logo unimontes original

seta Universidade Estadual de Montes Claros - MG | Sexta-Feira, 24 de novembro de 2017 | relogio 00:16

Unimontes é parceira em evento especial em Paracatu que marca os 50 anos sem o escritor Guimarães Rosa

 

Guima Rosa1

No próximo sábado (18/11), será aberta a série de atividades especiais organizada pelo campus da Unimontes, em Paracatu, para marcar as cinco décadas da morte do escritor mineiro Guimarães Rosa – que serão completados no dia 19 de novembro. O evento “De Cordisburgo a Paracatu: o Sertão Vivo nos 50 anos de Morte de Guimarães Rosa” será realizado até o dia 25/11, com organização da Academia de Letras do Noroeste de Minas, com o apoio da coordenação do Campus da Universidade Estadual de Montes Claros no município e demais parceiros. Conta também com o suporte do grupo de pesquisa “Nonada”, da Unimontes, que tem como foco a chamada Literatura Roseana.

A abertura oficial será às 10 horas, com um desfile de cavaleiros pelas ruas da cidade, denominado “Mulada Grande Sertão: Veredas”, e contará com a representação de personagens marcantes do escritor, como Manuelzão, Riobaldo e Diadorim.

Professora aposentada da Unimontes, a presidente da Academia de Letras do Noroeste de Minas, Hellen Ulhoa Pimentel destaca que foi montada uma programação variada, com oficinas, palestras, debates, filmes e apresentações artísticas inspiradas nas obras e personagens de Guimarães Rosa (1908/1967). Com a participação ativa de escolas estaduais da cidade, as atividades serão voltadas para professores, pesquisadores, estudantes e amantes da literatura.

GRUPO NONADA

Um dos destaques da programação está na presença dos integrantes do “Nonada”, grupo de pesquisa criado em 2006 no âmbito do curso de graduação em Letras/Português. O grupo de pesquisa conta com componentes de outros cursos de graduação da Unimontes como Filosofia, Historia e Biologia. Reúne também integrantes de outras instituições que estudam a temática sertão e a obra de Guimarães Rosa. 

Livro profClmaia No Dia 22, às 14 horas, na Escola Estadual Antônio Carlos, estará em debate o tema “Guimarães Rosa e a Música Popular”, com palestra da professora Telma Borges, juntamente com o professor Cícero Neto, do Grupo Nonada. Ás 16 horas, haverá a roda de conversa “Cultura e Literatura como Fatores de Desenvolvimento”, com a participação da professora Telma Borges e de José Antônio Vicente de Souza, presidente da Sociedade dos Amigos do Memorial Manuelzão e de Revitalização de Andrequicé (Samarra).

As atividades terão continuidade na Escola Estadual Antônio Carlos, às 19h30, com a palestra “Ensino de Guimarães Rosa na Educação Básica”. Participam o Grupo Nonada e a professora Patrícia Goulart Tondinelli, da Pontifícia Universidade Católica (PUC-Minas). Às 21 horas, as educadoras vão debater o tema “Guimarães Rosa e o Ensino de Literatura”. A palestra será voltada para professores.

O grupo de pesquisa “Nonada” também participará da oficina “Sarau como Instrumento Pedagógico”, que será ministrada pelo professor Fábio Borges Brasileiro, da Universidade de Brasilia (UnB),  no dia 23/11, pela manhã e à tarde. No mesmo dia, haverá o lançamento do livro "Gênero, Insubmissão e Violência", organizado pelas professoras Claudia Maia e Luana Balieiro, da Unimontes. No dia 24, às 14 horas, será ministrada a oficina “Enciclopédia do Grande Sertão”, também montada pelo grupo "Nonada", que ainda tem como integrantes Iana Rany Pimenta Alves, Lilian Karla Rocha e Samella Priscila Almeida. 

Confira a programação completa do evento "De Cordisburgo a Paracatu: o Sertão Vivo nos 50 anos de Morte de Guimarães Rosa”: 

http://www.cultura.mg.gov.br/component/gmg/story/4564-paracatu-sedia-evento-dedicado-a-guimaraes-rosa

UnimontesCampus Universitário Professor Darcy Ribeiro - Vila Mauricéia - Montes Claros - MG

Acesso Restrito