: 162
Programa de Saúde Bucal numa visão Interdisciplinar: 2.185
Programa Serviço de Assistência Jurídica Gratuita Itinerante: 2.538
Programa de Educação Profissional do Curso de Odontologia da Unimontes: 474
Núcleo de Estudos Afrobrasileiros – NEAB:
Estágio Extracurricular em Cirurgia Pediátrica: 71
Vida Presente:
Fauna Conhecida, Fauna Preservada: 20
Estágio Extracurricular de Urgência e Emergência em Ginecologia e Obstetrícia: 17.862
Núcleo de Estudo, Pesquisa e Intervenção em Serviço Social: Formação, Capacitação e práticas permanentes em Serviço Social: 895
Liga Acadêmica Norte – Mineira de Cirurgia – LANMC: 1.637
Empresa Júnior Unimontes: 833
Programa Idade da Prata – Pela Participação da Pessoa Idosa:
Empresa Júnior Infobits: 137
Atenção Primária à Saúde: 1.140
Liga Acadêmica Norte Mineira de Neurologia e Neurocirurgia: 8.660
 Programa Serviço de Assistência Jurídica Gratuita Intinerante 2.538
 Aviando Alegria  –
 Envelhecimento e Estimulação Física Como Prática de Saúde
 Revista Clique – Revista Eletrônica do Departamento Ciência da Computação Unimontes
 Seminário de Pesquisa em Arte
 Programa NASC – Núcleo de Ações Sociais e Contábeis  2.019
 Programa de Extensão Universitária Música, Cultura e Sociedade  2.187

Página 3 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
Tecnologias e Atividades Matemáticas Aplicadas às Escolas – TAMAEP: 1.704
Atendimento Clínico a Pacientes Endêntulos Totais em Tratamento no CRASI
– Centro de Referência em Assistência a Saúde do Idoso
97
Práticas Pedagógicas: Reflexão e Ação da
Licenciatura em Geografia na Unimontes:
753
Mostra Audiovisual – Olhar, Imaginar e Agir: 337
Programa Assistência Odontológica ao Paciente sob Tratamento Oncológico: A Extensão integrando o Ensino e a Pesquisa: 2.421
Liga Acadêmica de Cancerologia Norte – Mineira: 1.208
Liga Acadêmica Norte Mineira de Saúde da Família: 2.179
Liga Acadêmica Norte – Mineira de Ortopedia e Traumatologia 6.453
Fórum Permanente de Educação Física – FOPEF 359
A Gosto da Unimontes: Integrando Ensino, Pesquisa e Extensão 423
Mostra Cientifica de Administração e Áreas Afins: 251
Sala de Espera: Educação complementar em Saúde Bucal dos pais e responsáveis
pelas crianças atendidas nas Clínicas Infantis do Curso de Odontologia da Unimontes
280
Revista Intercâmbio:
Balcão de Estágio: 773
Banco de Moradia:
Centro Esportivo Universitário – CEU 922
Unicalourada 495
Poupança Jovem: 7.797
Ande Bem com a Vida 1.188
 Revista Norte Mineira de Enfermagem – RENOME
 Cuidar e Educar na Educação Infantil: trabalho de apoio pedagógico direcionado às Crianças da Associação Comunitária Pequeno Davi na Cidade de Januária – MG
 Encontro Internacional de Pesquisadores em Esporte, Psicologia e Saúde
 Liga Acadêmica Norte Mineira de Geriatria e Gerontologia
 Curso de Capacitação de Pessoal para Inseminação Artificial em Bovinos
 Inseminação Artificial Comunitária em Bovinos no Norte de Minas Gerais  31
 Laboratório de Estatística e Modelagem Matemática

Página 4 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
Educação e Saúde para Adolescentes
em situação de Vulnerabilidade
117
Cinema no Campus: 211
Escola de Futebol da Unimontes 352
Liga Acadêmica Norte Mineira de Radiologia e Diagnóstico por imagem – Radiologia: 447
Capacitação Técnica para Professores de Ciências do Ensino Médio da Cidade de Unaí-MG: 324
Ciclo de Debates sobre a Dança: 140
Festival de Inverno Circuito Lago de Irapé 14.735
Convênio Bioeducar: Programa Interdisciplinar de Ampliação dos Saberes 550
Museu Regional do Norte de Minas – MRNM 3.977
Liga Acadêmica Norte Mineira de Clínica Médica – LANCM: 4.737
Liga Acadêmica de Cardiologia da Unimontes 861
Projeto de Extensão de Línguas – PROXEL 311
Liga Acadêmica Norte-mineira de Ginecologia e Obstetrícia da Unimontes: 3.188
Empresa Júnior de Minas – EJUMINAS 718
Projeto Núcleo de Educação e Saúde
em Pirapora – NESP: ações articuladas de educação permanente em saúde:
438
Projeto Liga de Saúde Mental: 1.823
Espanhol em Cena: 128
Ciclo de Palestras: Caminhos da História 140
 Motivação no Controle de Biofilme Dental em Paciente Periodontais
 Terapia Periodontal de Suporte 4
 Semana das Ciências Agrárias da Unimontes – SEAGRI
 Judô Unimontes
 Projeto Núcleo de Estudos e Pesquisas em Bioética na Unimontes
 Multicampi  –
 Manual do Acadêmico
 Banco de Instrumental Odontológico da Unimontes 84
 Laboratório de Exercício – LABEX  –
 Agentes Comunitários de Saúde em Montes Claros: capacitação sobre doenças alérgicas

Página 5 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
 Laboratório Intinerante
 Handebol na Unimontes
 Promoção da Saúde do Idoso – PROIDOSO
 A Mão e a Luva da Rádio Unimontes FM 101,1
 Jogos de Integração do Curso de Educação Física da Unimontes
 Odontologia no Contexto Interdisciplinar 1.000
 Núcleo de Estudos da Infância e Adolescência  – NINA  5
 Atendimento Clínico a pacientes com sinais e sintomas de disfunção Temporomandibular (DTM) em tratamento no Centro de Referência em Assistência à Saúde do Idoso – CRASI 178
 Economia, mercados e Internacionalização
 Liga acadêmica de Cirurgia Oral e Maxiolofacial  14
 Projeto Programa de Educação, Pesquisa e Prática em Ododontia  -Tratamento endodôntico aos pacientes assistidos pelo SUS em Montes Claros  –
 Pró-Brincar: Programa de Atenção integral à Criança Hospitalizada 32
 Congresso Norte-Mineiro de Neurociências
 Núcleo de Informações e Estatísticas da Extensão 180
 Orientação Vocacional e Profissional: Uma abordagem Clínica e Sociogrupal para Estudantes do Projeto NAP e Universitários da Unimontes  –
 Liga Acadêmica de Gestão em Enfermagem e Saúde: Uma Aplicação dos Modelos de Gestão de Riscos Assistenciais e Gestão da Qualidade  –
 Criação do Laboratório Digital de Patologia Bucal e Histologia Especial da Unimontes: Projeto Piloto 21
 Sessões Anatomoclínicas de Iniciação no Diagnóstico Bucal 61
 A Educação para as Relações Etnico-Raciais nos Cursos de Formação Docente e na Educação Básica: A Lei 10.639/03 e seus Dispositivos Legais  165
 Observatório do Empoderamento do Feminino: a Experiência das Mulheres no Norte de Minas e o Vale do Jequitinhonha 214
 Resgatando a dignidade e a liberdade por meio da leitura  –
 Programa de Extensão de Teleassistência da Unimontes
 DCE Intinerante – Primeira etapa: Aproximação com os discentes dos Campi da Unimontes
 Programa Permanente de Interação Universitária com os Movimentos Sociais  –
 Projeto Top Tênis – Unimontes
 Manutenção Preventiva de Adolescentes atendidos na Clínica Restauradora I do Departamento de Odontologia da Unimontes
 Núcleo de Línguas, Ensino, Pesquisa e Extensão – NUCLEUNI
 Restauração de Dentes tratados endodonticamente
 Programa de Liga de Iniciação Científica Multidisciplinar – LICM

Página 6 de 6

NOME PÚBLICO BENEFICIADO
Brinquedoteca 495
Análise sobre a deposição clandestina de resíduos da construção civil em Montes Claros
Núcleo de Informações e Estatísticas da Extensão 180
A Educação Para as Relações Etnico-Raciais nos Cursos de Formação Docente e na
Educação Básica: A Lei 10.639/03 e seus Dispositivos Legais:
165
Observatório do Empoderamento do Feminino: A Experiência das Mulheres do Norte de Minas e Vale do Jequitinhonha: 214
Liga Acadêmica Norte Mineira de Saúde da Criança – LANSAC: 1.695
Programa Conexões Visuais – Artes Visuais:
saberes, fazeres, contextos e conexões
221
Depoimentos Empresariais: 56
Promovendo a Saúde no Puerpério: uma contribuição da Enfermagem: 132
Arte na Escola: 337
Prestação de Serviços Contábeis para a Cidadania e Desenvolvimento Sustentável de Salinas: 983
Educação e Assessoramento Gerencial de
Empreendedores:
29
Total Geral 458.850

Extensão em números

MUSEU REGIONAL DO NORTE DE MINAS

O Museu Regional do Norte de Minas (MRNM) tem como prioridade desenvolver atividades voltadas para a pesquisa, a identificação, a conservação e a divulgação de registros da cultura material e imaterial do Norte de Minas, por meio de ações voltadas ao público, como uma de suas principais funções visando ampliar e qualificar o acesso à cultura e ao patrimônio da região.

Histórico

O MRNM foi inaugurado em 30 de setembro de 2014, e foi instalado no casarão da antiga Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FAFIL), localizado na Rua Coronel Celestino, 75, o MRNM  é aberto para visitação pública de terça a sexta, de 08:00 às 17:30. A entrada é gratuita.

O prédio histórico, de grande importância para o setor educacional da cidade foi restaurado pelo Governo do Estado, com o apoio da comunidade e recursos de empresas viabilizados por intermédio da Lei Federal de Incentivo à Cultura – Lei Rouanet.

  • A unidade oferece ao público o conhecimento da região norte-mineira, através de quatro eixos temáticos, distribuídos em: “Meio Ambiente”, “Ocupação do Território”, “Evolução Urbana de Montes Claros”, “Saberes, Fazeres e Celebrações”.

Localização

Últimos acontecimentos

  • Ao longo do ano de 2016, o MRNM recebeu 10.064 visitantes, completando o número expressivo de 22.299 visitas em um período de pouco mais de 24 meses de funcionamento;
  • Atualmente foram incorporadas ao MRNM, novas salas, tais como: “Sala das Religiosidades”, e “Sala das Curiosidades”.
  • Integração de novos objetos: “Acervo de Simeão Ribeiro”, Zé Coco do Riachão”, Acervo “Fauna Conhecida, Fauna Preservada”, e “Espaço Ray Colares”.
  • Exposições temporárias, propostas de exposições itinerantes e Espaço Multimídia, no qual o público pode assistir vídeos educativos e obter informações sobre a história e cultura dos municípios norte-mineiros.

INTERCÂMBIO

O Núcleo de Intercâmbio e Cooperação Institucional (NIC) promove a excelência na cooperação institucional, a internacionalização e a mobilidade acadêmica da Universidade. Além de abrir novas possibilidades de intercâmbio para professores, pesquisadores e acadêmicos em instituições estrangeiras, a universidade incrementa as atividades de ensino, pesquisa, extensão e pós-graduação, por meio da internacionalização.

Intercâmbio de Mobilidade Internacional por meio de Acordo de Cooperação

No ano de 2016, três acadêmicos realizaram, durante um semestre, intercâmbio internacional em Portugal, sendo dois (dos cursos de Ciências Econômicas e Ciências Biológicas) na Universidade de Coimbra, em Portugal, nas áreas de Direito Internacional Público, Direito da União Européia e outros.

Em 2017, um acadêmico (Curso de Administração) irá realizar intercâmbio durante um semestre na Universidade de Quebec, no Canadá.

Programa Ciência sem Fronteiras

Programa dos Ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e do Ministério da Educação (MEC), com suas respectivas instituições de fomento – CNPq e CAPES – e Secretarias de Ensino Superior (SESu) e de Ensino Tecnológico (Setec) do MEC, que busca promover a consolidação, expansão e internacionalização da ciência e tecnologia, da inovação e da competitividade brasileira por meio do intercâmbio e da mobilidade internacional.

Na Unimontes, desde a criação do programa em 2011, mais de 50 acadêmicos de cursos como Medicina, Odontologia, Engenharia Civil, Ciências Biológicas e Engenharia de Sistemas, foram contemplados com bolsas de estudo na modalidade de Graduação Sanduíche, em cerca de 15 países, como Estados Unidos, Holanda, Reino Unido, Portugal, Hungria, China, Austrália, Alemanha e outros.

Principais Atividades

As atividades são implementadas de acordo com as estratégias da Assessoria de Parcerias Nacionais e Internacionais, da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Ensino Superior (Sedectes).

O Núcleo de Intercâmbio concentra suas ações nas seguintes áreas de atuação:
• Implementação e acompanhamento de acordos, convênios e programas de mobilidade internacionais e nacionais;
• Construção de parcerias com instituições estrangeiras;
• Gerenciamento de programas de intercâmbio acadêmico;
• Divulgação de oportunidades acadêmicas internacionais junto à comunidade acadêmica;

Acordos de Cooperação Internacional

A Universidade, por meio de convênios internacionais e o apoio de instituições de fomento a educação, oferece para alunos e professores a oportunidade de realizarem intercâmbios.

O Núcleo de Intercâmbio e Cooperação gerencia convênios com universidades de diversos países, buscando sempre expandir as ações que visem uma maior internacionalização do âmbito acadêmico.

Atualmente, a Unimontes conta com a parceria de 28 instituições estrangeiras, sediadas em 11 países.

Em 2016, foram firmados acordos de cooperação com a Universidade de Quebec (Canadá), Universidade de Tecnologia de Lublin (Polônia),a Escola Politécnica Federal de Lousanne (EPFL) do Centro de Cooperação para o Desenvolvimento (Codevf), de Lausanne ( Suíça) e com a Universidade Católica Portuguesa, em Porto, Portugal.

Ensino de Língua Francesa

Foi feito um mapeamento dos cursos de Francês oferecidos em Montes Claros para a busca de parcerias que pudessem oferecer descontos nas mensalidades para integrantes da comunidade acadêmica da Unimontes. A Next Idiomas passou a oferecer desconto de 45% para alunos e professores da universidade.

Programa Embaixadores Universitários da França

É uma iniciativa do Serviço de Cooperação e Ação Cultural (SCAC) da Embaixada da França junto com a Rede Uniminas (formada pelas universidades mineiras). Objetiva promover a presença francesa nas universidades mineiras e nos locais em que estão inseridas, incentivando a comunidade acadêmica a conhecer melhor a cultura francesa e desenvolver a cooperação com o país europeu, por intermédio da promoção e divulgação de atividades artísticas, culturais, linguísticas, educacionais, universitárias, científicas e técnicas na Unimontes e nas demais instituições participantes.

Programa Inglês sem Fronteiras

Desenvolvido pelo Ministério da Educação (MEC), por intermédio da Secretaria de Educação Superior (SESu), em conjunto com a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o programa tem como principal objetivo incentivar o aprendizado da língua inglesa, além de propiciar uma mudança abrangente e estruturante no ensino de idiomas estrangeiros nas universidades do país.

O programa tem a proposta de proporcionar oportunidades de acesso à universidades de países onde a educação superior é conduzida em sua totalidade ou em parte por meio da língua inglesa.

Desde 2014:
• Foram ofertadas 1.800 vagas em 30 aplicações, sendo mais 700 acadêmicos beneficiados na Unimontes.
• Acadêmicos de graduação, mestrandos e doutorando podem se inscrever gratuitamente nos textos.

Em 2016:
• Foram realizadas 8 aplicações, sendo 4 no primeiro semestre e quatro no segundo semestre.

Programa de Bolsas Ibero-Americanas para Estudantes de Graduação – Santander Universidades

• A Unimontes participou pela primeira vez do Programa de Bolsas Ibero-Americanas para Estudantes de Graduação – Santander Universidades, cujo objetivo é promover o intercâmbio dos estudantes de instituições de ensino superior do Brasil e de outros países latinoamericanos com o incremento da qualidade na formação dos alunos.
• O acadêmico de Letras/Português, Maurício Alves de Souza Pereira, foi selecionado e contemplado com uma bolsa de três mil euros para desenvolver os estudos durante o 1° semestre de 2017 na Universidade de Coimbra, Portugal.
• Foram priorizados alunos dos cursos que não são contemplados pelo programa Ciência sem Fronteiras

PESQUISA

A Pró-Reitoria de Pesquisa tem as funções de coordenar o planejamento para avaliação, acompanhamento e execução de projetos de pesquisa técnico-científica; desenvolver ações tendo em vista a captação de recursos necessários à realização de pesquisa e intercâmbio técnico-científico; coordenar programas de divulgação da produção científica.

Investimento por Modalidade / Instituição (Até 05/12/2016)

MODALIDADE VALOR – R$
DEMANDA UNIVERSAL – FAPEMIG – 2015 (aguardando resultado)
PROGRAMA PESQUISADOR MINEIRO – FAPEMIG 201.600,00
BIPDT – FAPEMIG 439.740,00
POPULARIZAÇÃO DA CIÊNCIA E DA TECNOLOGIA E INOVAÇÃO 70.980,00
DEMANDA ENDOGOVERNAMENTAL 1.456.798,24
APOIO AO MESTRADO PROFISSIONAL 181.440,00
PARTICIPAÇÃO INDIVIDUAL E COLETIVA EM CONGRESSOS NO BRASIL E EXTERIOR – FAPEMIG 71.961,68
ORGANIZAÇÃO DE EVENTOS – FAPEMIG 56.837,46
TECNOLOGIAS PARA RECUPERAÇÃO DA BACIA DO RIO DOCE 166.030,87
PUBLICAÇÃO EM REVISTA INDEXADA – FAPEMIG 3.548,00
TROP DRY 9.650,04
CONSÓRCIO JEQUITAÍ 39.600,00
PIBIC – FAPEMIG 768.000,00
BIC JÚNIOR – FAPEMIG 144.000,00
PIBIC – CNPq 182.400,00
PIBITI – CNPq 9.600,00
BIC-UNI 158.400,00
BIC-CAMPI 33.600,00
PIBIC/AF 48.000,00
PIBIC-EM 30.000,00
TOTAL 4.072.186,29

Apresentação

As principais ações desempenhadas pela Pró-Reitoria de Pesquisa são focadas no crescimento, na qualidade e na inovação, destacando:
  • A institucionalização e acompanhamento dos projetos de pesquisa desenvolvidos pelos professores pesquisadores, bem como os produtos gerados por eles;
  • O Avanço em programas estratégicos para a iniciação científica, visando a ampliação da cultura de produção, pesquisa e inovação de cunho científico como forma de contribuição para a produção intelectual universitária;
  • Incremento à captação de recursos financeiros junto às agências de fomento, para ampliação da estrutura de pesquisa da Unimontes;
  • Estabelecimento de convênios, parcerias e acordos de cooperação com empresas públicas e privadas, instituições de pesquisa, de ensino e outras;
  • Apoio à Coordenadoria de inovação tecnológica, Incubadora de Empresas de Base Tecnológica e ao Núcleo de Propriedade Intelectual, com vistas à geração de patentes;
  • Gestão da revista eletrônica Unimontes Científica (RUC) implementando no ano de 2016 um Portal de Periódicos em parceria com a Editora Unimontes;
  • Apoio à organização do Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão da Unimontes (FEPEG), como forma de garantir a divulgação dos produtos de autoria discente e docente;
  • Suporte aos Comitês de Ética em Pesquisa e Bem Estar Animal, Comissão Interna de Biossegurança e ao Núcleo de Bioética, com a finalidade de garantir a normatização e segurança na realização das pesquisas.
Faz-se importante a divulgação dos editais junto às principais agências de fomento (FAPEMIG, SECTES, CNPq, CAPES, FINEP, BNB/Fundeci, entre outras), por meio do contrato com o Sistema Financiar, com atividades de âmbito internacional.

Dados Gerais

Principais atividades desenvolvidas no ano de 2016

Atividades Científicas ou de Extensão ou de Ensino

1- Solicitação e aprovação junto à FINEP, de remanejamento de itens referente ao Convênio 01.13.0403.00. Projeto: Fortalecimento da infraestrutura dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Agrárias, Biológicas e Biotecnologia;

2- Solicitação e aprovação junto à FINEP, de remanejamento de itens e alteração da equipe executora referente ao Convênio 01.10.0817.03 Projeto: Fortalecimento da Infraestrutura dos Programas de Pós-Graduação em Ciências Agrárias, Biológicas e da Saúde – CT-INFRA-PRÓ-INFRA 01/2009“Convênio 01.10.0817.00”;

3- Solicitação e aprovação junto à FINEP de alteração de equipe executora do convênio 01.12.0261.00 referente ao projeto: Implantação dos Centros de Pesquisa e Microscopia e Comunicação da Universidade Estadual de Montes Claros;

4- Solicitação e aprovação de prorrogação de prazo do convênio: 01.09.0461.00 referente à Demanda Infraestrutura Multiusuária para pesquisa integrada da Unimontes, apoiado na Chamada Pública- Proinfra 01/2008;

5- Confecção do catálogo de publicações dos professores com base na plataforma Lattes CNPq;

6- Organização, em parceria com as demais Pró-Reitorias, do X Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão – FEPEG realizado entre 14 e 17 de dezembro de 2016 com apresentação de 1.300 trabalhos aproximadamente, somente na modalidade pesquisa;

7- Organização do XV Seminário de Iniciação Científica;

8- Organização do II Encontro de Editores Científicos da Unimontes;

9- Apoio à organização de dois eventos de fomento à Ciência, Tecnologia e Inovação através da Inemontes e seus parceiros, no ano de 2016:

  • II Semana de Inovação e Empreendedorismo da Unimontes;
  • Semana de Inovação e Empreendedorismo de Montes

10- Entre as ações da Inemontes destacamos ainda a Pré-incubação de 03 empresas: Goji Berry, VL e Monvet;

11- Participação e representação da Inemontes em reuniões anuais da Rede Mineira de Inovação – RMI e na Conferência da Associação Nacional de Entidades Promotoras de Empreendimentos Inovadores – ANPROTEC;

12- Publicação do Edital BIC-Jr/FAPEMIG – PRP 01/2016, com implementação de 30 bolsas na modalidade iniciação científica;

13- Implementação de 25 bolsas para alunos do ensino médio no programa PIBIC/EM-CNPq PRP 06/2016 com atendimento aos municípios de Montes Claros, Janaúba, Unaí , São Francisco e Espinosa.

14- Cadastramento de 410 alunos dos cursos de graduação no programa institucional de iniciação científica (IC), com recursos da FAPEMIG (PIBIC) e da própria Unimontes (BIC-UNI), além do programa de iniciação científica voluntária (ICV);

15- Publicação de 3 editais de iniciação científica nos programas PIBIC 03/2016, PIBIC-AF 04/2016 e PIBITI do CNPq 05/2016, com implementação de 50 bolsas na modalidade iniciação científica;

16- Aprovação de 30 bolsas de produtividade em pesquisa e desenvolvimento tecnológico (BIPDT/Fapemig/2016) para professores pesquisadores da Unimontes;

17- Depósito de 07 patentes, 01 relatório de patente finalizado e 02 em fase de elaboração, através do Núcleo de Inovação Tecnológica (NIT/Àgora) da Unimontes;

18- 17 marcas registradas através do NIT/ÁGORA;

19- Registro de 03 programas de computador;

20- Atualização de 2 volumes da Revista Unimontes Científica (RUC);

21- Criação do Portal de Periódicos da Unimontes;

22- 224 projetos de pesquisa analisados pelo Comitê de Ética em Pesquisa

  • CEP da Unimontes;

23- 32 projetos de pesquisa analisados pela Comissão de Ética em Experimentação e Bem-estar animal – CEEBEA.

Bolsas

Programa de iniciação Científica

Outras bolsas

HOSPITAL UNIVERSITÁRIO CLEMENTE DE FARIA

O Hospital Universitário Clemente de Faria (HUCF) integra a estrutura da Universidade Estadual de Montes Claros como Unidade Administrativa de Planejamento, Coordenação e Execução. Conjuga atividades de ensino, pesquisa e extensão e se destaca na prestação de serviços na área de saúde.

Sobre o hospital

Certificado como hospital de ensino pela Portaria Interministerial MEC/MS nº. 450, conta com 181 leitos para atendimento SUS, sendo 10 destinados à internação domiciliar (HU em Casa).

No ano de 2016, o HUCF deu prosseguimento às suas ações de humanização, priorizando a assistência de qualidade à população. A unidade totalizou 457.765 procedimentos médico-hospitalares, entre consultas, exames, cirurgias e outros serviços.

Nas áreas de urgência e emergência, o hospital é classificado como trauma nível 2 e conta com uma Unidade de Terapia intensiva (UTI) Neonatal e Pediátrica, uma UTI e um Pronto Socorro 24 horas. Foi a primeira unidade hospitalar do Estado de Minas Gerais a implantar a classificação de risco com base no Protocolo de Manchester, em 2008.

O HUCF dispõe de um Centro de Ensino Multiprofissional com infraestrutura necessária para atendimento aos alunos da graduação da área da saúde e dos cursos de mestrado e doutorado em Ciências da Saúde, além do desenvolvimento das atividades das Residências Médicas e cursos de pós-graduação “Lato sensu”.

Conta ainda com o Laboratório de Pesquisas em Saúde, onde são realizadas as pesquisas na área de concentração Saúde Coletiva e Mecanismos e Aspectos Clínicos das Doenças. O laboratório recebe acadêmicos de graduação e pós-graduação. Eles aprendem a lidar com a prática laboratorial referente aos projetos de pesquisa de iniciação científica de mestrado e doutorado.

O hospital se destaca pela promoção da saúde e pela constante busca do aprimoramento de seus procedimentos, focalizado no cuidado com as pessoas e no atendimento humanizado. Os constantes investimentos em tecnologia, infraestrutura e crescimento profissional reafirmam seu compromisso como instituição de saúde moderna e avançada, voltada para o diagnóstico, tratamento e prevenção.

A instituição conta com corpo clínico especializado, que busca a humanização e qualidade no atendimento aos usuários do SUS. As principais referências do HUCF são atendimento às gestantes de alto risco, Vítimas de mordeduras de cães e gatos e acidentes causados por animais peçonhentos, Vítimas de violência sexual, pacientes com transtorno mental, pré-natal de alto risco, clínica médica, AIDS, cirurgia geral, otorrinolaringologia (corpos estranhos em ouvido, nariz e orofaringe), trauma nível II, ginecologia/obstetrícia, TBC e pediatria.

Integram o HUCF:

CENTRO AMBULATORIAL DE ESPECIALIDADES TRANCREDO NEVES (CAETAN)

O CAETAN presta atendimento em 26 especialidades médicas, contando, entre outros, com profissionais das áreas de Enfermagem, Nutrição e Psicologia. É referência na assistência a pacientes portadores do vírus HIV/AIDS, Leishmaniose Tegumentar, Hepatites Virais e a gestantes de alto risco. Durante o ano, o CAETAN realizou 35.156 procedimentos ambulatoriais.

A unidade realiza exames de apoio diagnóstico tais como: eletroencefalograma, eletrocardiograma, videonasolaringoscopia, procedimentos de pequena cirurgia, refração, audiometria, imitanciometria, impedanciometria e exames de triagem auditiva neonatal para todos os bebês nascidos na maternidade Maria Barbosa do HUCF.

CENTRO MAIS VIDA DE REFERÊNCIA EM ASSISTÊNCIA À SAÚDE DO IDOSO ENY FARIA DE OLIVEIRA (CRASI)

Em atividade desde 2008, o CRASI é voltado para o atendimento multidisciplinar do idoso frágil nas áreas de medicina, fisioterapia, fonoaudiologia, nutrição, terapia ocupacional, serviço social, odontologia, psicologia e enfermagem, além do atendimento em reabilitação física. Em 2016, foram realizados 90.016 procedimentos. Através do Programa Mais Vida, presta atendimento ambulatorial como unidade de referência para 86 municípios da macrorregião Norte Mineira.

Atividades Realizadas

O HUCF mantém parcerias com o Grupo Alfastar – que autorizou o investimento de R$ 3 milhões, e com o Governo do Estado de Minas Gerais, que liberou recursos na ordem de 3,3 milhões. Contou ainda com verbas de convênios com o Governo Federal.

Os recursos permitiram investimentos diversos investimento como: troca de equipamentos de suporte à vida, focados na segurança do paciente, aquisição de novos computadores, reestruturação de áreas físicas, bem como a implementação dos processos institucionais.

Infraestrutura e Inovação Tecnológica

  • Reforma da Maternidade e do Bloco Obstétrico do HUCF, viabilizada com recursos da ordem de R$ 500 mil, do Programa Rede Cegonha, do Governo Federal;
  • Reforma nos ambientes da Diretoria de Desenvolvimento Acadêmico – DDA – (Hall,Salas de aula, gabinetes, sanitários, biblioteca, área de conforto e outros);
  • Reforma da Pediatria e Clínica Médica, viabilizada com recursos liberados do Governo de Minas Gerais por intermédio do Programa de Fortalecimento dos Hospitais do SUS – PRÓ-HOSP.
  • Reestruturação física do Serviço de Nutrição e Dietética (SND), por meio dos recursos da Secretaria de Estado de Saúde, da ordem de R$ 650 mil, sendo R$ 450 mil em obras físicas e R$ 200 mil em equipamentos;
  • Aquisição de equipamentos para a Diretoria de Desenvolvimento Acadêmico (computadores, data-show e ar-condicionado);
  • Implantação do laboratório online, que permite acesso aos resultados laboratoriais para médicos, hospitais e pacientes;
  • Instalação do ponto biométrico, para maior agilidade e segurança de acesso do servidor e demais profissionais à instituição;
  • Implantação de novos equipamentos médico-hospitalares, orçados em R$ 9 milhões, doados pela Receita Federal.

Gestão, Processos e Capacitações

  • Realização do Concurso Médico Universitário, sendo 100 vagas disponibilizadas para diversas especialidades;
  • Renovação e abertura de novos convênios no âmbito dos Programas de Residência Médica do HUCF (LifeScan – Medicina Diagnóstica Ltda., Aremg, Municipio de Salinas – Minas Gerais e Hospital Metropolitano Odilon Behrens);
  • Implantação da gestão de leitos;
  • Implantação de nove protocolos, sendo tres em atendimento a exigências do Ministério da Saúde, referentes à Segurança do Paciente: “Identificar corretamente o paciente”, “Higienizar as mãos para evitar infecções”, “Cirurgia Segura”; e seis protocolos clínicos multidisciplinar – Dor, Sedação e Delirium da UTI Adulto, Parada Cardiorrespiratória – PCR, Manejo de Crise Asmática em Pediatria, Sepse, Escorpionismo, Pneumonia Adquirida na Comunitária;
  • Implantação parcial da farmácia clínica;
  • Informatização dos programas de residência médica em Cínica Médica, Cirurgia Geral, Pediatria e Residência Multiprofissional;
  • Capacitação para os preceptores e residentes de todos os programas de Residência Médica do HUCF sobre preenchimento/manejo/disponibilização de prontuários eletrônicos e seus correlatos;
  • Treinamento de biossegurança e normas e Procedimentos Internos do HUCF para os acadêmicos de Medicina e Enfermagem;
  • Suporte técnico e administrativo da DDA para o desenvolvimento de diversas pesquisas, tais como “Leishmaniose Visceral Humana” e “Doenças Infecciosas e Parasitárias”, desenvolvidas em parceria com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e com o Centro de Pesquisa Renê Rachou/Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz).

Procedimentos Totais Realizados pelo Hospital Universitário Clemente de Faria – HUCF – 2016

Procedimentos Internos Realizados pelo Hospital Universitário Clemente de Faria – HUCF – 2016

Procedimentos Centro de Referência a Saúde do Idoso – CRASI – 2016

Indicadores

Os indicadores são instrumentos de gestão essenciais para o monitoramento e avaliação das atividades institucionais, permitindo acompanhar o alcance das metas, identificar avanços, melhorias de qualidade, correção de problemas e necessidades de mudança.
Os indicadores, alinhados ao planejamento estratégico e pactuados com a Secretaria Estadual de Saúde, são gerenciados pelos gestores do hospital e com base na análise crítica dos mesmos. A partir daí, são propostas ações corretivas e preventivas, buscando melhores resultados.
Entre os indicadores pactuados com a SES, no ano de 2016 o HUCF obteve os seguintes resultados:

Média permanência: 7,7 dias

Procedimentos Centro Ambulatorial de Especialidades Tancredo Neves – CAETAN – 2016

Grupo de Trabalho de Humanização (GTH)

A proposta de humanização do HUCF é valor básico para conquistar uma melhor qualidade no atendimento à saúde dos usuários e nas condições de trabalho dos profissionais. O GTH destina a empreender uma política institucional de resgate dos valores humanitários na assistência, em benefício dos usuários e dos servidores.

Entre as ações desenvolvidas pelo GTH destacam-se as atividades lúdicas alusivas às datas comemorativas, shows com artistas regionais, oficinas para confecção de adereços e peças ornamentais, palestras de sensibilização para doação de órgãos e combate a AIDS, além do Projeto “Plante uma árvore, plante uma vida”.

Pedagogia Hospitalar – Escola Ciranda da Vida

O Programa de Humanização da Pediatria “Escola Hospitalar Ciranda da Vida” é um laboratório socioeducacional que funciona nas dependências do HUCF em três turnos. Fundada em outubro de 2004, a Escola Hospitalar Ciranda da Vida atende a todas as crianças e acompanhantes da pediatria do HUCF, atuando na escolarização, recreação, iniciativas profissionalizantes com oficinas. A iniciativa contribui com a formação continuada que resgata o bem-estar e o desenvolvimento de crianças e acompanhantes. A pedagogia hospitalar busca criar vínculo entre a escola e a criança, mesmo durante o período de sua internação com a prática de atividades planejadas e apoiadas por parceiros e voluntários da Escola Hospitalar.

Em 2016, a Escola Ciranda Vida atendeu 1.066 crianças e desempenhou atividades como: acompanhamento com atividades curriculares; atividade pedagógica personalizada; atendimento nos leitos; Relatos (“contação”) de histórias; jogos dirigidos e livres; roda de conversas; recreação; leitura de livros de histórias e revistas; aulas temáticas; arte terapia para crianças e acompanhantes; dinâmicas; brinquedoteca móvel o projeto de férias “curando na brincadeira”.

Projetos e Programas

Com o intuito de oferecer uma assistência de qualidade e segurança, aos seus usuários, o HUCF possui projetos e programas dentre os quais se destacam:

  • Atenção à saúde da população idosa;
  • Atendimento as urgências e emergências na macro região do norte de Minas Gerais;
  • Assistência Hospitalar e Ambulatorial – Urgência e Emergência;
  • Triagem Auditiva Neonatal;
  • Núcleo de Vigilância Epidemiológica – NUVEH;
  • Maternidade (Hospital Amigo da Criança, Maternidade Segura; Nascer Maternidade; Programa do Acompanhante; Casa da Gestante; Registro na Maternidade; Central Atendimento à Usuária – CAU; Viva Vida; hotelzinho de mãe acompanhante; mãe Canguru; Programa Doulas e Rede Cegonha).

Pesquisas em andamento no HUCF

  • Infecções Relacionadas à Assistência à Saúde em Unidades de Terapia Intensiva de Hospitais Mineiros: Prevalência, Fatores de Risco e Prognóstico
  • Satisfação dos Usuários Submetidos aos Serviços de Fisioterapia do Hospital Universitário Clemente de Faria – HUCF “Fadiga por Compaixão”: Qualidade de Vida dos Cuidadores de Idosos em um Centro de Referência para Pessoas Idosas
  • Percepções e Vivências de Idosos Sobre a Sexualidade
  • Análise da Importância da Implantação de Serviços de Engenharia Clínica em Hospitais do Norte de Minas
  • Sentimentos de Mães de Recém Nascidos Prematuros Internos em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal
  • Percepção dos Pais que Vivenciam a Segunda Etapa do Método Canguru em um Hospital Universitário de Minas Gerais
  • Prevalência de Quedas em Idosos Atendidos em um Serviço de Atenção à Saúde do Idoso
  • Qualidade de Vida dos Trabalhadores de Enfermagem em um Hospital Universitário de Minas Gerais
  • Avaliação do Equilíbrio Corporal em Crianças com Paralisia Cerebral
  • Avaliação da Mobilização Precoce na UTI Adulto
  • Atuação do Enfermeiro na Manutenção e Acompanhamento do Cateter Central de Inserção Periférica em Neonatologia
  • Fatores de Risco de Baixo Peso ao Nascimento em Maternidade Pública do Interior de Minas
  • Características de idosos com demências e seus cuidadores em um Centro de Referência para idosos no Norte de Minas Gerais
  • Perfil Clínico e Epidemiológico de Idosos com Demência em um Centro de Referência para Idosos no Norte de Minas Gerais
  • Saúde Mental dos Cuidadores de Idosos com Demência em um Centro de Referência para Idosos no Norte de Minas Gerais
  • Qualidade de Vida dos Cuidadores de Idosos com Demência em um Centro de Referência para Idosos no Norte de Minas Gerais
  • Sobrecarga do Cuidador de Idosos com Demência em um Centro de Referência para Idosos No Norte De Minas Gerais
  • Espiritualidade e Resiliência na Vida do Cuidador de Idosos com Demências em um Centro de Referência para Idosos no Norte de Minas de Minas Gerais
  • Hábitos Alimentares e Avaliação do Conhecimento em Saúde Bucal dos Cuidadores de Idosos com Demência
  • Hábitos Comportamentais dos Cuidadores de Idosos com Demência em um Ambulatório de Geriatria no Norte de Minas
  • Avaliação da Mobilização Precoce na UTI Adulto
  • Avaliação de Acidentes com Materiais Biológicos e Perfurocortantes em um Hospital Publico em Montes Claros
  • Perfil Epidemiológico e Clínico-Laboratorial de Pacientes Portadores de HIV/AIDS em Centro de Atendimento Especializado
  • Impacto na Qualidade de Vida em Portadores com Fibromialgia em Montes Claros
  • Perfil das Crianças Atendidas na Unidade de Pediatria de Um Hospital Universitário em Minas Gerais: Um Estudo Comparativo
  • A Percepção do Cuidador Familiar Sobre os Fatores Estressores Provocados pelos Cuidados com o Portador de Alzheimer
  • Percepção da Equipe de Enfermagem Envolvida na Assistência ao Parto Humanizado
  • Percepção da Equipe de Enfermagem Envolvida na Assistência ao Parto Humanizado
  • Percepção da Espiritualidade e Religiosidade na Perspectiva dos Profissionais da Enfermagem em Unidade de Terapia Intensiva Neonatal Pediátrica
  • A Percepção do Enfermeiro sobre o Termo de Consentimento Livre e Esclarecido
  • O Ambiente Pediátrico Hospitalar e a Percepção da Criança
  • Comunicação Interpessoal na Enfermagem
  • Interrupção da Gestação por Anencefalia: Prerrogativas Legais e Representações Sociais de Gestantes
  • Direito à Informação da Criança Hospitalizada: Percepção do Enfermeiro
  • Dimensão Nutricional de Crianças Internadas com Leishmaniose Visceral
  • Ocorrência de Fraturas Ósseas em Neonatos Internados em Unidade de Terapia Intensiva de um Hospital de Montes Claros-MG
  • Fadiga por Compaixão em Profissionais da Saúde: Fatores Associados
  • Educação Pedagógica no Ambiente Hospitalar: Uma Escuta Acerca das Contribuições ao Tratamento Pediátrico no Hospital Universitário Clemente Faria
  • Tratamento da Capsulite Adesiva do Ombro: Uma Comparação entre o Bloqueio do Nervo Supra-Escapular Isolado e Associado ao Corticóide
  • Exercício Físico, Saúde Física e Mental de Idosos
  • Apoio Contínuo dado pelo Acompanhante à Parturiente: Implicações para a Experiência do Parto.
  • Fatores Prognóstico nas Leishmanioses Tegumentar e Visceral: Alterações Clínicas e Laboratoriais Associadas a Evolução da Doença em Pacientes Atendidos pelo Hospital Universitário Clemente Faria no Período de 2010 A 2016
  • Violência Obstétrica: Violação dos Direitos, Voz e Vez de Mulheres Assistidas numa Maternidade
  • Vias de Parto em um Hospital do Norte de Minas Gerais: Série Histórica, 2009 – 2016
  • Investigar quais Fatores Atuaram como Indicadores de Reinternações Hospitalares em uma Enfermaria Psiquiátrica.
  • Avaliação da Farmacoterapia Antiparkinsoniana em Pacientes Assistidos no CRASI Montes Claros- MG
  • Avaliação do Desempenho dos Profissionais no Diagnóstico Coproparasitológico em Laboratórios de Análises Clínicas
  • O papel da Mobilização Precoce no Paciente Crítico e sua Adesão nos Hospitais de Montes Claros – MG
  • Transporte Intra-hospitalar de Neonatos Prematuros: Conhecimento de Profissionais de Enfermagem
  • Conhecimento dos Enfermeiros sobre o Manejo do Cateter Central de Inserção Periférica
  • Intercorrências Relacionadas à Nutrição Enteral em Neonatos Prematuros: Um Estudo Longitudinal
  • Prevalência de Candidíase em UTI Neonatal e Pediátrica

SISTEMA DE BIBLIOTECAS

As bibliotecas representam um dos principais espaços da Universidade, por possibilitarem o acesso ao conhecimento. A Unimontes conta com um sistema de bibliotecas, que recebe atenção especial por parte da gestão superior da Universidade. A comunidade acadêmica dispõe da estrutura da Biblioteca Central Professor Antônio Jorge no campus sede universitário e das Bibliotecas Setoriais nos demais campi. O acervo bibliográfico é constantemente atualizado e ampliado.

Apresentação

A Diretoria de Biblioteca Universitária – DBU é uma Unidade Administrativa de Apoio responsável pelos serviços técnicos biblioteconômicos, administrativos e de informática do Sistema de Bibliotecas Universitárias da Unimontes.

O Sistema de Bibliotecas é constituído pelas Bibliotecas Central Professor Antônio Jorge; Biblioteca Setorial do Centro de Educação Profissional e Tecnológica (CEPT) e pela Biblioteca Setorial do Hospital Universitário Clemente de Faria, em Montes Claros. Conta ainda com as Bibliotecas Setoriais de Almenara, Bocaiuva, Brasília de Minas, Espinosa, Janaúba, Januária, Paracatu, Pirapora, Pompéu, Salinas, São Francisco, Unaí e do Núcleo de Joaíma.

Missão: promover o acesso, a recuperação e a transferência da informação para toda a comunidade acadêmica, de forma atualizada, ágil e qualificada. Contribuir para a formação profissional do cidadão, colaborando com o desenvolvimento científico, tecnológico e cultural da sociedade como um todo.

Principais realizações

  • Preparação de listas de livros para aquisição, conforme projeto político pedagógico dos cursos e indicação de professores.
  • Exposição das novas aquisições de materiais bibliográficos.
  • Projeto História e Literatura Regional Norte Mineira: possibilidades da construção do olhar historiográfico – Financiado pela Fapemig.
  • Projeto Histórias de Alfabetizadoras de Adultos em Montes Claros: Modo de Pensar, Sentir, Agir e Educar – (1970-1980) a ser realizado no período de janeiro/2016 a dezembro/2017, aprovado por meio da Resolução nº. 147 – CEPEx/2015, conforme o Parecer nº. 056/2015 da Câmara de Pesquisa; Comemoração da Páscoa juntamento com os servidores da Biblioteca.
  • Visita técnica orientada sobre o uso da Biblioteca por alunos de escolas públicas da região.
  • Visita técnica ao Campus do Município de Pedra Azul para verificar as consições de intalação de Biblioteca na área de História.
  • Aquisição de livros para as Bibliotecas: Central e setoriais de Joaíma, São Francisco e Unaí.
  • Festa em homenagem às  mães servidoras da Biblioteca Central Antonio Jorge.
  • Apresentação de pôsteres relacionados com o Projeto Histórias de Alfabetizadoras de Adultos em Montes Claros: Modo de Pensar, Sentir, Agir e Educar – (1970-1980) – Financiado pela Fapemig.- no VIII Congresso Norte Mineiro de Pesquisa em Educação/Coped-NM;
  • Capacitação  Sistema Pergamum Web e do Sistema da Infopesquisa para atualização dos serviços ministrado aos servidores e estagiários da Biblioteca Central.
  • Continuidade do Projeto Reciclar na Biblioteca/Unimontes, com o objetivo de conscientizar os servidores sobre a importância da reciclagem de papel para preservação do meio ambiente e como alternativa econômica.
  • Recebimento do Conselho Estadual de Educação para avaliação ddas Bibliotecas/ Cursos de:

Biblioteca Central – História, Engenharia Civil, Matemática, Pedagogia, Ciências da Religião, Ciências Sociais.
Biblioteca Setorial de Pompéu – Tecnologia em Agronegócio.
Biblioteca Setorial de Brasília de Minas – Pedagogia.
Biblioteca Setorial de Bocaiuva – Química.
Biblioteca Setorial de Januária – Letras Inglês e Português.

Livros adquiridos graduação/Unimontes

Estatística do sistema de biblioteca

Livros em processo de compra/Unimontes

Eventos realizados

Diretoria de Biblioteca Universitária

PeríodoDescriçãoParticipantes
14 a 25 /03/2016Memórias e Histórias: apresentando conceitos – 20h20
04 a 20/04/2016Curso de Higienização de Obras Raras e Especiais – 2060
03 a 20/05/2016História Oral: o ato de ouvir experiências – 20h20
06 a 27/06/2016História da Educação: Trajetória nacional e Internacional –  20h20
14 a 23/06/2016Curso de Técnicas e Procedimentos para Conservação de Livros – 40h25
04 a 12/07/2016A Educação de Jovens e Adultos no Norte de Minas Gerais – 20h20
06 a 15/07/2016Técnicas de Encadernação e Reutilização de Papéis – 40h25

Diretoria de Biblioteca Universitária e Pró-Reitoria de Extensão/Unimontes

PeríodoDescriçãoParticipantes
18 e 19/08/2016Cartonagem e Encadernação – 15h35

Serviços biblioteca

Principais serviços e produtos de informação necessários ao desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão na Unimontes, e em suas áreas de atuação/abrangência:
  • Catálogo online que facilita o processo de pesquisa para recuperação de informações bibliográficas;.
  • Autoatendimento que agiliza a circulação dos materiais bibliográficos e diminui as filas, permitindo ao próprio usuário registrar o empréstimo de materiais;
  • Integração dos bancos de dados da Secretaria Geral (acadêmicos e professores) com o banco de dados do Sistema de Bibliotecas Universitárias (Pergamum), que promove a inclusão das informações dos acadêmicos matriculados na Unimontes semestralmente;
  • Pesquisa bibliográfica em meio eletrônico por meio do Portal de Periódicos da Capes, que permite acessar 35 mil títulos com texto completo, 130 bases referenciais e 11 bases dedicadas exclusivamente a patentes;.
  • Acesso gratuito ao banco de dados online do Portal Saúde Baseada em Evidências que possui treze bases de dados com estudos e pesquisas científicas produzidas no Brasil e no exterior;
  • A InfoPesquisa permite ao usuário acessar o conteúdo online de bases e portais por meio de seus computadores pessoais portáteis (notebooks, netbooks, tablets e  celulares), através da rede wireless, com acesso direto aos artigos;
  • Renovação e reserva online, permitindo ao usuário reservar a obra de seu interesse que estiver emprestada, por meio do site da Unimontes;

Ficha catalográfica 2016

Informatizadas no Pergamum

Estatísticas da biblioteca

PLANEJAMENTO, GESTÃO E FINANÇAS

A Pró-Reitoria de Planejamento, Gestão e Finanças implementa ações que visam garantir a  infraestrutura necessária ao ensino,  pesquisa, extensão e à prestação de serviços. O objetivo é oferecer condições adequadas para a ampliação das atividades da instituição, atendendo às demandas de professores, servidores técnico-administrativos e acadêmicos.

Licitações 2016 – Economia Pregões

VALOR ORÇADO
R$ 5.390.718,30
VALOR HOMOLOGADO
R$ 3.667.303,20
ECONOMIA
R$ 1.723.415,10
PERCENTUAL DE ECONOMIA
31,97%

RESTAURANTE UNIVERSITÁRIO

Quantidade de Refeições servidas – 2013 a 2016

RECEITAS

CLASSIFICAÇÃO R$ %
Arrendamentos 85.618,00 0,03
Convênios Federais (Ministério da Educação) 22.226.030,06 7,71
Convênios Federais (Ministério da Saúde) 125.000,00 0,04
Convênios Federais (Ministério do Esporte) 100.000,00 0,03
Convênios municipais 391.660,00 0,14
Demais Serviços hospitalares 9.638.467,95 3,35
Remuneração de Depósitos Bancários (Convênios Federais) 545.933,41 0,19
Remuneração de Depósitos Bancários (Convênios Municipais) 48.014,21 0,02
Remuneração de Depósitos Bancários (PRONATEC) 810.892,84 0,28
Remuneração de Depósitos Bancários (RDA) 29.912,15 0,01
Repasse de Recursos do Fundo Estadual de Saúde (FES) – LC 141/2012 47.575.668,51 16,51
Restituições 18.717,18 0,01
Serviços de Inscrição em Processos Seletivos 1.340.181,00 0,47
Serviços Educacionais 123.704,00 0,04
Transferências Diretas – Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (PRONATEC) 5.026.430,00 1,74
Transferências do Tesouro do Estado 194.183.206,90 67,40
Transferências do Tesouro do Estado (Contrapartida de Convênio Brasil Profissionalizado) 5.840.494,27 2,03
TOTAL 288.109.930,48 100

DESPESAS REALIZADAS POR FONTE

DESCRIÇÃO DA DESPESA TESOURO (R$) CONVÊNIOS (R$) PRONATEC (R$) RDA
(R$)
TOTAL (R$)
Pessoal e Encargos Sociais 172.719.835,87 0,00 0,00 1.643.209,55 174.363.045,42
Diárias – Civil 156.971,15 46.591,88 203.563,03
Auxílio Financeiro a Estudantes 193.223,51 37.010,08 800.000,00 386,91 1.030.620,50
Auxílio Financeiro a Pesquisadores 10.702,19 1.476,70 12.178,89
Material de Consumo 11.722.282,37 5.145,05 28.647,33 11.756.074,75
Passagens e Despesa com Locomoção 433.304,79 189.358,52 6.991,08 629.654,39
Outros Serviços de Terceiros (Pessoa Física) 2.865.649,85 151.175,50 2.097.393,60 5.114.218,95
Locação de Mão-de-obra 18.810.596,46 0,00 18.810.596,46
Outros serviços de terceiros (Pessoa Jurídica) 21.517.842,56 1.188.050,50 32.985,96 22.738.879,02
Auxílio-Alimentação 6.588.466,93 0,00 0,00 0,00 6.588.466,93
Obrigações Tributárias e Contributivas 113.582,82 0,00 113.582,82
Outros Auxílios Financeiros a Pessoas Físicas 0,00 611.162,00 611.162,00
Auxílio-Transporte 1.368.656,25 0,00 0,00 0,00 1.368.656,25
Obras e Instalações 27.682.586,90 18.538.466,70 46.221.053,60
Equipamentos e Material Permanente 6.486.018,19 58.500,00 6.544.518,19
Sentenças Judiciais (Pessoal) 0,00 422.683,30 422.683,30
Sentenças Judiciais (Outros custeios) 0,00 490.070,35 490.070,35
Indenizações e Restituições 210.634,35 14.829.667,96 15.040.302,31

Transferências para Intendência da Cidade Administrativa

79.596,83
TOTAL 270.880.354,19 35.045.442,89 3.570.188,89 2.563.341,19 312.059.327,16

GESTÃO DE CAMPI

Em consonância com os objetivos da gestão superior, para melhor assistir os campi da Unimontes, a Diretoria de Gestão de Campi, além de desempenhar as ações de sua competência, apoiada pela Gerencia de Logística e Manutenção e pelo Serviço de Manutenção, Conservação e Zeladoria, auxilia nas questões administrativas e de materiais. Também realiza uma série de atividades com o objetivo de reparar, preservar e melhorar as instalações dos diversos campi, visando garantir conforto, segurança e bem-estar da comunidade acadêmica.

Entre as ações, destacam-se:

  • No Campus Sede são atendidas as demandas relativas à prestação de serviços diversos, além das ações permanentes de manutenção preventiva e corretiva das instalações.
  • Outra ação importante é o controle de pragas (dedetização) por empresa especializada em todas as unidades da Unimontes, em Montes Claros, e nos campi de Janaúba, Januária, Pirapora e São Francisco.

PRINCIPAIS OBRAS DE REFORMAS E MELHORIAS NO CAMPUS SEDE

  • Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA, prédio 1): pintura das paredes dos corredores, reparo da pintura em algumas salas de aula, substituição de todas as lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas, substituição do disjuntor de proteção do padrão de entrada de energia, recuperação de várias carteiras.
  • Centro de Ciências Humanas (CCH, prédio 2): construção de tablado em sala do Curso de Artes Teatro, recuperação de várias carteiras, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas.
  • Reitoria (prédio 5): instalação de condicionadores de ar, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas
  • Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS, prédio 6): substituição do forro da clínica do terceiro piso, recuperação de várias carteiras, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas.
  • Museu Regional do Norte de Minas (Casarão da Fafil): confecção de móveis em MDF, recuperação e pintura de outros móveis, capina e limpeza do pátio interno.

REFORMAS E MELHORIAS NOS DEMAIS CAMPI

 

Campus de Bocaiúva: pintura de parte do campus, obra de aumento da potência de carga elétrica, com a instalação de novos cabos para alimentação elétrica dos prédios; instalação de novo sistema de aterramento como preparação para instalação elétrica definitiva dos laboratórios de Física e Química.

Campus de Brasília de Minas: Instalação e montagem da sede da Empresa Júnior do Curso de Administração; instalação e montagem do novo laboratório de informática,  

Campus de Januária: obras diversas de manutenção tais como: pintura de salas de aula, manutenção corretiva nas instalações elétrica e hidráulica;

Campus de Janaúba: manutenção corretiva em condicionadores de ar; manutenção corretiva e preventiva das redes externas de distribuição de energia elétrica; recomposição de parte do piso revestido em cerâmica, no interior e exterior do prédio da biblioteca.  Diversos serviços na Fazenda Experimental, destacando: recomposição do telhado, pintura das paredes, portas e janelas da casa sede e troca dos pilares de sustentação e retelhamento da cobertura da balança na área de curral.

Campus de Paracatu: Mudança de endereço da sede do Campus de Paracatu; Montagem de equipamentos na nova sede, com adaptação das dependências e instalação de divisórias; instalação elétrica em laboratório, instalação de ventiladores em salas de aula, laboratórios e secretaria setorial.

Campus de Pirapora: Manutenção preventiva e corretiva das instalações elétricas; manutenção em ventiladores; recomposição do sistema de iluminação do pátio externo; limpeza e higienização das caixas de água do campus;

Campus de São Francisco: manutenção preventiva e corretiva das instalações elétrica e hidráulica; limpeza geral do terreno do campus, com capina e poda de árvores.

Campus de Unaí: construção de passarela de acesso entre prédios; manutenção preventiva e corretiva nas instalações elétrica e hidráulica; instalação de refletores para iluminação do pátio, instalação de microscópios; limpeza geral com capina e poda de árvores.

ARQUITETURA E ENGENHARIA

Obras em fase de andamento e em conclusão em 2016

Conclusão da reforma e ampliação do Centro de Ensino Profissional e TecnológicoConcluída parcialmenteValor da Obra: R$ 545.597,23
Execução das obras do Auditório da Unimontes – etapas básica e  complementarÁrea construída: 1.140,00 m²Valor da Obra: R$ 3.439.684,59
Conclusão do Centro Tecnológico – primeira etapa (segundo pavimento) e segunda etapa (estrutura e segundo pavimento):Área Construída: 644,84 m2Valor da Obra: R$ 2.292.192,75, sendo: R$  1.119.864,07 (primeira etapa) e R$ 1.172.328,68 (segunda etapa).
Reforma do Prédio da Administração do Campus de JanaúbaÁrea Construída:  244,00 m²Valor da Obra: R$ 311.212,90
Reforma do Almoxarifado do Campus SedeÁrea Construída:  265,80 m²Valor da Obra: R$ 278.458,01
Construção do Abrigo da Estação Sismográfica

Área Construída: 15,26 m²

Local: Parque Lapa Grande

Valor da Obra: R$ 25.687,55
Construção das instalações sanitárias do Laboratório de BiologiaÁrea construída: 120,00 m²Valor da Obra: R$ 168.330,30
Implantação do Serviço de Nutrição e Dietética – SND/Hospital Universitário Clemente de FariaÁrea Construída: 680,00 m²Valor da Obra: R$ 492.298,42
Conclusão da Construção do Instituto de Pesquisa em Saúde – Biotério/HUCFÁrea Construída: 1.338,54 m²Valor da Obra: R$ 812.224,60
Obras de Implantação do Sistema de Prevenção e Combate a Incêndio e do Sistema de Controle de Prevenção de Descargas Atmosféricas das Edificações do campus – sede:Valor da Obra: R$ 1.154.106,58
Obras de Ampliação das instalações do Restaurante universitário da UnimontesValor Total: R$ 1.014.787
Serviços de reformas gerais da maternidade e centro obstétrico do HUCFValor total: R$ 610.042,17
Conclusão da construção do terceiro pavimento do Centro Tecnológico da Unimontes e pavimentação da Via de Acesso ao Centro Esportivo UniversitárioValor Total: R$ 611.759,35
Revitalização de áreas de convívio entre os prédios 1, 2 e do DCE – campus-sede – em execuçãoValor Total: R$ 516.313,84
Reforma do Setor de Psiquiatria do HUCF – em execuçãoValor total: R$ 259.203,72
Construção do bloco de salas de aula e rampa de acessoValor Total: R$ 1.088.230,51

Outras obras em andamento

  • Implantação das áreas de convívio do campus – sede – Prédios 2, 3 e Reitoria
  • Implantação do Centro de Audiovisual da Unimontes
  • Construção de Laboratório de Microscopia
  • Construção de Laboratórios de Fitotecnia, Patologia pós-colheita, Biotecnologia Aplicada e Reprodução Animal – Campus de Janaúba;

OBRAS LICITADAS COM REINÍCIO PREVISTO PARA 6/02/2017

Escola Técnica do Município de Monte AzulÁrea construída: 5.577,39 m²
Escola Técnica do Município de JanaúbaÁrea construída: 5.577,39 m²
Escola Técnica do Município de EspinosaÁrea construída: 5.577,39 m²
Escola Técnica do Município de Grão MogolÁrea construída: 5.577,39 m²
Escola Técnica do Município de TaiobeirasÁrea construída: 5.577,39 m²
Escola Técnica do Município de JoaímaÁrea construída: 5.577,39 m²

CONSTRUÇÃO E IMPLANTAÇÃO DAS ESCOLAS TÉCNICAS DO PROGRAMA BRASIL PROFISSIONALIZADO:

Concluída:
Escola Técnica do Município de Lagoa SantaÁrea construída: 5.577,39 m²

Em andamento:
Escola Técnica do Município de BocaiúvaÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 92%
Escola Técnica do Município de Brasília de MinasÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 75%
Escola Técnica do Município de MangaÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 75%
Escola Técnica do Município de UnaíÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 75%
Escola Técnica do Município de IbiritéÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 90%
Escola Técnica do Município de PompéuÁrea construída: 5.577,39 m²Em execução: 90%

OBRAS LICITADAS – A INICIAR EM 2017

Construção de torre com elevado panorâmico de macas para o Centro de Especialidades Tancredo Neves (Caetan) do HUCF –Investimento previsto: Valor total: R$ 1.797.323,32.
Serviço de Reformas e Adequações Gerais do Setor de Tomografia do Hospital Universitário Clemente de FariaValor: R$ 396.710,06
Construção de galpão para caprinos – fazenda experimental – Campus de JanaúbaValor Total: R$ R$ 59.539,01
Reforma e instalação de rede elétrica no Campus SedeValor Total: R$ 625.620,64
Reparo e adaptação de salas do prédio 2 – do Centro de Ciências Humanas (CCH)Valor: R$ 90.000,00

RECURSOS HUMANOS

A Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH) é responsável por cuidar, no âmbito da Universidade, dos atos referentes à administração de pessoal e à promoção da qualidade de vida no trabalho. Entre suas atribuições, estão incluídas contratação, implementação de programas de capacitação de pessoal, desenvolvimento, gestão de benefícios e áreas afins, buscando a valorização dos servidores docentes e técnico-administrativos.

Programa Mudança de Hábito & Estilo de Vida

O Programa Mudança de Hábito e Estilo de Vida foi lançado em outubro de 2011, com o objetivo de realizar ações de promoção à saúde e de melhoria da qualidade de vida dos colaboradores, bem como prevenir doenças, por meio da mudança de hábito e do estilo de vida.

A iniciativa é subdividida em cinco ações:

  • Programa Unimontes Acolhe;
  • Programa Antitabagismo;
  • Programa Nutrição e Saúde;
  • Programa Bate Coração;
  • Programa Saúde e Segurança do Trabalhador.

Cada programa está sendo desenvolvido de forma independente, mas com ações interativas e articuladas.

ANTITABAGISMO

O projeto tem como objetivo estimular, junto aos trabalhadores e seus dependentes, a prática de hábitos de vida saudáveis, por meio da interrupção do uso do tabaco e de outras drogas lícitas e ilícitas.

Objetivos específicos:

  • Conscientizar os trabalhadores e seus dependentes sobre os malefícios causados pelo uso de drogas lícitas e ilícitas, a começar pelo tabaco;
  • Buscar ampliar o acesso físico e econômico dos trabalhadores e dependentes ao tratamento para cessação do vício;
  • Promover a interação das diversas especialidades e criar rotinas de atendimentos específicos aos trabalhadores e seus dependentes com relação aos aspectos ambientais, psicossociais, comportamentais e biológicos que possam interferir na cessação dos vícios.

Resultados esperados:

Melhoria da qualidade de vida dos trabalhadores e de seus dependentes, redução de despesas e de doenças decorrentes dos vícios e redução dos custos relacionados à saúde pública.

NUTRIÇÃO E SAÚDE

O Projeto Nutrição e Saúde integra tem como objetivo realizar intervenção nutricional e ações de educação em saúde, visando a recuperação, a promoção da saúde e a melhoria da qualidade de vida dos servidores, bem como a prevenção de doenças por meio da mudança de hábito e do estilo de vida.

Objetivos específicos:

  • Avaliar, intervir e acompanhar a evolução nutricional individualizada no ambulatório de Nutrição Clínica;
  • Implantar cardápio com alimentos de baixo valor calórico e de alto valor nutricional no Restaurante Universitário e no refeitório do Hospital Universitário;
  • Incentivar a aplicação dos conceitos sobre alimentação saudável, utilizando alimentos regionais e aproveitando-os de forma integral, durante as práticas de oficinas culinárias;
  • Contribuir para a reeducação alimentar e mudança comportamental.

Resultados esperados:

Promoção da saúde e prevenção de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT) como câncer, doenças cardiovasculares e diabetes, por meio da adoção de hábitos alimentares saudáveis e estilo de vida ativo, bem como a promoção para melhoria da qualidade de vida dos colaboradores da Unimontes.

BATE-CORAÇÃO

A DDRH, em parceria com o Centro Esportivo Universitário (CEU), oferece diversas atividades esportivas para os servidores técnico-administrativos e docentes. Entre as atividades desenvolvidas estão: natação, dança de salão, tênis de campo, hidroginástica, jump, muaythai, caminhada orientada e “aerobahia”.

SAÚDE E SEGURANÇA DO TRABALHADOR

O Projeto Saúde e Segurança do Trabalhador tem como objetivo desenvolver ações articuladas de promoção da saúde e prevenção de agravos relacionados à saúde e à segurança no trabalho como forma de valorização do trabalhador da Unimontes.

Objetivos específicos:

  • Ampliar o Programa de Controle Médico e Saúde Ocupacional – PCMSO – exames médicos periódicos; readaptação do trabalhador; participação em campanhas de controle de doenças, entre outras ações.
  • Atualizar o Plano de Prevenção ao Risco Ambiental – PPRA – levantamentos ambientais para concessão ou denegação de adicional de insalubridade e de periculosidade, orientação ao servidor para a postura ergonômica, definição de equipamentos de proteção individual, participação em campanhas de prevenção de acidentes e de doenças ocupacionais.

Centro de atendimento ao servidor da Unimontes (CASU)

Atividades desenvolvidas

Além da busca diária pela melhoria das condições funcionais dos servidores, destacamos:

  • Mudança no perfil e na oferta das capacitações (pós-graduação e inserção do líder coach)
  • Posse e exercício dos aprovados no Concurso para Professor de Educação Superior;
  • Adequações administrativas – exemplo: Início da revisão de todos os processos de acúmulos de cargos
  • Concurso Público Médico Universitário – homologação dos resultados e encaminhamento dos procedimentos para a nomeação dos candidatos aprovados.

Principais eventos realizados

NOME/TEMA PERÍODO PARTICIPANTES
Curso 01 – Elaboração de Termo de Referência e Projeto Básico 17/11/2016 40
Curso 02 – Penalidades Administrativas Aplicáveis a Licitantes e Contratados 18/11/2016 40
Curso 03 – Reajuste, Revisão e Repactuação de Preços: Equilíbrio Econômico Financeiro nos Contratos Administrativos 21/11/2016 50
Curso 04 – Líder Coach Training 30/11/2016 e 01/12/2016 30
Curso 05 – Advance Líder Coach – Imersão Gerencial Criativa 07/12/2016 e 08/12/2016 30

Servidores técnico-administrativos e docentes

ÍNDICE DE PREÇOS AO CONSUMIDOR

O índice de Preços ao Consumidor (IPC) é vinculado ao Departamento de Economia, do Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA) da Unimontes.

Índice de Preços ao Consumidor – IPC

O IPC mede a variação de preços de um conjunto fixo de bens e serviços componentes de despesas habituais de famílias nível de renda entre um e seis salários mínimos mensais.

O índice de Preços ao Consumidor, além de seu emprego como indexador, tem sido utilizado nas atividades acadêmicas de ensino e pesquisa, entidades de classe, empresários e profissionais da imprensa.

A proposta é medir, ao longo do tempo, o nível geral de um conjunto de produtos, bens ou serviços no varejo e servir de referência para avaliação do poder de compra da população.

Com base na POF construiu-se a composição final das versões do Índice de Preços ao Consumidor.
A metodologia de cálculo é a da comparação dos preços médios do mês atual com os preços do mês anterior.

A coleta de preços é ininterrupta, possui abrangência local e ocorre entre o primeiro e o último dia de cada mês por uma equipe de coletores que visitam os estabelecimentos comerciais varejistas em diferentes bairros da cidade.

Os trabalhos de campo e coleta de preços, as atividades de tabulação e análise de dados, bem como o processamento para o cálculo do índice e a elaboração do relatório mensal do IPC-Moc vêm sendo realizados com a participação de estudantes preferencialmente do curso de Economia, constituindo-se, desta forma, em um importante instrumento de treinamento em pesquisas para eles.

IPC de Montes Claros em 2016

Em 2016, o IPC de Montes Claros registrou, para as famílias montesclarenses, com rendimento entre 1 e 6 salários mínimos mensais uma variação acumulada de 8,25% contra 11,33 pontos percentuais registrados em 2015.

Bens e serviços

Os bens e serviços que integram a amostra foram classificados em sete grupos ou classes de despesa, 28 subgrupos com 5000 itens .
 
As sete classes de despesa são:
  • Alimentação,
  • Vestuário,
  • Habitação,
  • Artigos de Residência,
  • Transporte e Comunicação,
  • Saúde e Cuidados Pessoais,
  • Educação,
  • Despesas Pessoais .

Classes de Despesa em 2016

O grupo que teve a maior participação no resultado final do índice foi Alimentação (16,75%), seguido do grupo Saúde e Cuidados Pessoais cuja contribuição para o índice final foi de 8,36%.

O Setor calcula e publica ainda os preços dos gêneros básicos que compõem a Ração Essencial Mínima para um trabalhador adulto, composta pelos principais grupos alimentícios definidos pelo decreto-lei 399, de 30 de abril de 1938, cujo rendimento mensal compreende um salário mínimo.
 
Os preços dos gêneros básicos que compõem a Ração Essencial Mínima registraram, no ano de 2016, uma inflação acumulada negativa de -1,48% contra 22,28% registrado no ano anterior. Esse resultado deve-se à queda do preço do tomate, da batata e do feijão durante o segundo semestre do ano.

TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO

Suporte técnico e manutenções de micros

Suporte Preventivo

O suporte técnico verifica e excuta atualizações do sistema operacional, atualizações dos softwares e execuções do antivírus nos computadores da Unimontes quando é acionado através de solicitações para o suporte, a fim de evitar problemas decorrentes de programas e sistemas desatualizados.

Em 2016, foram realizados aproximadamente  1500 suportes preventivos.

Manutenções corretivas

As manutenções corretivas continuam sendo realizadas com a mesma presteza e agilidade.

Em 2016, foram realizadas aproximadamente 1100 manutenções de equipamentos.

Sites desenvolvidos em 2016

  • Relatório de Gestão 2015
  • III Seminário de Pesquisa Médica e Odontológica voltado para deformidades craniofaciais
  • Portal do SISU 2016
  • Site do 47° Forproex
  • Novo portal do FEPEG / Parceria INFOBITS
  • É DO CAMPO: Educação do Campo e Ruralidades
  • I Congresso Norte-mineiro de Saúde da Criança
  • NEAB (Núcleo de Estudos Afro-Brasileiros)
  • III Seminário de Pesquisa Médica e Odontológica voltado para deformidades craniofaciais
  • Congresso Norte-mineiro de Saúde da Mulher
  • Site do Iº Congresso Norte-mineiro de Neurociências
  • Portal da Pós Graduação
  • XII Mostra Científica de Enfermagem
  • Módulo de relatórios do Sisu

Softwares desenvolvidos

  • SiSUni 2.0
  • Sistema de Gestão da Procuradoria
  • Sistema de Controle de Entrada

Manutenções preventivas e melhorias

  • Sistemas de Gestão de Docente
  • WebGiz
  • Portal da Unimontes

Gerência de Infraestrutura de Redes

A Gerência de Infraestrutura de Redes e Segurança tem o objetivo primordial de manter a rede de computadores e seus servidores ativos. Presta ainda suporte aos sistemas do Governo do Estado de Minas Gerais, garantindo o funcionamento e a gestão destes. Tem papel fundamental na implementação de políticas de segurança no acesso a dados.

Atividades desenvolvidas no ano 2016

Reestruturação dos Servidores

  • Atualização e migração do Servidor Domínio
  • Migração do Servidor Registro de Ponto
  • Disponibilização de servidor para hospedagem do sistema do Sisu
  • Disponibilização de servidor para hospedagem do sistema da procuradoria(Gerpro)

Reestruturação dos Sistemas

  • Atualização do sistema operacional e banco de dados Pergamum

Realização das licitações para instalação de Link de Internet nos Campi

  • Januária
  • Pirapora
  • Brasilia de Minas
  • CEPT

Instalação de Servidor de internet

  • Januária
  • Pirapora
  • Brasilia de Minas

Aumento na velocidade do Link de comunicação com a PRODEMG

Montagem de estrutura de rede cabeada e Wifi para o 10º FEGEG

Implantação do serviço de autenticação WIFI

Suporte e Implantação das catracas de entrada dos prédios da Reitoria e Anexo CCBS em conjunto com a Pró-Reitoria de Planejamento Gestão e Finanças (Disponibilização de servidor, ponto de rede para comunicação com o servidor, instalação do sistema gerenciador de entrada das catracas).

Atendimento de mais de 400 solicitações como criação de usuários de rede, contas de e-mail, compartilhamento de arquivos e pastas, reparo em pontos de rede, correção de erros e bugs em sites, postagens de conteúdos em sites institucionais.

Instalações de computadores novos em 2016

COMUNICAÇÃO SOCIAL

A Assessoria de Comunicação Social é responsável por diversas atividades que buscam divulgar e fortalecer a marca UNIMONTES, buscando transparência das ações, serviços, projetos e programas e, ao mesmo tempo, manter a visibilidade e entendimento da Cultura, Diretrizes, Valores e Objetivos da Universidade.

Apresentação

A Assessoria de Comunicação Social é responsável por diversas atividades que buscam divulgar e fortalecer a marca UNIMONTES.  Baseada no Decreto Estadual nº 45.969, de 24 de maio de 2012, que regulamenta o acesso à informação no âmbito do Poder Executivo Estadual, a Assessoria de Comunicação Social coordena um Sistema de Comunicação Pública para a Universidade Estadual de Montes Claros (Unimontes), que permite transparência das ações, serviços, projetos e programas e, ao mesmo tempo, mantêm a visibilidade e entendimento da Cultura, Diretrizes, Valores e Objetivos da Universidade. As ações são coordenadas pela equipe da Assessoria de Comunicação Social (ASCOM).

No ano de 2016, A Assessoria de Comunicação Social reforçou a produção de conteúdos jornalísticos e de Comunicação Interna em ações alinhadas com a Rádio Unimontes, Gestão de Mídias Sociais, Cerimonial, Assessoria de Imprensa do Hospital Universitário, Diretoria de Documentação e Informação, Diretoria de Tecnologia da Informação, Comunicação do Centro de Educação a Distância e a Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos.

Publicações

 

Gráfico de conteúdos e matérias publicados no ano de 2016 no Portal UNIMONTES, separadas por mês, totalizando mais de 550 publicações.

*Acesso crescente em razão de conteúdos gerados de pautas estratégicas do ano como Concurso Público para professor/ Concurso para médicos HUCF/ Notas Oficiais relativas ao período de paralisação de professores

Portal da Unimontes

O Portal Institucional da Unimontes é um forte e rico instrumento de divulgação e comunicação (notícias, editais, eventos institucionais, comunicados e notas institucionais). Os conteúdos produzidos pela equipe da ASCOM são acessados pela comunidade acadêmica e pela comunidade externa. Em 2016, houve crescimento das publicações de comunicação cientifica.

5 MILHÕES DE VIEWS

Foi a quantidade de visualizações de páginas no Portal da Unimontes em 2016.

1 MILHÃO DE VISITAS

Quantidade de visitas recebidas pelo Portal da Unimontes 2016.

 

Conforme o relatório do Google Analytics, entre 01/01/2016 e 31/12/2016 a página da UNIMONTES teve 4.944.511 visualizações com mais de um milhão de acessos sendo que os menus mais visitados são: editais, portarias e notícias.

Comunicação e Eventos

COMUNICAÇÃO CIENTÍFICA

A ASCOM realizou uma maior aproximação com as Pró-reitorias de Pesquisa e de Pós-graduação para mapear e destacar as pesquisas e produtos científicos da Unimontes e gerar conteúdos mais elaborados na área de Comunicação Científica. O resultado foi positivo permitindo uma maior produção de conteúdos de pesquisas cientificas, divulgação nos veículos de comunicação e valorização da ciência.

GERENCIAMENTO DE CRISE

A Comunicação da Unimontes ao longo de 2016 desenvolveu de forma mais direta as ações de gerenciamento de crise com o envolvimento de setores importantes da Instituição o que facilitou com as demandas da Imprensa e da Comunidade, além de gerir a informação de maneira mais estratégica e transparente.

COMUNICAÇÃO INTERNA

A ASCOM realizou um trabalho mais integrado com o setor de gestão de pessoas da Universidade com o objetivo de promover uma comunicação interna mais direta. Muitas ações foram promovidas com a participação de servidores, acadêmicos e professores fortalecendo os canais de comunicação e permitindo um diálogo mais integrado entre a Instituição e a comunidade acadêmica.

EVENTOS

Houve aumento na cobertura e divulgação de eventos institucionais não somente no campus-sede, mas também nos campi regionais e nas unidades fora da sede.

Mídias Sociais

Embora não tenhamos um setor especifico para coordenar as ações nas redes sociais, a Universidade tem um profissional especializado que gere as mídias sociais. A proposta é fortalecer a comunicação institucional nas diversas redes (YOU TUBE, INSTAGRAM, FACEBOOK, FLICK, TWITTER). A gestão das mídias sociais aproxima e integra a Instituição com o publico acadêmico e a comunidade em geral.

Acompanhe no painel abaixo o alcance das mídias sociais da UNIMONTES:

GESTÃO DE CAMPI

Apresentação

Em consonância com os objetivos da gestão superior, em melhor assistir os campi da Unimontes, a Diretoria de Gestão de Campi, além de desempenhar as ações de sua competência, apoiada pela Gerencia de Logística e Manutenção e pelo Serviço de Manutenção, Conservação e Zeladoria, auxilia nas questões administrativas e de materiais.

Atividades

A Diretoria de Gestão de Campi realiza uma série de atividades com o objetivo de reparar, preservar e melhorar as instalações dos diversos campi, visando garantir conforto, segurança e bem estar da comunidade acadêmica. Entre as ações, destacam-se:
  • No campus sede são atendidas, as demandas relativas à prestação de serviços diversos, além das ações permanentes de manutenção preventiva e corretiva das instalações. Diariamente é feito o acompanhamento criterioso dos serviços de captação e tratamento da água consumida pela comunidade acadêmica, podendo, sua qualidade, ser atestada por exames de potabilidade realizados pela Copasa e pelo Serviço de Vigilância Sanitária.
  • Outra ação importante é o controle de pragas (dedetização) por empresa especializada em todas as unidades da Unimontes, em Montes Claros, e nos campi de Janaúba, Januária, Pirapora e São Francisco.

Principais obras de reformas e melhorias no Campus Sede

  • Centro de Ciências Sociais Aplicadas (CCSA, prédio 1): pintura das paredes dos corredores, reparo da pintura em algumas salas de aula, substituição de todas as lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas, substituição do disjuntor de proteção do padrão de entrada de energia, recuperação de várias carteiras.
  • Centro de Ciências Humanas (CCH, prédio 2): construção de tablado em sala do Curso de Artes Teatro, recuperação de várias carteiras, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas.
  • Reitoria (prédio 5): instalação de condicionadores de ar, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas
  • Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS, prédio 6): substituição do forro da clínica do terceiro piso, recuperação de várias carteiras, substituição de lâmpadas fluorescentes tubulares por lâmpadas compactas.
  • Museu Regional do Norte de Minas (Casarão da Fafil): confecção de móveis em MDF, recuperação e pintura de outros móveis, capina e limpeza do pátio interno.

Reformas e melhorias nos demais Campi

  • Campus de Bocaiúva: pintura de parte do campus, obra de aumento da potência de carga elétrica, com a instalação de novos cabos para alimentação elétrica dos prédios; instalação de novo sistema de aterramento como preparação para instalação elétrica definitiva dos laboratórios de Física e Química.
  • Campus de Brasília de Minas: Instalação e montagem da sede da Empresa Junior do Curso de Administração; instalação e montagem do novo laboratório de informática, Campus de Januária: obras diversas de manutenção tais como: pintura de salas de aula, manutenção corretiva nas instalações elétrica e hidráulica;
  • Campus de Janaúba: manutenção corretiva em condicionadores de ar; manutenção corretiva e preventiva das redes externas de distribuição de energia elétrica; recomposição de parte do piso revestido em cerâmica, no interior e exterior do prédio da biblioteca. Diversos serviços na Fazenda Experimental, destacando: recomposição do telhado, pintura das paredes, portas e janelas da casa sede e troca dos pilares de sustentação e retelhamento da cobertura da balança na área de curral.
  • Campus de Paracatu: Mudança de endereço da sede do Campus de Paracatu; Montagem de equipamentos na nova sede, com adaptação das dependências e instalação de divisórias; instalação elétrica em laboratório, instalação de ventiladores em salas de aula, laboratórios e secretaria setorial.
  • Campus de Pirapora: Manutenção preventiva e corretiva das instalações elétricas; manutenção em ventiladores; recomposição do sistema de iluminação do pátio externo; limpeza e higienização das caixas de água do campus;
  • Campus de São Francisco: manutenção preventiva e corretiva das instalações elétrica e hidráulica; limpeza geral do terreno do campus, com capina e poda de árvores.
  • Campus de Unaí: construção de passarela de acesso entre prédios; manutenção preventiva e corretiva nas instalações elétrica e hidráulica; instalação de refletores para iluminação do pátio, instalação de microscópios; limpeza geral com capina e poda de árvores.

DOCUMENTAÇÃO E INFORMAÇÕES

Apresentação

A Diretoria de Documentação e Informações – DDI é uma unidade administrativa de apoio que auxilia os diversos setores da Unimontes nas áreas do ensino, pesquisa, extensão e gestão. Visa reunir, classificar, preservar e colocar à disposição de especialistas e do público em geral o acesso às fontes documentais que fazem referência à cultura e registros importantes da história da Universidade e da região. Também compete à DDI participar de ações administrativas nas áreas de documentação e informações com proposição de normas e diretrizes; dirigir; coordenar, supervisionar; proferir despachos e executar outras atividades. Estão integrados à Diretoria o Centro de Pesquisa e Documentação Regional (Cepedor), a Editora Unimontes, a Rádio Unimontes FM 101,1 e os serviços de comunicação, videodocumentação e de perdidos e achados.

Centro de Pesquisa e Documentação Regional – CEPEDOR

Tem como objetivo resgatar, organizar, preservar e recuperar a documentação institucional e regional. Destina-se ainda a apoiar as atividades de ensino e pesquisa em nível de graduação e pós-graduação. Atende também a pesquisadores da universidade, de outras instituições e ao público interessado em geral.

O centro de pesquisa ocupa uma área de 258m², abrigando documentos de valor histórico para informação, estudos e pesquisas, e  registros importantes da história da Universidade Estadual de Montes Claros e região.

Principais Atividades CEPEDOR em 2016

  • Mais de 350 atendimentos ao público
  • Higienização de documentos
  • Leitura, recorte, colagem, separação por assunto de notícias de Montes Claros e norte de Minas
  • Organização e revisão do Diário Oficial de Minas Gerais
  • Organização e catalogação do acervo fotográfico, com a digitalização de mais de 1000 fotos

Editora Unimontes

A Editora Unimontes vem se consolidando, desde 1999, na difusão cultural, científica e tecnológica do conhecimento, ao propagar ideias e saberes através da publicação de livros e periódicos, de forma a apoiar autores e a comunidade universitária.

Como instituição pública, sua principal missão é estimular a produção e a divulgação do trabalho intelectual dos docentes e, consequentemente, fomentar o debate crítico universitário, inclusive com a valorização de temas relacionados à região.

Filiada à Associação Brasileira de Editoras Universitárias – ABEU – conta com um Conselho Editorial atuante, com representantes de diversas áreas de conhecimento, profissionais qualificados e apoio institucional da Reitoria e da Diretoria de Documentação e Informações (DDI/Unimontes).

Em fase de reestruturação, além de enriquecer a bibliografia básica para os cursos de graduação, a Editora Unimontes segue a política de avaliação da Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e do Conselho Nacional do Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e de outros órgãos de fomento, em consonância com os desafios da pós-graduação e da pesquisa, de onde extrai a maioria de suas obras de cunho técnico-científico.

Principais atividades da Editora Unimontes em 2016:

  • Com o processo de reestruturação da Editora Unimontes, foram desenvolvidas as seguintes atividades:
  • Abertura do Espaço do Livro e da Cultura
  • Criação do portal de periódicos da Unimontes
  • Reformulação do Regimento Interno da Editora
  • Implantação do 1º Edital da Editora Unimontes
  • Criação de banco de Pareceristas da Editora Unimontes
  • Publicação de livros em coedição com a Editora Unijui
  • Criação e organização de plano de comunicação e marketing
  • Organização do II Encontro de Editores Científicos da Unimontes
  • Implementação do novo Site da Editora Unimontes
  • A Editora Unimontes realizou a publicação de 12 novos títulos que irão compor nosso acervo bibliográfico, além de cinco novos registros de ISSN para periódicos online e eventos.

Comunicação

O setor de Comunicação da DDI atua nas ações de divulgação e marketing da Unimontes, bem como nos processos seletivos, datas comemorativas dos profissionais e dos cursos oferecidos pela instituição, por meio de outdoors, banners, faixas e cartazes. Também é responsável pela divulgação de ações no sistema de TV point do campus e pela criação de marcas para eventos.

Videodocumentação

A videodocumentação é responsável pela documentação através de vídeo dos eventos institucionais da Universidade. Tem como objetivo produzir informação audiovisual, por meio de captação, edição e tratamento de imagens e sons de eventos artísticos, culturais, educativos, técnicos e publicitários realizados no âmbito da Unimontes.

Perdidos e Achados

O serviço tem como objetivo regulamentar os procedimentos em caso de documentos e objetos perdidos ou encontrados nas instalações da Universidade que poderão ser entregues na DDI e que são colocados à disposição dos interessados, facilitando o dia a dia dos acadêmicos, professores, servidores e visitantes. As informações e procedimentos são disponibilizados on-line através da página <www.ddi.unimontes.br/perdidosachados>.

Foram registrados em 2016 mais de 100 itens entre objetos escolares, documentos pessoais, cartões de banco e que em sua grande maioria já se encontram em posse de seus donos.

Rádio FM 101,1

A programação da Rádio FM 101,1, a sua rádio universitária, tem como fundamento principal a boa música popular brasileira, mas mantém amplo noticiário jornalístico, o que a tornou referência para quem tem bom gosto. Vinculada à Universidade Estadual de Montes Claros, outorga da FADENOR, a emissora propaga atividades de extensão, de pesquisa, ações educacionais e culturais desta instituição. Mantém convênios com as principais agências de notícias do país e com a Associação Mineira de Rádio e Televisão – AMIRT, podendo ser ouvida através da internet (www.unimontes.br/radio e www.radios.com.br).

Centrada na Música Popular Brasileira, a Rádio FM 101,1, durante o ano de 2016, manteve seus programas jornalísticos, com participação direta de acadêmicos, professores e gestores da Universidade Estadual de Montes Claros, seja na promoção de eventos da instituição ou em ações voltadas para a pesquisa e extensão. Com noticiários de duas em duas horas e jornais completos às sete horas da manhã, meio-dia e 18 horas, a Rádio tornou-se também parceira de agências especializadas em notícias agropecuárias. Foi firmado convênio com a Secretaria Estadual da Fazenda (núcleo do Norte de Minas) para difusão de dicas sobre impostos e sua aplicação em benefício do cidadão e, com o SEBRAE, para favorecer o empreendedorismo. A emissora é parceira do Selo UNICEF, divulgando programas de inclusão de crianças e adolescentes.

Programação musical:

  • O Roda de Choro, projeto iniciado pelo Departamento de Artes da Unimontes, juntamente com a Rádio, ganhou mais espaço.
  • A programação noturna, especializada em músicas antigas, que nunca deixaram o imaginário coletivo, ganhou o “Eterna Melodia”.
  • A emissora mantém o Tons do Brasil, elaborado pela AMIRT
  • “Nossa Arte, Nossa Gente”, programa produzido nos estúdios próprios, que valoriza a cultura e os artistas regionais.
  • Produção da Rádio o programa “Memória”, que reúne depoimentos de pessoas que fizeram ou fazem parte da história de Montes Claros e do Norte de Minas.

Criou o programa “Embaixadores da França”, com intercâmbio cultural; e um programa de esporte, em parceria com o Departamento de Educação Física, participando diretamente de ações culturais e sociais,  valorizando a vida das pessoas e difundindo atividades que brotam da própria sociedade, de maneira inclusiva.

COMISSÃO TÉCNICA DE CONCURSOS – COTEC

As atividades da Comissão Técnica de Concursos (COTEC) abrangem a realização de processos seletivos para o ingresso nos cursos da Unimontes e a prestação de serviços especializados de concursos públicos.

Apresentação – COTEC

As atividades da Comissão Técnica de Concursos (Cotec) abrangem a realização de processos seletivos para o ingresso nos cursos da Unimontes e a prestação de serviços especializados de concursos públicos, para provimento dos cargos da própria universidade, de prefeituras, câmaras municipais e de outras instituições.

Para ingresso nos cursos de graduação da Unimontes foi promovido o Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior – PAES, que, realizado anualmente, é composto por três etapas. Cada uma delas corresponde a uma das três séries do ensino médio. As vagas do PAES representam um acréscimo de 40% às vagas já existentes em cada curso de graduação da universidade.
Em cumprimento à Lei Estadual nº 15.259/2004, a universidade adota o sistema de reserva de vagas (45%) em seus processos seletivos, resultando na ampliação efetiva da participação de cidadãos afrodescendentes carentes, egressos de escola pública carentes e portadores de deficiência e indígenas no ensino superior.
No que se refere ao Concurso Público Unificado para cargos Municipais, por Microrregião, em conjunto com o Ministério Público de Minas Gerais/Promotoria de Defesa do Patrimônio Público, Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais (TCEMG), Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino Superior do Norte de Minas (Fadenor) e Unimontes/Cotec, foram aplicadas as provas dos quatro polos. Foram divulgados os resultados de 87 municípios.
Outras atividades no âmbito da Unimontes, realizadas pela Cotec, abrangem o suporte técnico a outros setores da Unimontes para a realização de processos seletivos como, por exemplo, para o ingresso nos cursos de pós-graduação Lato Sensu e Stricto Sensu,e para o ingresso na  Residência Médica, sendo dado também o apoio técnico ao concurso de docentes da Unimontes.

Processos Seletivos

Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior-PAES/2016

Número de candidatos:

5.860 da 1ª etapa
4.460 da 2ª etapa
2.970 da 3.ª etapa

Total de candidatos: 13.290

Resumo geral dos processos seletivos para ingresso no ensino superior

Total de inscritos no Programa de Avaliação Seriada para Acesso ao Ensino Superior- PAES:

13.290 inscritos

Total de vagas ofertadas nos cursos de graduação:

755 vagas

Concursos Públicos

O quadro abaixo mostra um descritivo detalhado sobre os concursos públicos realizados pela COTEC no ano de 2016, separados por instituição, número de inscritos e vagas disponíveis:

INSTITUIÇÃO INSCRITOS VAGAS
Prefeitura de Unaí 6.265 312
Prefeitura  de Rubelita 923 145
Câmara Municipal de Manga 139 5
Médicos Hospital Universitário –HU / UNIMONTES 454 113
Prefeitura  de Montes Claros-Saúde 2.907 87
TOTAL 10.688 662
POLO 01
INSTITUIÇÃO INSCRITOS VAGAS
Prefeitura de Botumirim 153 26
Prefeitura de Brasília de Minas 543 84
Prefeitura de Campo Azul 926 65
Prefeitura de Capitão Éneas 2.170 284
Prefeitura de Cristália 1.160 79
Prefeitura de Francisco Sá 1.092 131
Prefeitura de Grão Mogol 1.787 153
Prefeitura de Ibiracatu 1.098 79
Prefeitura de Icaraí de Minas 1.902 142
Prefeitura de Japonvar 1.686 116
Prefeitura de Josenópolis 479 50
Prefeitura de Leme do Prado 674 62
Prefeitura de Lontra 1.868 132
Prefeitura de Luislândia 2.372 181
Prefeitura de Mirabela 2.024 125
Prefeitura de Ninheira 1.012 79
Prefeitura de Patis 1.243 144
Prefeitura de Pintópolis 897 81
Prefeitura de São Francisco 6.151 411
Prefeitura de São João da Ponte 2.403 240
Prefeitura de Ubaí 318 40
Prefeitura de Varzelândia  2.089  100
TOTAL POLO 01 35.197 1.020
POLO 02
INSTITUIÇÃO INSCRITOS VAGAS
Prefeitura de Buritizeiro 1.287 128
Prefeitura de Coração de Jesus 2.333 215
Prefeitura de Espinosa 2.431 125
Prefeitura de Ibiaí 1.446 232
Prefeitura de Jequitaí 1.045  83
Prefeitura de Lagoa dos Patos 890 136
Prefeitura de Lassance 1.707 168
Prefeitura de Monte Azul 1.191 156
Prefeitura de Pai Pedro 1.206 94
Prefeitura de Pirapora 9.241 472
Prefeitura de Ponto Chique 480 29
Prefeitura de Porteirinha 3.717 105
Prefeitura de Riacho dos Machados 850 54
Prefeitura de São João do Pacuí 882 56
Prefeitura de Serranópolis de Minas 660 65
TOTAL POLO 02 29.366 2.118
POLO 03
INSTITUIÇÃO INSCRITOS VAGAS
Prefeitura de Augusto de Lima   586 47
Prefeitura de Bocaiúva 6.422 385
Prefeitura de Bonito de Minas 1.525 135
Prefeitura de Buenópolis    645 34
Prefeitura de Claro dos Poções    868 74
Prefeitura de Cônego Marinho    265 14
Prefeitura de Engenheiro Navarro    891 101
Prefeitura de Francisco Dumont    821 115
Prefeitura de Fruta de Leite   194 14
Prefeitura de Guaraciama 2.414 141
Prefeitura de Indaiabira    492 36
Prefeitura de Itacambira    895 86
Prefeitura de Januária 13.755 506
Prefeitura de Juvenilia  1.194 90
Prefeitura de Manga  1.165 120
Prefeitura de Mamonas  1.878 78
Prefeitura de Matias Cardoso  1.415 100
Prefeitura de Miravânia  1.098 107
Prefeitura de Montalvânia 1.817 200
Prefeitura de Nova Porteirinha 1.371 3
Prefeitura de Novorizonte    717 55
Prefeitura de Olhos D`Agua   765 52
Prefeitura de Pedras de Maria da Cruz 1.148 88
Prefeitura de Porteirinha 1.634 166
Prefeitura de Rio Pardo de Minas 3.022 72
Prefeitura de Santa Cruz de Salinas   963 74
Prefeitura de Santa Fé de Minas   689 145
Prefeitura de São João da Lagoa   667 30
Prefeitura de São João do Paraíso 1.519 78
Prefeitura de São Romão 864 90
Prefeitura de Ubaí 1.116 54
Prefeitura de Verdelândia 1.829  346
TOTAL POLO 03 54.824 3.637
POLO 04
INSTITUIÇÃO INSCRITOS VAGAS
Prefeitura de Berizal 1.604 109
Prefeitura de Botumirim 372 18
Prefeitura de Buenópolis 479 40
Prefeitura de Campo Azul 396 18
Prefeitura de Catuti  1.065 54
Prefeitura de Espinosa 166 21
Prefeitura de Francisco Sá 2.398 166
Prefeitura de Fruta de Leite 326 12
Prefeitura de Ibiaí 650 31
Prefeitura de Janaúba 2.843  176
Prefeitura de Joaquim Felício 636 58
Prefeitura de Lagoa dos Patos 522 21
Prefeitura de Mato Verde  2.139  119
Prefeitura de Montezuma  1.624  161
Prefeitura de Pirapora  4.955  285
Prefeitura de Ponto Chique   54   9
Prefeitura de Rubelita 333  39
Prefeitura de Salinas  3.965 134
Prefeitura de Santo Antônio do Retiro 1.741 116
Prefeitura de São Francisco 2.018 75
Prefeitura de São João das Missões 5.528  108
TOTAL POLO 04 30.804 1.770

Resumo geral dos Concursos Unificados e outras Prefeituras realizados para ingresso no setor Público

Total de inscritos:

160.879

Total de vagas ofertadas:

9.207

Total de Municípios:

94

Total de Cargos:

3.833

Imprensa Universitária

A Imprensa Universitária é uma Unidade Administrativa de Apoio, que presta serviços especializados de editoração de materiais gráficos, compreendendo livros, revistas, folders, cartazes, cartilhas, apostilas, crachás, entre outros.

Apresentação

O objetivo da Imprensa Universitária é oferecer, sempre com qualidade e presteza, serviços gráficos necessários ao desenvolvimento das atividades de ensino, pesquisa e extensão, além de atender as demandas do Hospital Universitário Clemente de Faria – HUCF e da Comissão Especial de Processos Seletivos. 
Além disso, o setor atende a Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Norte de Minas – FADENOR, as demandas de serviços gráficos de todos os eventos promovidos pelos departamentos da universidade e dos diversos campi da Unimontes, assim como dos professores e dos servidores técnico-administrativos da instituição.
A Imprensa Universitária em busca da eficiência e da qualidade dispõe de equipamentos na área para acabamentos gráficos e similares, atendendo também toda demanda de cópias, impressões a laser, coloridas e em preto/branco.

Atividades Desenvolvidas

  • Renovação do contrato de locação de equipamentos de reprografia;
  • Renovação do contrato de serviços gráficos;
  • Contratação de estagiários e menores aprendizes para compor o quadro de funcionários;
  • Manutenção nos equipamentos reprográficos para melhorar na execução dos serviços, tornando-os mais rápidos.
  • Treinamento de segurança do trabalho com os funcionários do setor de acabamento gráfico.
  • Realização de reuniões com os servidores, funcionários e estagiários da Imprensa Universitária.
  • Reestruturação dos setores da Imprensa universitária.

Produção