O teu browser naéo suporta flash. Favor reinstalar o plugin do Flash Joomla Random Flash Module by DART Creations
seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Quinta-Feira, 21 de junho de 2018 | relogio 19:32

Mestrado em Modelagem Computacional alcança conceito 3 em nova avaliação da Capes

 

Arte1 MC cópia

O mestrado profissional em Modelagem Computacional e Sistemas, da Universidade Estadual de Montes Claros, alcançou o conceito 3 em nova avaliação da Coordenadoria de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), do Ministério da Educação (MEC). O resultado oficial do pedido de reconsideração de nota apresentado pela Unimontes foi divulgado nessa quarta-feira (20/12) e, automaticamente, o mestrado retoma os procedimentos normais, como o processo de publicação de editais para seleção de nova turma.

A informação foi divulgada pelo pró-reitor de Pós-Graduação, professor Hercílio Martelli Júnior. “O pedido de reconsideração dos conceitos é um procedimento automático por parte das universidades, quando o conceito não atinge a nota mínima – três – para a manutenção do Programa de Pós-Graduação Stricto sensu”, explica.

Segundo ele, como na primeira avaliação da Capes, realizada em outubro, o mestrado em Modelagem e Sistemas obteve o conceito dois, a coordenação do curso e a Pró-Reitoria elaboraram um novo documento para a reconsideração da nota. “O recurso da Unimontes foi analisado pela Câmara Técnica da área associada ao mestrado e, em sequência, avaliado pelo Conselho Técnico-Científico da Educação Superior da Capes (CTC-ES), órgão máximo que emitiu o parecer sobre o novo conceito”, explica o pró-reitor.

PRODUÇÃO TÉCNICO-CIENTÍFICA

Com o recurso, foram elencados alguns pontos para reconsideração como “produção intelectual e técnico-científica docente”. O pró-reitor explica que a Capes observou, também, o tempo de funcionamento do curso – apenas dois anos –, sendo prudente considerar o período completo do ciclo de avaliação – que é de quatro anos. “Nesse sentido, entendemos que a Capes analisou o histórico da pós-graduação da Unimontes como um todo, em função da produção técnica, condições e consolidação de alguns programas, com base em sua própria avaliação quadrienal”.

Atualmente, a Universidade conta com 19 cursos de mestrado e doutorado, todos recomendados pela Capes e que mantiveram a estabilidade após a avaliação final da Capes/MEC. Destaca-se o programa de Ciências da Saúde, que obteve o conceito seis, o segundo mais importante e que qualifica os cursos de mestrado/doutorado na área como de excelência internacional.

Outros três programas da Unimontes obtiveram o conceito 4: Desenvolvimento Social e Produção Vegetal no Semiárido (mestrados e doutorados) e Cuidado Primário em Saúde (mestrado). Os mestrados em Letras e Biotecnologia melhoraram os conceitos, de 3 para 4, enquanto os mestrados em História, Zootecnia, Geografia, Modelagem Computacional e Sistemas, Biodiversidade e Uso dos Recursos Naturais e de Desenvolvimento Econômico e Estratégia Empresarial mantiveram a nota 3.

Para 2018, a Unimontes já manifestou oficialmente o pleito para a oferta de três novos mestrados, nas áreas de Educação, Enfermagem e de Ciências Sociais. E com o conceito 4, os programas de pós-graduação Stricto sensu em Letras/Estudos Literários, Cuidado Primário em Saúde e Biotecnologia podem pleitear a oferta do doutorado nas referidas áreas.

“O crescimento da pós-graduação viabilizará, também, a oferta de mestrados e doutorados interinstitucionais (minter e dinter), além da formação de turmas foras da sede, com núcleos para a oferta de mestrados e doutorados para a qualificação de docentes e pesquisadores de outras instituições brasileiras”, finaliza o pró-reitor Hercílio Martelli Júnior.

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito