seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Domingo, 20 de janeiro de 2019 | relogio 04:25

Visita técnica à Embrapa reforça estudos do campus Paracatu sobre agronegócio no Cerrado

 

Visita Embrapa 2610

Fora das quatro paredes da academia também se aprende. Conhecer os trabalhos de pesquisa desenvolvidos e em desenvolvimento pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) foi um dos objetivos de visita técnica realizada por acadêmicos do curso de Tecnologia em Gestão do Agronegócio, do Campus Paracatu. A unidade da Embrapa está localizada em Planaltina-DF.

Coordenados pelos professores do Departamento de Ciências Agrárias, Hugo Tiago Ribeiro Amaro e Edson Marcos Viana Porto, a visita cumpriu o objetivo de também apresentar aos acadêmicos o perfil e as características do Cerrado, da Agricultura, Meio Ambiente e desenvolvimento e inovação, além de analisar sobre as cultivares de soja para o Cerrado, as experiências da Embrapa Cerrados com Integração “Lavoura-Pecuária-Florestas”; melhoramento genético de plantas forrageiras, bem como conhecer plantas de cobertura e estudos sobre gases do Efeito Estufa.

Os estudantes do 2º, 4º e 6º períodos do curso participaram de várias palestras sobre os temas e conheceram os experimentos em cada área desenvolvida pela Embrapa. Além dos professores Hugo Tiago e Edson Porto, também participou da visita a professora Ronéria Rodrigues Azevedo, do Departamento de Ciências Contábeis.

“Ter acesso às pesquisas desenvolvidas pela Embrapa é extremamente importante, uma vez que a instituição é respeitada no Brasil e no mundo. A Embrapa atua em diversos setores da agropecuária, desenvolvendo pesquisas sobre manejo de culturas e de rebanhos, meio ambiente, tecnologia, inovação, etc.”

SOBRE O CURSO

Atualmente, o curso é coordenado pelo professor Luiz Henrique Arimura Figueiredo. No Campus Paracatu, são desenvolvidas atividades de ensino, pesquisa e extensão e várias atividades têm destaque nas ações do curso naquela região.

Visita Paracatu destaque

Uma delas é o projeto de pesquisa em desenvolvimento: avaliação agronômica e qualidade de sementes de cultivares de feijão caupi produzidas no Noroeste de Minas Gerais. Além disso, a produção científica do curso é movimentada por pesquisas impulsionadas por iniciativas do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica – PIBIC – e do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação Científica da Unimontes (BIC/CAMPI), contando com o apoio de bolsistas voluntários.

Destaca-se também a participação dos alunos em diversos eventos nacionais e regionais, como o Encontro Nacional de Estudantes do Agronegócio e o Fórum de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão da Unimontes (FEPEG), fomentando a divulgação dos trabalhos realizados pelos alunos e professores. As parcerias (convênios) da Unimontes com empresas locais contribuem para fomentar as atividades de campo e inserção dos alunos no mercado de trabalho. Dentre estas parcerias cita-se o convênio com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) e Destilaria Vale do Paracatu Agroenergia S.A.

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito